Governo da Catalunha desiste do referendo e anuncia alternativa

Convergència i Unió / Flickr

Artur Mas, presidente do governo catalão, no Parlament de Catalunya

Artur Mas, presidente do governo catalão, no Parlament de Catalunya

O Governo catalão renunciou ao referendo sobre a independência da Catalunha previsto para 09 de novembro, que o Tribunal Constitucional espanhol interditara, anunciou esta segunda-feira à noite o dirigente de um dos partidos implicados na consulta.

“O Governo constatou que a consulta não se pode realizar”, disse o dirigente da Iniciativa pela Catalunha, Joan Herrera, à comunicação social, depois de participar numa reunião de partidos favoráveis ao referendo com o executivo catalão.

“O governo do nacionalista Artur Mas vai fazer uma proposta alternativa esta terça-feira”, acrescentou Herrera, adiantando que o seu partido se pronunciará na altura.

Um membro do Governo catalão admitira esta segunda-feira o adiamento do referendo, previsto para 09 de novembro, depois da sua interdição provisória pelo Tribunal Constitucional.

“A Catalunha está determinada em manifestar as suas aspirações pela via legal e pacífica. Vamos fazê—lo em 09 de novembro, ou depois”, declarou, em Barcelona, ao início da tarde, o responsável pela pasta das empresas no Governo regional de Artur Mas, Felip Puig.

No início de outubro, um dos porta-vozes do executivo catalão, Francesc Homs, dera a entender que este devia decidir no máximo até 15 de outubro se o referendo se mantinha, apesar da interdição provisória do Tribunal Constitucional.

Artur Mas já se comprometeu em cumprir a lei, mas tem sido pressionado pela ala esquerda da coligação favorável ao referendo, a Esquerra Republicana (ERC), a avançar e escolher a “desobediência civil”.

Na segunda-feira à noite reuniu-se com os dirigentes das várias formações favoráveis ao referendo para procurar ema posição comum.

Ao contrário do Governo britânico, que autorizou a realização de um referendo, em 18 de setembro, na Escócia, que optou pelo não à independência, o executivo de Madrid tem-se oposto à organização de uma consulta na Catalunha.

Segundo o governo conservador, esta região, com uma identidade cultural fortemente marcada, onde vivem 7,5 milhões de habitantes e representa 20% da produção económica de Espanha, não se pode pronunciar sozinha sobre numa eventual secessão, uma vez que a Constituição obriga à participação do conjunto da população em questões de soberania.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"A profissionalização é fundamental". Este ano já morreram quatro bombeiros, todos voluntários

Nos incêndios deste ano já morreram quatro bombeiros. O último ano tão mortífero foi 2013, em que sete bombeiros perderam a vida. Em comparação, nos incêndios de 2019, não se registaram vítimas mortais entre esses profissionais. Como …

Portugal só tem 4 fiscais da ferrovia (e cada um tem de inspecionar 811 quilómetros)

O Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) tem apenas quatro técnicos afetos à fiscalização do setor. O organismo está a pedir o reforço destes profissionais desde 2014. De acordo com a edição desta quarta-feira do …

Dybala eleito melhor jogador do ano em Itália. Ronaldo fora da lista

O avançado argentino da Juventus foi eleito o melhor jogador da temporada 2019/20 do futebol italiano, enquanto o português Cristiano Ronaldo ficou de fora da lista de premiados. Na nota publicada no site oficial da Série …

Novo Banco registou perdas de 260 milhões à revelia do Banco de Portugal

A equipa António Ramalho terá inscrito nas contas 260 milhões de euros em perdas, passíveis de reembolso, sem falar com o Fundo de Resolução. O Público avança que a equipa de António Ramalho sinalizou, nos resultados …

Pingo Doce

Vídeo denuncia desperdício alimentar em supermercado. Jerónimo Martins está a investigar

Hugo Breda e João Relógio, ambos associados à produtora Swag On, publicaram na suas contas de Instagram um vídeo no qual denunciam o desperdício alimentar numa cadeia de supermercados em Lisboa.  O vídeo publicado nas …

O adeus de uma lenda. Ronaldo, Messi e Buffon despedem-se de "San Iker"

O internacional português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi recorreram às redes sociais para se despedirem de Iker Casillas, que esta terça-feira anunciou o fim da sua carreira.  "Foi um orgulho ter partilhado grandes momentos …

Há trabalhadores que estiveram em lay-off sem direito ao apoio salarial

O apoio destinado a trabalhadores que estiveram em regime de lay-off só se aplica a quem tenha estado nesta situação um mês civil completo. A 19 de junho, o Governo aprovou o decreto-lei que criou o …

Ordenado de 3 milhões e outros tantos em prémios. O contrato de Jesus à lupa

Jorge Jesus, que esta segunda-feira foi oficialmente apresentado como treinador do Benfica, vai ganhar três milhões de euros líquidos temporada, valor a que acrescem outros tantos milhões mediante prémios. Apesar de vir auferir um salário …

Já com luz verde de Bruxelas, Governo quer Banco de Fomento a funcionar no final do ano

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital disse esta terça-feira à agência Lusa que quer o Banco Português de Fomento a funcionar no final do ano, depois da sua criação ter sido …

"Partenon dos Naufrágios". Grécia abre o seu primeiro museu arqueológico subaquático

A Grécia abriu nesta segunda-feira o seu primeiro museu arqueológico subaquático, que reúne um conjunto de ânforas do século V a.C e que foi batizado como o "Partenon dos Naufrágios", na costa da ilha de …