Governo volta a rever contas do Orçamento do Estado

Depois da errata publicada na semana passada, o Ministério das Finanças publicou esta terça-feira uma nota explicativa onde revê os números para o Orçamento de Estado de 2016, nomeadamente valores de despesas com pessoal, contribuições e prestações sociais das Administrações Públicas.

Em resposta às dúvidas levantadas pelo Conselho de Finanças Públicas e a Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) do Parlamento, o Governo faz assim mais uma correção à proposta orçamental, desta vez sob a forma de nota explicativa – e com apenas duas páginas, em vez das 46 da errata que identificou várias incorreções no relatório do Orçamento do Estado entregue na Assembleia da República.

Uma das questões levantadas pela UTAO foi o inexplicável aumento da despesa com pessoal da ordem dos 300 milhões de euros quando foi anunciada uma redução de 10 mil funcionários e uma poupança de 100 milhões de euros.

O Diário Económico explica que o cálculo das contribuições imputadas à Caixa Geral de Aposentações (CGA) esteve na origem deste último erro, que ajuda a explicar os aumentos de despesas que não estavam suficientemente justificados até agora – e até “números que causavam estranheza a técnicos do próprio Ministério”.

As Finanças explicam que as “contribuições sociais imputadas dos empregadores representam a contrapartida das prestações sociais pagas diretamente pelos empregadores (estando inscritas quer como despesas com pessoal quer como prestações sociais propriamente ditas)”.

A nota explicativa das Finanças indica, assim, que “as despesas com pessoal deverão aumentar 357 milhões de euros face a 2015″, mais 1,8%, mas que nas contribuições sociais “perspectiva-se um crescimento de 3,1%”, ou 637 milhões face a 2015.

Esta revisão, no entanto, “não tem reflexos nas dotações orçamentais previstas para a receita e a despesa”, sendo que a meta do défice fica na mesma: 4.125 milhões de euros, que equivale a 2,2% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2016.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. O contribuintes tem que ter olhos na cara para dar o seu voto, dão o voto ao deus dará e depois é só lixo, só porcaria depois recebem explicações pelo Facebook, é que Portugal agora é governado por este sistema.

  2. Como habitualmente os governos PS do seu melhor. Se fosse ao contrario já havia aí um sururu como são eles estão calados que nem ratos e incompetentes que são.

  3. Já estão aqui as subvenções vitalícias dos nossos queridos políticos???…
    Isso mesmo, carreguem nos custos, não os reduzam/controlem, é só dar com uma mão e receber com duas, coitados dos nossos filhos, que vão ter que vassourar muita gente que só se aproveita da fraqueza do Estado, sim porque com um Estado forte isto não acontecia…
    O esquerda no seu melhor, e ainda a procissão vai no adro….

  4. Agora só estamos à espera da “aberração” Galamba vir desculpar, ou melhor, culpar o Governo anterior de não acertarem uma …. errata atrás de errata até ao resultado final …. que lindo futuro que a “irmandade” nos vai deixar …. Tudo em nome da igualdade e fraternidade claro ….

  5. Mas as erratas (mentiras) nunca mais acabam nessa geringonça? Qual é o imposto que vão criar agora para tapar mais buracos da geringonça? Mais uns cêntimos na gasolina????

  6. Mas não seria melhor mesmo irem tirar um curso de contabilidade nem que fosse ao fim de semana para depois apresentarem um orçamento de estado que não fosse todo esfarrapado como este que anda sempre a levar remendos?

RESPONDER

Computador quântico ajuda a criar um computador quântico melhor

Um computador quântico foi usado para projetar um qubit aprimorado que poderá alimentar a próxima geração de computadores quânticos mais pequenos, de alto desempenho e mais confiáveis. Da mesma forma que um bit binário é a …

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …