EDP pode ser responsabilizada pelo incêndio de Pedrógão Grande

António Cotrim / Lusa

A EDP pode vir a ser alvo de processos judiciais por causa das responsabilidades que terá tido no início do grande incêndio de Pedrógão Grande, que matou 64 pessoas. A eléctrica nacional pode ser alvo de responsabilização civil e até criminal.

Este cenário é admitido por vários juristas contactados pela TSF que têm por base as conclusões dos relatórios da Comissão Técnica Independente (CTI) e do Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais (CEIF) da Universidade de Coimbra.

Estes dois documentos, o primeiro entregue no Parlamento e o segundo encomendado pelo Ministério da Administração Interna, apontam falhas à EDP pela falta de limpeza das matas junto aos cabos de média tensão, onde terão começado os dois fogos que originaram o grande incêndio de Pedrógão Grande.

A EDP já negou as conclusões, com o presidente do Conselho de Administração a manifestar-se “chocado” e “surpreendido”, alegando que os locais visados foram alvo de uma inspecção dois meses antes dos fogos.

Todavia, juristas como o juiz Eurico Reis e o advogado Ricardo Sá Fernandes defendem na TSF que a eléctrica pode mesmo vir a ser responsabilizada, civil e até criminalmente.

Os dois relatórios citados incluem diversas imagens, também divulgadas pela TSF, que atestam a alegada falta de cuidado da EDP com a protecção das linhas de média tensão.

CEIF / Universidade de Coimbra

Local de início do fogo em Escalos Fundeiros. A amarelo assinalado o provável ponto de contacto da linha eléctrica com a vegetação.

No relatório do CEIF, os peritos concluem mesmo que o grande incêndio de Pedrógão Grande começou por causa de uma linha de média tensão da EDP, que terá entrado em contacto com a vegetação, apontando a “deficiente gestão de combustíveis na faixa de protecção da linha, por parte da entidade gestora”.

“As árvores nas imediações do suposto local de origem quase que tocam nos cabos eléctricos, sendo possível que, em períodos de vento, como a altura em que se deu a ignição, os seus ramos embatam nas linhas eléctricas“, apontam. “Há vários indícios de que as árvores terão tocado nestes cabos várias vezes porque apresentam várias zonas queimadas perto dos cabos”, constatam ainda os peritos do CEIF.

CEIF / Universidade de Coimbra

Local de início do fogo em Regadas onde é possível ver a proximidade entre a linha eléctrica e os sobreiros.

Já o documento da CTI não atribui responsabilidade directa à EDP, quanto ao início do incêndio, mas constata que a linha de média tensão estava “muito próxima da copa das árvores” e que “o ponto de ignição situa-se num troço da linha de média tensão que, numa extensão de 500 metros, estava desprovido de faixa de protecção”.

A CTI também realça que “não existem evidências de gestão de combustível (mesmo que só superficial)” no troço sob a linha de média tensão que passa por onde terá começado o fogo, em Escalos Fundeiros, revelando a imagem seguinte para o atestar.

Comissão Técnica Independente

Relatório sobre incêndio de Pedrógão Grande da Comissão Técnica Independente mostra alegada deficiente gestão de combustível por parte da EDP.

SV, ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. EDP-Mas não foi vendida ao Governo Chinês? E quem vendeu? Grande negócio! E quem lá está? O Sr Catroga que se vangloriou ter negociado com a TroiKa em representação do PSD e que depois foi para a EDP

    Enfim……

  2. A EDP ? Não acredito…. ! Aquela que quando os velhotes se atrazam no pagamento envia logo a carta a ameaçar ( nos termos legais e referidos ameaçadores Decretos de lei ) cortar a electricidade? Aquela que quando se reclama qualquer coisa analisa por contra própria e tem sempre razão? Não acredito. Uma empresa tão cumpridora da legalidade? Tinha os cabos electricos descuidados?Não acredito,… e pronto ! Quando muito vão analisar e comunicar que a culpa foi das arvores,… e nos termos do artº ” trá lará troca o passo e vem cá ontem,…. ” esta Empresa não tem responsabilidade no que refere árvores que não cumprem a lei e abusadamente provocam acidentes que nos termos legais prejudicam a acção da Empresa. – Está dito e paga a conta.

