Demitir a DGS? “No meio das batalhas não se mudam os generais”

António Cotrim / Lusa

Esta quarta-feira, durante o debate quinzenal, na Assembleia da República, discutiu-se como é que o Governo vai dar resposta ao surto do novo coronavírus Covid-19, que já fez oito infetados em território nacional.

António Costa, que recentemente visitou o Hospital de São João, no Porto, onde se encontram alguns dos infetados, afirmou que “tudo tem sido feito” para garantir “uma resposta adequada” e para assegurar que o país se prepara “o melhor possível para enfrentar esta epidemia”.

O primeiro-ministro lembrou que já foram ativados quatro hospitais de segunda linha e disse haver seis hospitais “em estado de prontidão”. “Estão a ser identificadas cerca de 2000 camas de isolamento que podem ser disponibilizadas, 300 das quais em cuidados intensivos”, disse, citado pelo jornal Público.

Consciente do impacto que esta epidemia vai ter na economia, o governante anunciou uma linha de crédito para apoio de tesouraria a empresas afetadas, caso seja necessário, no valor inicial de 100 milhões de euros.

Costa sublinhou que o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital já se reuniu “com as principais associações empresariais para fazer um ponto de situação e procurar formas de minimizar os efeitos desta epidemia”.

Num outro plano, o primeiro-ministro destacou a necessidade de “salvaguardar os direitos laborais daqueles que, por razões de saúde pública, não possam comparecer nos respetivos locais de trabalho, por decisão de uma autoridade de saúde pública, continuando a receber o seu salário por inteiro, tanto no setor público, como no setor privado”.

Sobre a revisão constitucional para consagrar o internamento obrigatório, proposta apresentada pelo deputado único do Chega, André Ventura, o chefe do Executivo defendeu que “todas as medidas devem sempre observar o princípio da proporcionalidade, sendo adotadas de forma gradual e apenas em caso de necessidade”. “O pior vírus é mesmo o do alarme social”, lembrou Costa durante a sua intervenção no debate.

O mesmo deputado perguntou ao primeiro-ministro se retirava a confiança à diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, que, recentemente, admitiu um cenário de um milhão de infetados em Portugal, mas depois veio negar.

“Não se trata da minha diretora-geral de Saúde, mas a da República portuguesa. Estamos no risco de uma pandemia e no meio das batalhas não se mudam os generais. Em momentos como este, travam-se as batalhas e vencem-se as batalhas e é isso que faremos com a senhora diretora-geral da Saúde”, disse Costa, citado pelo jornal Expresso.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. E o Ventura já se demitiu por mentir à descarada e de fazer exactamente o contrário do que prometeu em campanha?!
    O “artista” é advogado, consultor, comentador da CTMV e, nos tempos livres, deputado!!!
    Um verdadeiro artista…
    “André Ventura e a arte de gozar com a cara do eleitorado do Chega”
    facebook.com/chegadeventura/videos/2225205857786052/

  2. Ainda bem que vozes de burro não chegam ao céu! Essas pessoas que estão a dar o corpo ao manifesto. ministros responsáveis, médicos, enfermeiros e pessoal que trabalha todos os dias na área da saúde, precisam que burros se calem, pelo menos nestas horas difíceis. Todos eles precisam de animo, coragem e o nosso reconhecimento. Desmotivação não! A todos eles OBRIGADA. Confiarei!

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …

Cientistas descobrem os defeitos dentários que apodrecem os dentes

Os resultados deste novo estudo contribuem para o desenvolvimento de novos tratamentos para as cáries dentárias. Os investigadores capturaram o esmalte num detalhe sem precedentes. Uma equipa de investigadores está muito perto de descobrir aquilo que …

Balões da Google já "espalham" Internet nas vilas remotas do Quénia

Em 2013, surgiu a ideia de enviar balões para o Espaço próximo para conectar pessoas em locais do mundo sem Internet. A ideia, que parecia uma loucura, já é realidade. Depois de uma longa série de …

Descoberta nova espécie de dinossauro carnívoro em Portugal

Um novo género e espécie de dinossauro carnívoro terópode, cujos fósseis foram escavados em arribas dos concelhos de Torres Vedras e da Lourinhã, foi agora descrito na revista internacional "Journal of Vertebrate Paleontology" por paleontólogos …

The Crown. Afinal, vem aí uma sexta temporada

Peter Morgan, criador, produtor e argumentista de The Crown, anunciou esta quinta-feira (9), através do Twitter da plataforma de streaming Netflix, que a série britânica terá uma sexta temporada. “Quando começamos a discutir as histórias da …

Observatório Gaia revoluciona o rastreamento de asteroides

O observatório espacial Gaia da ESA é uma missão ambiciosa que tem o objetivo de construir um mapa tridimensional da nossa Galáxia, fazendo medições de alta precisão de mais de mil milhões de estrelas. No entanto, …

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas na Índia em apenas 10 dias

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas no estado de Bihar, no norte da Índia, no espaço de dez dias, noticia a AFP, que escreve que os números podem aumentar nos próximos tempos devido às alterações …

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …