Espanha abre fronteiras com Espaço Schengen no dia 22. Exceto com Portugal

Mariscal / EPA

Pedro Sánchez, primeiro-ministro espanhol

Espanha antecipou para 22 de junho a abertura de fronteiras com todos os países do Espaço Schengen, mas manteve para 1 de julho a previsão de reabertura com Portugal.

De acordo com a agência EFE, a revelação foi feita durante a décima quarta e última reunião de videoconferência mantida durante o estado de emergência entre o presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez, e os presidentes das regiões autónomas do país. Desta forma, Espanha antecipou para 22 de junho a abertura das fronteiras com todos os países do Espaço Schengen, exceto com Portugal.

Na mesma reunião, o primeiro-ministro espanhol confirmou também a cerimónia prevista para 1 de julho, na reabertura de fronteiras com Portugal. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o rei Felipe VI, e os primeiros-ministros dos dois países vão estar juntos na reabertura das fronteiras entre Portugal e Espanha.

A cerimónia terá lugar entre Caia e Badajoz, estando previsto que as comitivas portuguesa e espanhola se encontrem na fronteira e a cruzem para o lado de Espanha, para uma receção, e em seguida passem para o lado de Portugal, para um almoço.

Devido à pandemia de covid-19, as fronteiras terrestres entre Portugal e Espanha foram encerradas às 23h00, do dia 16 de março (00h00 de dia 17 em Espanha), com nove pontos de passagem exclusivamente destinados ao transporte de mercadorias e a trabalhadores que tenham que se deslocar por razões profissionais, em termos definidos em conjunto pelos dois países.

O Governo de Espanha começou por anunciar a reabertura das fronteiras com Portugal para o dia 22 de junho, anúncio a que o Governo português reagiu com surpresa, tendo sido depois acertado o dia 1 de julho.

Ouvidos pelo jornal Público, diplomatas espanhóis usaram até a expressão “metadura de pata” (meter a pata na poça, como se diz em Português) para explicar a forma precipitada como o país vizinho anunciou a reabertura das fronteiras.

A diplomacia espanhola diz carregar nas costas os “sucessivos erros” do seu Governo, notando as “dificuldades de articulação no seio do gabinete liderado pelo socialista Pedro Sánchez e por Pablo Iglesias, do Unidas-Podemos, o primeiro de coligação na história democrática do país”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Nem devia abrir fronteira alguma enquanto os espanhóis não explicarem as razões de ter deixado de haver registo de mortes de um dia para o outro, a partir de 26 de maio em que houve 280!

  2. Primeiro era para abrir as fronteiras no dia 15/6.. espanha disse nao, so no dia 1/7.. e Portugal ficou a olhar, com protesto minimo… Agora querem abrir no dia 22 e Portugal so abre no dia 1/7… Atrasadinhos…..

RESPONDER

Raíssa faz bolachas com o lema "Fora Bolsonaro". Já se tornaram virais

Uma brasileira começou a fazer bolachas com o lema "Fora Bolsonaro" em jeito de brincadeira, mas agora já vende centenas todos os dias. Aquilo que começou como uma simples brincadeira, acabou por tornar-se viral. A ideia …

Zara, 19 anos, quer ser a mulher mais nova de sempre a voar sozinha à volta do mundo

Uma jovem, de 19 anos, pôs mãos à obra para levar a cabo um "gap year" (o chamado ano sabático) com um propósito muito fora do comum: tornar-se a mulher mais nova de sempre a …

Francês diz ter usado método matemático para ganhar o Euromilhões

O francês, que não quis revelar a sua fórmula à imprensa, ganhou, no dia 11 de junho, 30 milhões de euros com a combinação com a qual jogava há um mês. A história foi contada, esta …

Mais de metade da população portuguesa já tem a vacinação completa

Mais de metade da população residente em Portugal (52%) já tem a vacinação completa contra a covid-19, revela o relatório semanal de vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último relatório semanal …

Campeão olímpico criou problemas no seu país natal

Richard Carapaz, medalha de ouro no ciclismo, foi direto: "O país nunca acreditou em mim". Presidente do Equador, ministro e Comité Olímpico reagiram. Poucos dias depois de ter subido ao pódio final da Volta a França …

Jovens preocupados com fertilidade e efeitos secundários das vacinas contra a covid-19

Com o avanço das campanhas de vacinação, um grande número de pessoas das faixas etárias baixo dos 30 anos mostra-se relutante em tomar a vacina contra a covid-19. Os jovens falam de preocupações com fertilidade …

Dois gestos de Cla(ri)sse que ficam para a memória olímpica

Clarisse Agbégnénou foi campeã olímpica no judo, pela primeira vez - mas a atitude que demonstrou, mal venceu a final, ficará também para os registos. Campeã mundial cinco vezes, mais duas medalhas de prata. Cinco medalhas …

Sindicatos avançam com ações legais para travar despedimento coletivo na TAP

Os sindicatos que representam os trabalhadores da TAP vão avançar com ações legais para travar o despedimento coletivo que a empresa iniciou na segunda-feira, que abrange 124 profissionais. "Até agora houve conversa, a partir de agora …

Ginastas alemãs usam fato integral para combater sexualização da modalidade

Ao contrário do que acontece com os ginastas masculinos, que podem optar por calções ou calças, as mulheres competem, desde o início da modalidade, de bodies que expõem grande parte do seu corpo. Quando, no último …

Tribunal europeu dá razão à SIC e condena Estado por violar liberdade de expressão

Portugal foi condenado pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem (TEDH) por violação da liberdade de expressão num caso em que a SIC foi obrigada a indemnizar um ex-deputado do PS por ofensa à sua …