ESA e Roscosmos vão tentar aterragem histórica em Marte

ATG Medialab / ESA

-

O módulo Schiaparelli a separar-se da sonda TGO (Trace Gas Orbiter) da missão ExoMars 2016

A missão ExoMars 2016, uma parceria entre a Agência Espacial Europeia (ESA) e a Agência Espacial Federal Russa (Roscosmos), deverá chegar a Marte no dia 16 de outubro e lançar o módulo Schiaparelli para a superfície do planeta, para realizar estudos ambientais.

ExoMars

O foguetão Proton-M que integra a missão foi lançado a partir de Baikonur, no Cazaquistão, no dia 14 de março deste ano.

A missão ExoMars tem como objetivo encontrar sinais de atividade biológica e geológica em Marte e, se tudo correr conforme o planeado, a NASA deixará de ser a única agência espacial a ter realizado, com sucesso, uma aterragem no planeta.

Mais de 40 missões foram enviadas para o planeta vermelho desde o início de 1960.

A primeira tentativa de levar uma sonda para Marte teve lugar em Novembro de 1962, mas a sonda espacial da União Soviética, designada de Sputnik 24, não conseguiu deixar a órbita da Terra.

Os Soviéticos repetiram a experiência em 1971 e 1973, mas todas as sondas se destruíram com o impacto ou simplesmente não conseguiram chegar ao local planeado.

A Agência Espacial Europeia também não tem muita experiência – em 2003, a sonda Beagle 2 chegou à superfície de Marte, mas os seus painéis solares falharam e o equipamento ficou sem energia e sem qualquer contacto com a Terra.

Agora, a ESA têm enormes expectativas que a missão ExoMars, em parceria com a Roscosmos, aterre no planeta sem se destruir pelo caminho.

ESA/ATG medialab

Ilustração do interior da Schiaparelli, módulo de demonstração de Entrada, Descida e Aterragem da ExoMars 2016.

Ilustração do interior da Schiaparelli, módulo de demonstração de Entrada, Descida e Aterragem da ExoMars 2016.

Segundo os especialistas, a missão leva a bordo a sonda TGO (Trace Gas Orbiter) e o módulo Schiaparelli, que vão chegar ao planeta no dia 16 de outubro e depois vão separar-se.

A sonda TGO vai ficar numa órbita elíptica de 96 horas de duração à volta de Marte, para recolher dados sobre a sua atmosfera e procurar metano – que na Terra é responsável por originar processos biológicos e geológicos -, vapor de água e outros gases.

Já o módulo Schiaparelli irá pousar, no dia 19, no planeta vermelho, para medir a velocidade do vento, humidade, pressão atmosférica e temperatura de Marte.

O local previsto de aterragem é a região Meridiani Planum, e a descida deverá demorar seis minutos.

Os especialistas revelam que o módulo Schiaparelli tem de entrar na atmosfera de Marte num ângulo perfeito – caso contrário irá sobreaquecer – e o paraquedas precisará de abrir corretamente, enquanto que três conjuntos de propulsores vão ajudar a diminuir a velocidade da sonda.

O Schiaparelli tem apenas uma hipótese de aterrar corretamente no planeta e qualquer erro que aconteça nesta missão será analisado para uma próxima missão, em 2020.

BZR, ZAP / Hypescience

PARTILHAR

RESPONDER

Nigéria. Youtube fecha canal de pastor que pretende "curar a homossexualidade"

O pastor nigeriano TB Joshua apelou aos seus seguidores a "rezarem pelo YouTube" e a não responderem através do ódio ao encerramento do seu canal naquela plataforma, onde colocou vídeos em que afirmava "curar a …

Esquemas de Wall Street alimentaram a crise de 2008. Está a voltar a acontecer o mesmo

Bancos têm erroneamente relatado dados de rendimento inflacionados que comprometem a integridade dos valores imobiliários resultantes. Foi há mais de 12 anos que foi anunciada a falência do Lehman Brothers, o quarto maior banco de investimento …

Chelsea e Manchester City preparam-se para sair da Superliga Europeia

Os dois clubes ingleses estão a preparar-se para se retirar formalmente da Superliga Europeia, avança, esta terça-feira, a imprensa britânica. O jornal The Guardian avançou, tal como a generalidade da imprensa britânica, que o Chelsea e …

Rússia planeia clonar e "ressuscitar" um exército cita com 3.000 anos

Há duas décadas, arqueólogos da Sibéria encontraram os restos mortais de guerreiros citas com três mil anos com os seus cavalos na República de Tuva. Agora, a Rússia quer cloná-los. O ministro da Defesa da Rússia …

Levantada imunidade parlamentar a António Gameiro, suspeito na Operação Triângulo

A comissão de Transparência aprovou, esta terça-feira, um relatório favorável ao levantamento da imunidade parlamentar ao deputado António Gameiro (PS), envolvido na "Operação Triângulo". A decisão foi tomada por unanimidade na reunião desta terça-feira da comissão …

Medina confirma que ex-vereador Manuel Salgado é um dos visados na investigação da PJ

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa confirmou, esta terça-feira, que um dos visados na investigação da Polícia Judiciária (PJ) a suspeitas de crimes de abuso de poder e corrupção é o ex-vereador do Urbanismo …

Jeff Bezos quer transformar a Amazon no "melhor empregador da Terra"

O CEO da Amazon admitiu que é preciso fazer mais pelos trabalhadores e revelou que um dos seus principais objetivos é fazer da empresa "o melhor empregador da Terra". As más condições de trabalho a que …

Montenegro "hipotecou-se" à China (e agora quer a ajuda da Europa para se libertar)

Montenegro aceitou um empréstimo gigante da China para construir uma rodovia. Agora, o minúsculo país montanhoso quer ajuda da União Europeia (UE) para pagar a dívida. A situação em Montenegro é o mais recente conflito numa …

Punir os 12 clubes da Superliga Europeia? O tiro pode sair pela culatra

A UEFA ameaça punir os clubes que participem na Superliga Europeia. No entanto, tomar medidas precipitadas pode fazer com que o tiro saia pela culatra. O mundo do futebol foi abalado pelo anúncio de uma Superliga …

Criados 280 postos para vacinar 100 mil pessoas por dia

Duzentos e oitenta postos de vacinação rápida e de resposta reforçada estão a ser criados em todo o país para se conseguir vacinar 100 mil pessoas por dia, disse esta terça-feira à agência Lusa o …