  3. “A eléctrica nacional”???? Já foi, mas um engravatado Dr. Eng. Adv. qualquer resolveu…ganhar uns trocos e pronto.
    Se a EDP é nacional, então a China também já não é China, é Portugal.
    Ou seja, a EDP já não se devia chamar EDP devia Chamar-se EDC ( Electricidade da China)
    Miséria das misérias!!! Qualquer dia para fazer uns trocos começam a vender os Portugueses.
    Se não nos pomos a pau vai ser assim: (10 cabeças custam X se levarem 15 fazemos um desconto de 50%, se levarem um camião cheio até fica de borla)

RESPONDER

Barcelona contrata Braithwaite para substituir Dembélé

O FC Barcelona anunciou, esta quinta-feira, a contratação do futebolista dinamarquês, do Leganés, para substituir o lesionado Dembélé, depois de pagar a cláusula de rescisão de 18 milhões de euros. Com a contratação de Martin Braithwaite, …

Senador do Ceará baleado ao tentar invadir com uma retroescavadora um quartel tomado por polícias amotinados

Esta quarta-feira, Cid Gomes foi baleado depois de ter invadido com uma retroescavadora um portão de um quartel da Polícia Militar na cidade de Sobral, no estado do Ceará. O senador Cid Gomes foi baleado, na noite …

PS acusa Bloco de "má fé" na escolha de juízes para o Constitucional

O Bloco não gostou de ter ficado de fora da escolha dos dois novos juízes para o Tribunal Constitucional. PS acusa agora o partido de esquerda de "má fé". Numa conferência de imprensa no Parlamento, esta …

Justiça suíça acusa presidente do PSG e ex-responsável da FIFA de gestão danosa

O presidente do Paris Saint-Germain e um antigo secretário-geral da FIFA foram acusados de gestão danosa pela justiça suíça, numa investigação sobre os direitos televisivos do Mundial de futebol. O Ministério Público da Suíça acusa Nasser …

PJ deteve falsa psiquiatra que dava "consultas" em casa em Braga

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve uma mulher, de 38 anos, que se fazia passar por médica psiquiátrica e que dava "consultas" na sua residência. Em comunicado, a Polícia Judiciária (PJ) de Braga refere que, …

Dinheiro do prémio "Nobel Alternativo" usado para criar fundação Greta Thunberg

A Fundação Right Livelihood, que atribui os prémios "Nobel Alternativo", anunciou esta quinta-feira que entregou o valor monetário do prémio atribuído, em setembro passado, a Greta Thunberg para estabelecer uma fundação. "Estamos felizes por o prémio …

Bruxelas quer um mercado único para os dados europeus

A União Europeia (UE) apresentou na quarta-feira planos para criar um mercado único para todos os dados europeus, de forma a ajudar a criar 'startups' que consigam competir com as grandes empresas de tecnologia. Segundo noticiou …

Misericórdias recusam eutanásia. Mas aceitam ajudar utentes que optem por colocar fim à vida

A União das Misericórdias decidiu na quarta-feira que as suas instituições não vão praticar atos de eutanásia, caso seja legalizada em Portugal, mas está disponível para intermediar o acesso dos seus utentes a instituições que …

Efacec demarca-se de Isabel dos Santos. Salários não estão em risco

O Conselho de Administração da Efacec Power Solutions garantiu, esta quinta-feira, que tem "uma gestão independente e reúne todas as condições para honrar os compromissos acordados" com todos os colaboradores e fornecedores. Esta posição surge na …

Morreu Pedro Baptista, comissário das comemorações da Revolução Liberal do Porto

O antifascista, escritor e ensaísta morreu, esta quinta-feira, aos 71 anos, informou fonte da Câmara Municipal do Porto, onde era deputado da Assembleia Municipal, eleito pelo movimento independente do presidente Rui Moreira. Pedro Rocha Baptista nasceu …