Passos quer reformar mas não tem pressa de governar

O presidente do PSD terminou este domingo o 36.º Congresso com menos apoio nas urnas à sua direção e com novos apelos a reformas estruturais nas políticas públicas, segurança social e lei eleitoral, com que já tinha iniciado a reunião.

No seu discurso de encerramento do 36.º Congresso, que decorreu em Espinho, Pedro Passos Coelho disse não esperar eleições nos próximos anos, assegurou que o partido “não tem pressa”.

Reiterou ainda uma ideia expressa na abertura da reunião magna, quando classificou como legítima e consistente a atual maioria que suporta o Governo.

Somos um partido da oposição. Não concordamos com este Governo nem com esta maioria”, diz o presidente do PSD, “sabemos que este Governo e esta maioria não precisam de nós”.

O ex-primeiro-ministro ressalvou que o PSD não está “do contra por estar do contra”, mas por discordar das políticas, e deixou uma mensagem ao PS.

“Estas políticas não são as nossas. Não queiram falar em compromisso de ideias, de projectos, se não se aproximarem de nós”, disse.

Passos Coelho propôs ainda rever, “pedra por pedra”, as principais políticas públicas na área social, incluindo educação, saúde e apoio social, para melhorar a redistribuição de rendimentos e combater as desigualdades.

Na eleição dos órgãos nacionais, Passos Coelho conseguiu 33 dos 70 lugares do Conselho Nacional, quase o dobro dos 18 lugares que tinha elegido há dois anos, e depois de ter integrado na sua lista elementos das estruturas autónomas da JSD e TSD.

PSD / Flickr

-

Maria Luís Albuquerque subiu a vice-presidente

Mas se na eleição para o ‘parlamento do partido’ os resultados foram melhores do que há dois anos, na eleição da Comissão Política Nacional – que tem como principal novidade a passagem da ex-ministra das Finanças Maria Luís Albuquerque de militante de base a vice-presidente – Passos Coelho registou o pior resultado de sempre desde que é líder: 79,8% dos votos, com um quinto dos votantes a não sufragarem a direção do líder.

A subida de Maria Luís Albuquerque à direção foi justificada por duas vezes por Passos Coelho pelas suas qualidades “notáveis” como ministra, mas outras figuras do partido reagiram sem tanto entusiasmo.

Paulo Rangel considerou a escolha “previsível”, Pedro Duarte disse que teria optado por “uma lógica de renovação” e José Eduardo Martins remeteu para o presidente a responsabilidade pela direção.

Os três dias de congresso decorreram, como se esperava, sem críticas claras a Passos Coelho e apenas o ex-secretário de Estado José Eduardo Martins fez alguns reparos à forma como o PSD tem feito oposição, pedindo mais inteligência e que o partido assuma “na plenitude” a sua matriz social-democrata.

As eleições autárquicas do próximo ano foram o tema que mais entusiasmou os congressistas, com o presidente dos Autarcas Social-Democratas, Álvaro Amaro, e o ex-ministro da Defesa José Pedro Aguiar-Branco a pedirem a todos os notáveis do partido que “não fiquem no sofá” e estejam disponíveis para esse combate.

Aguiar-Branco foi mais longe e sugeriu Pedro Duarte como candidato ao Porto e José Eduardo Martins a Lisboa.

PSD / Flickr

-

Santana Lopes foi o único ex-líder do PSD a marcar presença no congresso

Pedro Santana Lopes – o único ex-líder do PSD a marcar presença no congresso de Espinho – também foi questionado sobre a sua disponibilidade para estas eleições e disse não estar “para aí virado”.

No palco, deixou um pedido de calma ao partido sobre o tema: “’Keep cool’, tenhamos calma, tudo a seu tempo”.

O novo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, mereceu uma referência no discurso de abertura de Pedro Passos Coelho, que enviou um abraço ao ex-líder social-democrata e defendeu que o chefe de Estado não deve ser instrumentalizado pelos partidos.

Foi Pedro Santana Lopes quem homenageou no seu discurso o antigo Presidente da República e também ex-líder do PSD, Aníbal Cavaco Silva – que mereceu um aplauso de pé por parte dos congressistas.

Santana realçou que, pela primeira vez na história, há um empate 2-2 entre chefes de Estado oriundos do PS – Soares e  Sampaio) e do PSD – Cavaco e Marcelo.

“Um dia haverá quem desempatará”, vaticinou.

Bom Dia

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Que escumalha!…
    O PSD vai longe com esta gentalha….
    De um partido que tem um vice que é um parasita mafioso (Marco António Costa), não se pode esperar boa coisa!…

RESPONDER

Colaborador de Macron investigado por agredir manifestante

A justiça francesa anunciou a abertura de uma investigação preliminar após a transmissão de imagens de um colaborador do Presidente Emmanuel Macron a agredir um manifestante no 1º de maio. A investigação também tem como alvo …

Mbappé vai doar todo o dinheiro que ganhou no Mundial

O jogador francês Kylian Mbappé prometeu oferecer os ganhos financeiros obtidos no Mundial 2018. E vai mesmo cumprir com a sua promessa. Kylian Mbappé prometeu e vai cumprir. O jogador da seleção francesa vai oferecer a totalidade …

MP abre inquérito sobre alegadas irregularidades na reconstrução de casas de Pedrógão

O Ministério Público abriu um inquérito para investigar alegadas irregularidades na reconstrução de casas afetadas pelos incêndios de Pedrógão Grande, em junho de 2017, disse à agência Lusa fonte da Procuradoria-Geral da República (PGR). "Confirma-se a …

Bruxelas quer passageiros portugueses a pagar taxa aeroportuária em Lisboa

A Comissão Europeia considera que ao cobrar esta taxa apenas a não residentes, Portugal está a discriminar em função da nacionalidade. A Comissão Europeia enviou, esta sexta-feira, um parecer fundamentando a Portugal reclamando que a taxa …

Justiça espanhola recusa extradição de Puigdemont apenas por peculato

O Tribunal Supremo espanhol decidiu cancelar o mandado europeu de detenção do ex-presidente do Governo catalão, recusando-se a julgar o independentista em fuga apenas pelo alegado delito de peculato e não pelo de rebelião. O juiz …

Militante envolvido na falsificação de fichas do PS nomeado para administrador de saúde

Um dos novos administradores que o Governo nomeou para o Centro de Medicina de Reabilitação da Região Centro, António João Paredes, é um militante que esteve envolvido no processo de fichas falsas do PS de …

Francisco J. Marques constituído arguido no caso dos e-mails

Francisco J. Marques foi interrogado pela PJ a em março deste ano, na qualidade de arguido, no âmbito do chamado caso dos e-mails, relacionado com a divulgação, no Porto Canal, de correio eletrónico do Benfica. O …

Facebook vai banir notícias falsas e violência (mas não a negação do Holocausto)

O Facebook vai remover informações falsas publicadas na rede social que possam contribuir para atos de violência iminente, anunciou a empresa, que já testou a medida no Sri Lanka, recentemente abalado pelos conflitos inter-religiosos. “Estamos a …

João Benedito formaliza candidatura à presidência do Sporting

O antigo guarda-redes e ex-capitão da equipa de futsal do Sporting apresentou, esta quinta-feira, a sua candidatura às eleições do Sporting. João Benedito, o mais recente candidato à presidência do Sporting, apareceu juntamente com a sua …

China lança centro de investigação para clonar primatas

A China lançou um centro de investigação para clonar primatas, na cidade de Xangai, que permitirá avançar no diagnóstico e tratamento de doenças celebrais, informou esta quinta-feira a imprensa local. O centro, que faz parte de …