Governo aponta para salário mínimo nacional de 700 euros

Mário Cruz / Lusa

Ministro das Finanças e ministra de Estado e da Presidência anteviram aumento semelhante ao dos últimos dois anos, abrindo ainda caminho à possibilidade de o valor aumentar durante as negociações com sindicatos e patrões.

Em linha com os que têm sido os aumentos dos últimos anos, o salário mínimo nacional deverá, em 2022, fixar-se nos 700 euros, abrindo caminho para o objetivo definido pelo Governo de em 2023 chegar à meta dos 750 euros. Os primeiros sinais foram dados por João Leão, na entrevista que concedeu à TVI, na última terça-feira, na qual adiantou que o aumento será semelhante aos de 2020 e 2021, ou “ainda superior“, escreve o Público.

Mais recentemente, Mariana Vieira da Silva, ministra de Estado e da Presidência, avançar que o Governo deverá propor “um aumento de pelo menos 30 euros“, havendo, ainda assim, “sempre uma margem que fica para estas decisões finais” — o que indicia que o aumento pode ser ainda maior. Em entrevista à Renascença/Público, a governante não se quis comprometer com um valor final, mas lembrou que nos próximos dois anos terá de haver um aumento de 85 euros.



Na proposta de Orçamento do Estado para 2022 entregue na Assembleia da República, o Governo afirma que “deverá continuar a trajetória de valorização significativa dos últimos cinco anos” e que o salário mínimo — atualmente nos 665 euros — “vai aumentar em linha com o aumento médio dos últimos anos”.

Nas próximas semanas, o valor ficará fechado após as reuniões com a concertação social na certeza, porém, de que do lado dos sindicatos a postura vai ser a defesa do valores mais altos (a UGT pede 715 euros e a CGTP 850 euros), ao passo que os patrões, à semelhança do que tem acontecido nos últimos anos, deverão contestar a subida, justificando-se com a necessidade de uma evolução que faça jus à produtividade.

As dúvidas, neste momento, prendem-se com o caminho que o Governo deverá escolher para atingir a meta dos 750 euros em 2023: se vai seguir o exemplo dos dois últimos anos e optar por uma subida na ordem dos 4,7% já em 2022 — o que constituiria uma subida de 31 euros, para os 696 euros, e deixaria para 2023 um aumento de 54 euros — ou distribuir pelos dois anos os 85 euros [a diferença entre o valor atual e os 750 euros] que pretende aumentar. Nesta segunda opção, o salário mínimo para o próximo ano teria de aumentar 42,5 euros em 2022, para 797,5 euros, e no ano seguinte.

  ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Prisão preventiva para suspeitos da morte de jovem no metro das Laranjeiras

Os quatro suspeitos da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa, ficaram em prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial. Os quatro arguidos, com idades entre os …

Cristiano vs. Salah: Klopp não queria comparar mas comparou

Treinador do Liverpool não acredita que vai encontrar um adversário debilitado: "Eles são capazes de fazer coisas incríveis". É o grande jogo de futebol no Reino Unido e um dos mais aguardados em todos os países: …

Bastonário dos Médicos considera direção executiva do SNS "um disparate"

O bastonário da Ordem dos Médicos considera que a criação da direção executiva do Serviço Nacional de Saúde, proposta no Estatuto do SNS aprovado esta quinta-feira, é "um disparate" e que há estruturas que podem …

João Leão no Parlamento: "A alternativa é um Orçamento apresentado pelo PSD"

O ministro das Finanças afirmou, esta sexta-feira, na Assembleia da República, que a alternativa à viabilização à esquerda da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) é um Orçamento feito pelo PSD. "A alternativa que …

Mais de 30 mil mulheres polacas recorreram a métodos de aborto ilegais ou no estrangeiro desde a alteração na lei

Proibição à interrupção voluntária da gravidez entrou em vigor no início deste ano e as  exceções só se aplicam a casos de violações, incestos ou quando a saúde da mãe está em risco. Pelo menos 34 …

Fenprof anuncia nova greve no dia 12 e concentração em frente ao Parlamento

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou, esta sexta-feira, a realização de uma concentração em frente à Assembleia da República no dia 5 de novembro e a adesão à greve nacional da Administração Pública marcada …

Luis Díaz será a prioridade do Newcastle

Valor de mercado será agora inacessível para os clubes italianos, escreve-se... em Itália. O novo Newcastle deverá atacar o mercado do futebol com estrondo, possivelmente já daqui a pouco mais de dois meses, e a prioridade …

Rui Rio, presidente do PSD

Rio apresenta recandidatura. "Seria muito prejudicial para o país se o PSD mudasse agora de líder"

O presidente do PSD apresentou, esta sexta-feira, na cidade do Porto, a sua recandidatura à liderança, tendo considerado que "seria muito prejudicial", não só para o país como para o partido, mudar agora de líder. Rui …

"Conquistem a vaga no relvado": aviso à UEFA sobre a nova Liga dos Campeões

Associação das Ligas Europeias contra vagas garantidas para clubes que não terminarem o campeonato nacional num dos primeiros lugares. A reunião da Associação das Ligas Europeias de futebol terminou com o reforço de posições públicas contra …

Bloco diz que as suas nove propostas foram rejeitadas. Governo aponta avanços em sete

O Bloco considerou, esta sexta-feira, que o Governo recusou as suas nove propostas para chegar a acordo no Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). O Executivo, por sua vez, considera que há avanços negociais em …