Governo não deverá proibir circulação entre concelhos a 24 e 25 de dezembro

António Pedro Santos / Lusa

O Governo não vai aplicar as restrições à circulação entre concelhos na véspera e dia de Natal. Esta é uma das medidas em cima da mesa que o Conselho de Ministros vai discutir esta sexta-feira.

O Observador avança esta quinta-feira que vai ser possível circular sem os limites impostos até aqui nos dias 24 e 25 de dezembro, véspera e dia de Natal. A medida vai ser discutida esta sexta-feira em Conselho de Ministros e o anúncio será feito no sábado, pelo primeiro-ministro António Costa.

Segundo apurou o diário, está a ser estudado o levantamento de algumas restrições no Natal. Apesar de a ideia ser não impedir que as famílias se encontrem nesta época festiva, o Executivo de António Costa vai também promover uma ação de pedagogia junto da população.

O objetivo passa por ter alguns especialistas em saúde pública nas televisões, por exemplo, a explicar como se pode passar o Natal em segurança com a família. A ação de sensibilização passa por promover encontros, mas fora das refeições, altura em que o contacto é mais demorado e sem máscara.

Uma outra preocupação do Governo é a circulação entre agregados familiares. Costa já avisou que “é preciso ter noção” que uma família que se divida por várias casas durante os dois dias aumenta o risco de transmissão.

Ainda assim, o Observador apurou junto do Executivo que a intenção do Governo não passa por reforçar a fiscalização pelas forças de segurança das normas que forem estabelecidas para o período de Natal e não haverá multas por violação das regras.

Apesar de já ter dito que a noite de fim de ano “vai ter todas as restrições porque aí não pode haver qualquer tipo de tolerância”, António Costa prepara-se para aligeirar cirurgicamente algumas regras no Natal.

Esta quarta-feira, a Comissão Europeia pediu aos países da União Europeia (UE) para definirem “critérios claros” relativamente ao Natal, devendo estipular um número máximo de pessoas por ajuntamento, incentivar “bolhas domésticas” para passar as festividades e estimular celebrações online.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma medida i-di ota e populista deste governo, desorientado e desorientador, que vai deitar tudo a perder. Se na Páscoa foi proibida a circulação entre concelhos, e se estão a ser tão restritos com a patetice de obrigar os restaurantes e supermercados (locais com controle de higiene, etc.) a fechar portas às 13h aos fins-de-semana, porque é que no Natal, numa situação mais agravada da pandemia, se vai permitir o tudo ao mólho e fé em Deus no âmbito familiar descontrolado? Está visto que é para dar férias alargadas ao funcionalismo público, polícias, etc.

Ministra da Saúde alerta para continuidade de “três ameaças” da pandemia

A pandemia de covid-19 em Portugal continua a apresentar “três ameaças” apesar das medidas de restrição em vigor, adiantou hoje a ministra da Saúde, reservando o anúncio de eventuais medidas de desconfinamento para quinta-feira. Em declarações …

Portugal está "em condições invejáveis" de produzir hidrogénio verde, diz ministro do ambiente

"Estamos mesmo em condições invejáveis de sermos um grande produtor de hidrogénio verde", assegurou o ministro do ambiente e da ação climática, João Pedro Matos Fernandes, no terceiro de quatro debates do Expresso e da …

Biólogo defende que pandemia pode ter nascido de "erro honesto" em laboratório chinês

Professor de Princeton defende que não é possível descartar a possibilidade de que a pandemia tenha começado com uma fuga acidental num laboratório de virologia de Wuhan. A origem da pandemia de Covid-19 continua por apurar …

Israel reabre restaurantes e universidades após vacinar mais de metade da população

Israel, um dos países mais vacinados do mundo contra a covid-19, iniciou a terceira fase do desconfinamento, depois de o governo ter aprovado novas medidas que passaram a ser adotadas no domingo. Segundo avançou o Expresso, …

Mais 25 mortes e 365 novos casos nas últimas 24 horas

Os dados atualizados da Direção-Geral da Saúde (DGS) indicam que Portugal registou, nas últimas 24 horas, 25 mortes e 365 novos casos de covid-19. O boletim epidemiológico desta segunda-feira mostra que mantém-se a tendência de …

Ministra da Presidência lembra que desconfinamento será sempre "faseado e lento"

A ministra de Estado e da Presidência afirmou, este domingo, que o plano de desconfinamento será sempre "faseado e lento", dependendo da atuação do país e dos números concretos de cada momento. Em entrevista à SIC …

"Salam, salam, salam." Papa deixa Iraque após visita de três dias ao país

Terminou, esta segunda-feira, a visita de três dias do Papa Francisco ao Iraque. No fim da última missa que celebrou, disse em árabe: "Salam, salam, salam" (Paz, paz paz). O Papa Francisco deixou, esta segunda-feira, o …

Polícia filipina matou nove pessoas associadas a "grupos terroristas comunistas"

A polícia filipina apoiada por militares matou nove pessoas durante o fim de semana numa série de operações contra suspeitos de insurreição comunista, tendo as autoridades dito que os suspeitos dispararam primeiro, críticos dizem que …

Biden assina decreto para facilitar acesso ao voto. Plano de estímulo económico é "passo gigantesco"

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinou um decreto para facilitar o acesso dos norte-americanos ao voto, uma medida inserida nas comemorações do 56.º aniversário do “Domingo Sangrento”, ocorrido em 1965 no Alabama. Segundo a …

Estrangeiros barrados no aeroporto vão ter advogado. Medida estava prevista na lei há 14 anos

Os estrangeiros barrados à entrada em Portugal nos aeroportos nacionais vão ter apoio jurídico de um advogado. Esta medida estava prevista na lei há 14 anos. Depois de um acordo entre o Serviço de Estrangeiros e …