“Em política, o ridículo mata”. Cabrita “suicidou-se” e Pedro Nuno Santos devia sair “pela porta grande”

Carlos Barroso / Lusa

Luís Marques Mendes

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Luís Marques Mendes disse que Pedro Nuno Santos foi “humilhado” por António Costa e devia ter pedido a demissão. Já Eduardo Cabrita “não tem condições para continuar em funções”.

O comentador da SIC disse, este domingo, que o primeiro-ministro António Costa “maltratou”, “desautorizou”, “humilhou” e “desacreditou” em público o ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos.

Segundo Marques Mendes, “o Governo tinha mesmo a intenção” de levar o plano de reestruturação da TAP a votos no Parlamento, uma vez que foram feitos contactos oficiais com o PSD, mas considera que o primeiro-ministro só tinha um de dois caminhos: ou dar uma “reprimenda” ao ministro em privado ou demiti-lo de funções.

O ex-líder do PSD disse que atribuir a informação a uma “má fonte” é uma forma de dizer que o ministro “não é credível, não é confiável, é melhor não acreditarem na palavra dele”.

“Isto não é só desautorizar um ministro. É maltratá-lo é desacreditá-lo na praça pública. Nem Sócrates, com o feitio que tinha, fazia isto. Muito menos António Guterres, que tinha princípios e era um senhor”, afirmou Marques Mendes. “Nunca na vida tinha visto isto”.

Ainda assim, Marques Mendes critica também Pedro Nuno Santos. “Não sai bem desta fotografia: foi desautorizado publicamente. Se foi desautoriazado, só tinha um caminho, pedir a demissão e sair pela porta grande“. Por outro lado, elogia o facto de não ter disfarçado “a derrota” e de ter assumido. “Isso é nobreza de caráter”.

Cabrita “não tem condições para continuar em funções”

Se Costa, por um lado, “desautorizou e humilhou um adversário interno” [Pedro Nuno Santos], “segurou um ministro que é amigo” – Eduardo Cabrita.

Porém, Marques Mendes não tem dúvidas que o ministro da Administração Interna “não tem condições para continuar em funções”, uma vez que sobre o SEF “agiu tarde e a más horas” .

“Já está a ser criticado por toda a gente, incluindo do seu partido. Em política o ridículo mata e este ministro suicidou-se“, afirmou Marques Mendes.

Marques Mendes criticou a postura e declarações de Cabrita no final de uma reunião de Conselho de Ministros. “O ministro vangloriou-se e ele é que esteve mal. Um ministro que atua desta maneira deve ser posto na rua“, defendeu o comentador.

Marques Mendes também apontou o dedo a Costa, notando que “tem enormes responsabilidades”, já que “durante nove meses, que se saiba, não fez nada”. “O primeiro-ministro aqui não liderou. Não chega ter habilidade, é preciso ter capacidade de liderança”, referiu. “O primeiro-ministro só tinha uma solução: substituir o ministro. Optou por defender um amigo“.

Marques Mendes disse ainda ser “inqualificável” o facto de o diretor nacional da PSP, Magina da Silva, ter revelado os pormenores da conversa que teve com o Presidente da República sobre o futuro do SEF. As declarações demonstram, segundo Marques Mendes, “a falta de autoridade do ministro“. “A solução é ser substituído. Quanto mais tarde pior”, reforçou.

A recandidatura de Marcelo e o estado da pandemia

Em relação à recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa, Marques Mendes disse que “não é uma surpresa” – nem a sua reeleição.

O comentador disse que Marcelo teve problemas sérios nestes cinco anos, que resolveu bem: a crispação do país no início do mandato; os fogos florestais a meio; e a pandemia do fim.

Porém, isto pode mudar nos próximos cinco anos, segundo Marques Mendes, que citou alguns riscos que podem complicar um segundo mandato: uma eventual crise política, a mudança de líder no PS (que diz ser “praticamente inevitável) e a alternativa de centro-direita.

Em relação à pandemia, Marques Mendes sublinhou que o número de infetados está a baixar ligeiramente, mas o número de internados e óbitos aumenta.

