Diretor do curso de Comandos processa chefe de Estado-Maior do Exército

(dr) presidencia.pt

O Chefe do Estado-Maior do Exército, General Frederico José Rovisco Duarte

Mário Maia, tenente-coronel responsável pelo curso 127 dos Comandos e um dos principais arguidos do processo relativo à morte de dois recrutas, em 2016, processo o general Rovisco Duarte.

Em causa está o facto de o chefe de Estado-Maior do Exército (CEME), o general Rovisco Duarte, ter alegadamente ignorado um crime cometido pelo comandante do Regimento dos Comandos, Dores Maia, para “salvar a face” do Exército, avança o Público.

O advogado Alexandre Lafayette, em representação do tenente-coronel Maia, argumenta que “a queixa é apresentada porque se verificou que o CEME ignorou uma denúncia feita em Fevereiro de 2017″.

O coronel Dores Moreira – comandante do Regimento dos Comandos até junho passado – terá entregue ao Departamento de Investigação e Ação Penal um guião “falso” da chamada Prova Zero.

No guião entregue lia-se que os instruendos poderiam beber até cinco litros de água por dia, quando na realidade os instrutores só estavam autorizados a permitir que os instruendos bebessem três litros.

O objetivo seria, avança o Público, responsabilizar os instrutores do curso e não os altos oficiais, como o comandante Dores Moreira, pelo racionamento da água distribuída durante a prova, no início de Setembro de 2016.

O contexto de calor extremo provocou a morte por desidratação profunda a dois recrutas – Hugo Abreu e Dylan da Silva, ambos com 20 anos.

A participação criminal terá sido entregue à procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, em agosto de 2017. Além disso, a queixa-crime foi ainda remetida para o Presidente da República, o ministro da Defesa e o primeiro-ministro.

Na missiva entregue juntamente com o processo, lê-se que Mário Maia alega ter ficado com “a sensação de que a falsificação ter sido uma manobra para ‘salvar a face’ do Exército” e defende que “não se pode, nem se deve pactuar com a prática de crimes, com a agravante de se visar enganar o sistema de justiça” apontando para os inferiores hierárquicos “o ónus da incompetência das chefias militares que, há muito, têm obrigação de saber que a logística de apoio à formação de militares dos Comandos tem falhas graves e inaceitáveis”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Responder a maria Cancelar resposta

"Ministra da Insensibilidade Social". CDS pede a demissão de Ana Mendes Godinho

O CDS criticou este sábado a reação da ministra a Solidariedade Social à morte de 18 idosos num lar em Reguengos de Monsaraz e considerou que Ana Mendes Godinho desvaloriza o impacto da pandemia nos …

Esgotos de dois milhões de portugueses monitorizados para prever segunda vaga de covid-19

Os esgotos de dois milhões de portugueses estão a ser monitorizados para detetar a eventual presença do vírus da covid-19 e prever uma nova vaga. O Jornal de Notícias avança este sábado que a análise está …

Covid-19. Mais 198 infetados e 3 mortes em Portugal

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 198 casos de infeção por covid-19 e três óbitos, de acordo com o boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico Direção-Geral da Saúde (DGS) desde …

Média já divulgaram publicidade institucional (mas Estado ainda não lhes pagou)

O Sindicato dos Jornalistas lamentou esta sexta-feira que o Governo não tenha disponibilizado os 15 milhões de euros relativos à compra antecipada de publicidade institucional, vincando que o executivo está em dívida com as empresas …

Autoridades admitem que extrema-direita vá vigiar manifestações antifascistas de domingo

A Frente Unitária Antifascista anunciou que vai organizar no próximo domingo duas manifestações - uma Lisboa (Praça Luís de Camões) e outra no Porto (Avenida dos Aliados). O mote é a luta contra o fascismo. Estas manifestações …

Marcelo não entende por que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido (e leu os relatórios de Reguengos)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, em declarações transmitidas pela RTP3, que não entende porque é que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido. Em declarações transmitidas pela RTP3 a partir de …

Estado só recuperou 21% dos créditos tóxicos do BPN

O Estado apenas recuperou 21% dos créditos tóxicos do Banco Português de Negócios, que derivaram da nacionalização da instituição bancária em 2008. Até final de 2019, o Estado só conseguiu recuperar 21% da carteira de créditos …

Novas matrículas "só" vão durar 45 anos (por causa das palavras obscenas)

O novo formato de matrículas entrou em vigor a 2 de março. As novas matrículas vão durar menos tempo do que poderiam porque não serão usadas combinações “que possam formar palavras ou siglas que se …

Novo lay-off conta apenas com 1% das adesões do simplificado

O sucedâneo do lay-off simplificado conta apenas com 1.268 adesões nas primeiras duas semanas. Este valor é apenas 1% do número de empresas que acederam ao primeiro apoio. Nas primeiras duas semanas desde a sua implementação, …

Trump promove falsa teoria de que Kamala Harris não nasceu nos EUA (e que não será elegível para vice)

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que ouviu que Kamala Harris, candidata democrata à vice-presidência da Casa Branca, não era elegível para o cargo, com base num boato que sugeria que pode não …