Fantasma de Rui Rio assombrou congresso do PSD (e foi “muito feio”)

presidencia.pt

O economista Rui Rio, ex-presidente da Câmara Municipal do Porto

No rescaldo do 36.º Congresso do PSD, em Espinho, a grande figura é Rui Rio que nem sequer marcou presença no encontro social-democrata. Mas o seu “fantasma” andou por lá, como lamenta o próprio ex-presidente da Câmara do Porto, afirmando que o tentaram “denegrir” com invenções.

Num artigo de opinião no Jornal de Notícias, Rui Rio nota que aqueles que o criticaram durante o Congresso do PSD, que decorreu neste fim-de-semana, em Espinho, “acabaram por lhe dar razão” pelo facto de ter decidido não comparecer.

Se, para eles, fui tão relevante ao não estar, como não teria sido se eu lá tivesse estado. Não teria havido palavra minha que não tivesse tido mil e uma interpretações e mil e uma especulações, ou seja, justamente, o que eu não queria”, escreve Rui Rio no texto intitulado “Assim não!”.

Rio tinha dito que não ia ao congresso para não “perturbar”, numa altura em que o seu nome ganha peso como possível candidato à liderança do PSD.

“Um fantasma de que não se conseguem libertar”

Visando directamente Pedro Santana Lopes, no seu artigo no JN, o ex-autarca assume que ficou “triste” por o ouvir dizer que não foi ao Congresso para “não ofuscar o líder”, alegando que “nunca disse tal disparate”.

O ex-secretário-geral do PSD até sublinha que não tem proferido “grandes críticas públicas”, isto apesar de “não concordar com alguns aspectos da gestão partidária que tem sido feita nos últimos anos”, escreve.

“Foi feio, muito feio, ver congressistas com efectivas responsabilidades políticas inventarem o que não existiu para, assim, me procurarem denegrir ou, dito de outra forma, procurarem exorcizar um fantasma que criaram no seu imaginário e os aterroriza; e do qual, pelos vistos, não se conseguem libertar”, refere ainda o social-democrata no mesmo texto, no qual fala de “cobardia”.

Passos pode já estar a preparar a sucessão

Estas declarações de Rui Rio vêm dar peso à questão da sucessão a Passos Coelho que é tema quente no PSD, apesar de o líder ter sido reeleito no cargo apenas no mês passado.

Ninguém coloca em causa a liderança imediata do partido no imediato, mas é certo que o próprio Passos pode já estar a pensar num futuro PSD sem o seu comando. Esse cenário poderá já colocar-se em 2017, depois das eleições autárquicas.

No congresso, Passos definiu como grande objectivo próximo do PSD a recuperação da maioria das Câmaras ao PS. Uma missão dura que pode levar o próprio Passos a concorrer à Câmara de Lisboa e atirá-lo para fora da liderança social-democrata, caso as coisas não corram da melhor forma.

A escolha de Maria Luís Albuquerque para vice-presidente do PSD será visto por alguns, dentro do partido, como um sinal de que Passos poderá já estar “a preparar o pós-2017”, destaca o Público.

Esta decisão de promover a ex-ministra das Finanças a um cargo de topo no PSD é mal encarada por muitos sociais-democratas, não tanto por ela ser militante há pouco tempo, desde 2011, mas particularmente pela recente polémica da sua contratação por parte da empresa britânica gestora de dívida, Arrow Global.

Esse detalhe fragiliza a sua posição perante a opinião pública, mas Passos considera que Maria Luís Albuquerque “fez um lugar notável” como ministra e que “tem todas as condições para fazer um lugar muito bom como vice-presidente do PSD”, disse no congresso.

SV, ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

    • Pois não!…
      Quem vale muito é o parasita incompetente do Passos, com amigos como o Relvas, o Marco António, o Gaspar, a Maria Luis, etc, etc…

  1. Considero lamentável que o senhor jornalista SV do que se passou no congresso do partido Social democrata apenas retirou a opinião do Dr. Rui Rio em entrevista dada ao Jornal de Notícias. Faço este comentário porque considero que todos nós devemos fazer um esforço para que a informação seja a mais imparcial e rigorosa possível. Senão para que é que serve?

  2. O senhor Rui Rio além de mais alguns outros se pretendem contestar deviam ter dado a cara no congresso e não o fazer de fora para dentro cobarde-mente.

  3. Rui Rio é um politico já com muita estrada; podia ter ido ao congresso mas, acertadamente, percebeu que iria recolher mais “frutos” com a ausência do que com a presença num congresso que nada trouxe de novo e se limitou a “arrastar” um lider que todos sabem que está a prazo.

RESPONDER

Pai de Valentina condenado a 25 anos de prisão. Madrasta condenada a 18 anos e 9 meses

O pai da criança que foi encontrada morta, em maio do ano passado, em Peniche, foi condenado a 25 anos de prisão. A madrasta foi condenada a 18 anos e nove meses. De acordo com o …

Luís Correia deixa PS. Vai recandidatar-se a Castelo Branco como independente

O ex-presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia, deixou o PS e vai recandidatar-se como independente à presidência da autarquia este ano. De acordo com o jornal Público, o ex-presidente da Câmara de Castelo Branco, …

DGS atualiza regras para partos. Hospitais têm de assegurar condições para acompanhantes

A Direção-Geral da Saúde fez uma revisão nas orientações de modo a facilitar o acesso dos acompanhantes e para deixar exclusivamente ao critério da mãe o contacto pele a pele com o bebé e a …

Portugal com mais uma morte por covid-19 e 610 novos casos de infeção

Portugal registou, esta quarta-feira, mais uma morte e 610 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 610 …

Quartos para arrendar estão mais baratos em Lisboa. A culpa é da pandemia

A pandemia provocou uma quebra de preços mas a capital ainda é a cidade onde fica mais caro arrendar um quarto. Ao longo do último ano foi na cidade de Lisboa que se registou a …

MP acusa ativista que interrompeu António Costa de desobediência qualificada. Arrisca 2 anos de prisão

Em 2019, um ativista do movimento Extinction Rebellion Portugal interrompeu e tirou o microfone ao primeiro-ministro António Costa no jantar de aniversário do Partido Socialista. Agora, está a ser acusado de desobediência qualificada. De acordo com …

Jerónimo de Sousa lança críticas ao PS no arranque das autárquicas

Jerónimo de Sousa focou as suas críticas no PS no dia em que a CDU apresentou o compromisso da coligação parar as eleições autárquicas. A CDU promoveu, esta terça-feira, um "ato público" para apresentar o compromisso …

Cabrita vai explicar contrato do SIRESP ao Parlamento

O Parlamento vai ouvir o ministro da Administração Interna para explicar o problema da rede de comunicações de emergência do Estado, SIRESP, cujo contrato termina ainda este ano. A audição de Eduardo Cabrita foi aprovada por …

Falha de luz estraga 2400 vacinas em Famalicão. Almirante desvaloriza e Graça Freitas prevê "abundância"

Uma falha de energia eléctrica no Centro de Vacinação de São Cosme, em Famalicão, no distrito de Barcelos, levou à inutilização de 2400 vacinas. Um incidente que compromete a administração de doses no concelho numa …

Vacinação alargada a diabéticos, obesos e doentes oncológicos. Portugal vai dar vacina da Johnson

Marta Temido, ministra da saúde, Graça Freitas, directora-geral da Saúde, e Gouveia e Melo, coordenador da task force de Vacinação, fazem o balanço da primeira fase de vacinação contra a Covid-19 em Portugal, revelando mudanças …