Além disso, o comentador falou numa contradição sobre o Natal. Enquanto a Chanceler alemã Angela Merkel fez um apelo emotivo ao Parlamento alemão para a tomada de medidas mais restritivas por causa do Natal, em Portugal, as restrições foram aliviadas para a quadra festiva.

É simpático, é popular mas pode tornar-se muito arriscado. Se em janeiro a situação se agravar, já sabemos quem responsabilizar. Entretanto, esperemos que os portugueses sejam mais responsáveis que o Governo”, disse.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Pedem logo a cabeça dos ministros. Deveriam era nomear um director/a para trabalhar em regime nocturno, para controlar a accão dos policias, senão fazem o que querem.

  2. Deviam sair todos, e mandar vir gente nova, por encomenda.

    Porque, infelizmente, somos governados por alguém cujo sopro de dignidade se desvanece na primeira atuação do dia custoso.

  3. Estou aqui na terra do Nuno Santos, em São João da Madeira, e está aqui um senhor a dizer-me que ele é um trotskista muito forte, e que a TAP já foi.

RESPONDER

Mais de metade das Câmaras viola a Lei da Proteção de Dados

Mais de metade das Câmaras Municipais viola a Lei da Proteção de Dados. O levantamento conclui que, das 308 câmaras do país, 177 não cumpriram a lei. O Regulamento Geral de Proteção de Dados dita que …

Após o Brexit, a União Europeia prepara-se para restringir conteúdos britânicos na TV e no streaming

Política, economia e agora cultura. Depois do Reino Unido ter saído da União Europeia, a organização prepara-se diminuir a quantidade de filmes e séries britânicas disponíveis nas estações de televisão e nos serviços de streaming …

Trincão pode rumar ao Wolverhampton

O jovem internacional português poderá ser o próximo futebolista luso a integrar o projeto do Wolverhampton, servindo como "moeda de troca" por Adama Traoré. De acordo com o diário catalão Sport, Francisco Trincão poderá servir como …

"Da Rússia com amor". Operação de espionagem russa em Itália permitiu recolher dados essenciais à Sputnik V

Em março de 2020, o cenário era negro em Itália, e uma equipa humanitária russa foi enviada para apoiar o país nos piores dias da primeira vaga de covid-19. Contudo, a operação escondeu uma missão …

Gil Dias e Rúben Vinagre estão na rota do Benfica

Gil Dias e Rúben Vinagre podem ser reforços do SL Benfica para a próxima temporada. Os dois jogadores estiveram cedidos ao Famalicão esta época. O interesse do SL Benfica em Rúben Vinagre não é recente. O …

Tribunal declara inútil ação do Chega porque proibição à circulação na AML terminou

O Supremo Tribunal Administrativo (STA) considerou inútil, esta segunda-feira,  apreciar a intimação do Chega contra a proibição de entradas e saídas na Área Metropolitana de Lisboa (AML) no fim-de-semana, uma vez que esta medida temporária …

Samaris vai ficar no Benfica

O médio grego prepara-se para iniciar a sua oitava temporada ao serviço do Benfica, apesar das intenções da direção encarnada de pôr um ponto final na relação. Andreas Samaris só admite sair da Luz se receber …

DGS confirma seis surtos ativos em lares. Provocaram 54 casos de covid-19

Esta terça-feira, a Direção-Geral da Saúde (DGS) confirmou que existem, atualmente, seis surtos de covid-19 em lares, que resultaram em 54 casos positivos. A Direção-Geral da Saúde (DGS) confirmou à TVI que existem atualmente seis surtos …

As contas de Portugal para passar aos "oitavos": derrota com França não é o fim

Portugal faz as contas para poder seguir para os oitavos de final do Euro 2020. A seleção até pode perder por duas bolas frente a França, desde que a Hungria não vença a Alemanha. Dinamarca, Holanda, …

Mais de 60% dos partos em casa foram assistidos por médicos. Ordem investiga

A Direção-Geral da Saúde (DGS) adiantou que, dos mais de 1100 partos realizados em casa ao longo do ano passado, 63% tiveram assistência médica. Esta segunda-feira, o jornal Público usou os números divulgados pelo Instituto Nacional …