Costa prepara regresso à nova “normalidade”. Confiança é a palavra chave

Mário Cruz / Lusa

O Governo de António Costa prepara o regresso do país à nova “normalidade”, estando a ser traçado um plano para a retoma económica, que deverá acontecer de forma gradual dentro de algumas semanas.

O primeiro-ministro, António Costa, e o ministro de Estado e da Economia, Pedro Siza Vieira, reuniram durante todo o dia desta terça-feira com mais de 20 economistas e académicos para começar a delinear o plano de retoma económica.

No fim da reunião, Siza Vieira falou aos jornalistas, dando conta que o país está a entrar no tempo de preparar o regresso da atividade económica.

Sem adiantar uma data específica para a retoma ou se a renovação do estado de emergência, que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já disse estar convencido de ser necessário renovar até 1 de maio, o responsável pela pasta da Economia revelou que a confiança será a palavra chave neste processo.

“Não vou entrar em detalhes sobre o conjunto de reflexões feitas, mas, de uma maneira geral, há uma partilha importante da ideia de que temos de ir construindo uma confiança coletiva na capacidade de proteger as populações, e os elementos mais frágeis, à medida que vamos preparando o levantamento das restrições à atividade económica e circulação dos cidadãos”, disse Pedro Siza Vieira.

Tal como frisa o jornal Público, a economia só reabre se as pessoas tiverem confiança para voltar à rua para trabalhar e consumir sem correrem o risco de contraírem a covid-19, doença que já fez 126 mil vítimas mortais e quase dois milhões de infetados no mundo.

Siza Vieira reforçou essa mesma ideia, sem muito adiantar: “Temos de começar a pensar na forma como vamos ser capazes de criar, na nossa população e nas empresas, a confiança de que estão reunidas as condições para o retorno à atividade”, explicou.

Muitas máscaras?

Partindo do pressuposto da confiança, Pedro Siza Vieira destacou, na mesma declaração que fez a partir de São Bento, em Lisboa, que, após a retoma, as empresas terão de assegurar aos seus trabalhadores um ambiente de trabalho seguro.

Sem adiantar como é que as entidades patronais farão este reforço de segurança para os seus trabalhadores, Siza Vieira deixou indícios de que esta adaptação: o reforço de segurança no seio empresarial se poderá fazer através de máscaras.

O governante frisou que há já empresas portuguesas com capacidade de fabricar máscaras de proteção individual em “grande quantidade”, dando conta que estas “poderão ser distribuídas pelos circuitos de comercialização”.

Siza Vieira recordou ainda que não decretou o encerramento de sectores de atividade em massa. “Foram os sectores que encerraram por sua iniciativa – e bem – e, obviamente, serão eles a decidir qual o momento mais seguro para voltarem à atividade”.

Por isso, quaisquer medidas que o Governo venha a tomar sobre a reabertura da atividade, incidirão sobre as atividades em que houve a decisão de fecho, isto é, o comércio.

O Governo não adiantou ainda quando é que pretende retomar ou dar início à atividade económica, mas o Correio da Manhã aponta que será em maio.

A reunião de António Costa e Siza Vieira com os especialistas ocorreu no mesmo dia em que Fundo Monetário Internacional (FMI) previu uma recessão de 8% da economia portuguesa e uma taxa de desemprego de 13,9% em 2020.

Para 2021 o cenário inverte-se, com a instituição a apontar para uma recuperação de 5,0% do PIB e uma taxa de desemprego de 8,7%.

Também o ministro das Finanças, Mário Centeno, já vaticinou uma quebra inédita do PIB no segundo trimestre deste ano. “As estimativas que existem – e apresentaremos brevemente números nesse sentido – estão enquadradas em factos que vão desde 6,5% do PIB anual por cada 30 dias úteis em que a economia esteja parada, como está hoje em Portugal”, referiu Mário Centeno em entrevista à TVI.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo propõe juízes diferentes nas fases de inquérito e instrução

O Governo enviou uma proposta de lei enviada ao Parlamento que prevê que o magistrado que acompanha uma investigação não possa continuar a intervir no processo após a acusação. O objetivo do Governo, de acordo com …

Alemanha vai vacinar todos os jovens maiores de 12 anos até final de agosto

A Alemanha pretende vacinar contra a covid-19 todos os adolescentes maiores de 12 anos até ao fim de agosto, embora dependa da "luz verde" da Agência Europeia do Medicamento (EMA) para essa faixa etária, disse …

Para combater a pobreza, Governo vai rever Rendimento Social de Inserção

O Governo de António Costa está a preparar uma revisão do Rendimento Social de Inserção (RSI) com o objetivo de reforçar o combate à pobreza em Portugal. O Executivo vai rever as regras de atribuição …

Portugal já está a vacinar 100 mil pessoas por dia. 10% da população já tomou duas doses

Na quinta-feira, cerca de 100 mil pessoas receberam a vacina contra a covid-19, o que antecipa em uma semana esta meta definida pela task force do plano de vacinação. Cerca de 100 mil pessoas receberam a …

Açores vão ter testes gratuitos em farmácias e rastreios laborais aleatórios

Os Açores vão passar a disponibilizar testes rápidos gratuitos para o despiste da covid-19 nas farmácias, testes de saliva para a testagem massiva aos alunos e rastreios laborais aleatórios, anunciou esta quinta-feira o secretário regional …

Uma morte e 377 novos casos nas últimas 24 horas. Rt e incidência recuam

O boletim da DGS desta sexta-feira dá conta de mais 377 novos casos em Portugal. Registou-se ainda mais um óbito. Nesta sexta-feira, dia 7 de maio, o país tem 22.421 casos ativos, menos 114 do que …

MP investiga morte de bebé que terá sido esquecido no carro em Lisboa

O Ministério Público instaurou um inquérito para averiguar as circunstâncias da morte de uma criança de dois anos que terá ficado esquecida no interior de um carro, em Lisboa. A mãe ter-se-á esquecido do bebé …

Governo está a preparar contestação de providência cautelar sobre Zmar

O ministro da Administração Interna afirmou hoje que já está a ser preparada a contestação à providência cautelar que suspende a requisição civil das casas do complexo Zmar, adiantando que o Ministério não foi ainda …

Subsídio europeu de 150 euros mensais para tirar 5 milhões de crianças da pobreza severa

Arrancou nesta sexta-feira, no Porto, a Cimeira Social promovida pela presidência portuguesa do Conselho da União Europeia. Um momento que o ex-ministro Pedro Marques aproveita para lançar a ideia de um novo apoio social de …

Banca empresta 475 milhões para Fundo de Resolução pagar ao Novo Banco

O sindicato bancário, composto por sete bancos, vai proceder ao financiamento do Fundo de Resolução para este cumprir a injeção de capital no Novo Banco já na próxima semana. O Jornal Económico avança, esta sexta-feira, que …