Fraude dos motores VW explicada pela… VW

A Volkswagen tem feito tudo o que pode para deixar para trás o escândalo das emissões camufladas, e para tentar fazer passar a imagem de total transparência quanto ao assunto, disponibiliza um vídeo que explica o que se passou e como irá resolver o problema.

Enquanto ainda está meio mundo em choque por ver a complacência com que os governos está a lidar com o problema, a Volkswagen tenta limpar a sua imagem, apresentando um vídeo técnico que explica o princípio de funcionamento de um motor diesel, as suas emissões, e as técnicas utilizadas para as minimizar.

De seguida, aborda a questão da “batota” que foi feita, para reduzir as emissões durante o período de teste, sendo que depois em condução normal essas emissões eram/são bem superiores aos limites máximos permitidos; e avança para as formas como supostamente pretenderá corrigir o problema.

Mas o verdadeiro problema é que os especialistas continuam a não estar convencidos com as “soluções” avançadas pela VW, que consistem numa actualização do firmware para os motores 2.0 e 1.2, e num “optimizador de fluxo” – um pedaço de plástico – no modelo 1.6.

Muitos dizem que a única solução real seria instalar um sistema SCR de tratamento dos gases de escape, mas que isso seria algo que custaria milhares de euros por cada veículo.

Enquanto se aguardam pelas correcções (e reacções a essas correcções) e quais serão as sanções aplicadas à VW (e demais marcas que têm sido apanhadas a fazer batotas idênticas), resta-nos esperar que todo este incidente sirva para acelerar a adopção dos automóveis 100% eléctricos.

E para incentivar a chegada dos automóveis sem condutor, que potencialmente poderiam retirar das estradas cerca de 90% dos veículos, que na verdade passam a maior parte do tempo parados num estacionamento ou nas filas de trânsito (que eles próprios contribuem para criar.)

Aberto até de Madrugada

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. É absurda conclusão deste artigo, em que diz “esperar que todo este incidente sirva para acelerar a adopção dos automóveis 100% eléctricos”. Os veiculos electricos, por muitas razoes, nunca poderão ser uma solução geral para os transportes. A verdadeira solução consiste em substituir um mau combustivel como o gasóleo por um bom combustível como o gás natural. Para mais pormenores ver a Declaração da APVGN em http://apvgn.pt/declaracao-da-apvgn-acerca-do-ciclo-diesel/

    • Os únicos bons combustíveis são os “carbono neutros”, como por exemplo o biodiesel, bioetanol, ou metano sintético. Estes 3 têm potencial para substituir gasolina, gasóleo e GPL/Gás natural, de origem fóssil. O gás natural é um mau combustível, na medida em que continua a explorar recursos limitados que a natureza se encarregou de armazenar durante milhões de anos, de modo a todos termos hoje uma atmosfera não nociva à vida. Os veículos elétricos poderão substituir 100% da frota atual, especialmente após a conclusão da maior fábrica de baterias de lítio do mundo, da Tesla, que irá duplicar a produção mundial e baixar os custos significativamente. No entanto, tudo aponta para que a melhor solução sejam os híbridos, com sistema 100% elétrico de tração, com regeneração de energia em travagem, e com apoio de gerador a combustível líquido ou gás, que continuam a oferecer uma maior densidade energética, rapidez de enchimento e baixos custos de armazenamento e transporte.

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …