Desemprego em Portugal ficará próximo dos 14%. Centros de emprego já sentem “avalanche”

Paulo Novais / Lusa

O Fundo Monetário Internacional (FMI) indicou, na terça-feira, que Portugal está a caminho de um défice de 7% ou mais em 2020, valor só equiparável ao de 2014, ano da falência e resgaste do BES. O desemprego ficará próximo dos 14%.

Segundo noticiou o Diário de Notícias (DN), estas previsões foram apresentadas por aquela entidade a partir de Washington, nos Estados Unidos (EUA), no arranque dos encontros da primavera, que desta vez ocorre em modo virtual.

Com o mundo a caminhar para a pior recessão desde a Grande Depressão dos anos 20 do século passado, em Portugal haverá “um verdadeiro choque de desemprego, o maior de que há registo”, escreveu o DN, tendo por base as séries longas consultadas pelo pelo jornal e pelo Dinheiro Vivo, que remontam a 1960.

Durante a apresentação, o FMI apontou as primeiras projeções para as contas públicas, referindo que, em Portugal vai mergulhar num défice que deve ultrapassar um valor equivalente a 7% do produto interno bruto (PIB). A recessão, avançou igualmente, deve arrastar-se até ao final do ano.

O peso do desemprego será o terceiro maior, depois da Grécia e de Espanha.

Quanto a estas projeções, há especialistas que veem o défice português a passar os 10% este ano e a dívida a tocar os 146% do PIB, com a economia a colapsar 15%.

O ministro das Finanças, Mário Centeno, em entrevista à TVI na segunda-feira, disse que no segundo trimestre a quebra do PIB pode ser quatro a cinco vezes maior do que o pior valor alguma vez registado.

André Kosters / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Na apresentação de terça-feira, o FMI indicou ainda que no último trimestre de 2020 Portugal deve ter uma contração económica de 10% ou mais. O crescimento pode chegar a 5%, não chegando para reverter o esperado no ano corrente.

Na zona euro, continuou o FMI, haverá uma contração de 7,5%, com a Alemanha a recuar 7%, França 7,2%, Itália um valor superior a 9%, Espanha 8% e Grécia 10%.

A economista-chefe do FMI, Gita Gopinath, constatou que “as medidas de proteção necessárias estão a ter um impacto severo na atividade económica” e que “a economia global deverá contrair-se acentuadamente em cerca de 3% em 2020, o que é muito pior do que durante a crise financeira de 2008-2009”.

“Partindo do pressuposto de que a pandemia e as medidas de contenção atingem o pico no segundo trimestre na maioria dos países e depois recuam no segundo semestre deste ano, projetamos a tal quebra de 3%” que compara com uma quebra muito ligeira do PIB global de 0,1% em 2009, sublinhou.

E acrescentou: “Isto faz deste Grande Lockdown [a crise do novo coronavírus] a pior recessão desde a Grande Depressão [nos anos 20 do século passado] e muito pior do que a crise financeira global”.

Centros de emprego já sentem “avalanche”

Segundo informou a TSF, na opinião do presidente do Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Serviço Público de Emprego e Formação Profissional, Marçal Mendes, em mais de trinta anos de carreira em centos de emprego, nunca viu um aumento tão abrupto e repentino dos pedidos de subsídio de desemprego.

Com o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) está limitado, há filas para atendimento pelo telefone ou pela internet, disse Marçal Mendes. Os pedidos são de recém desempregados – principalmente dos que estavam em contratos a prazo – mas também uma “enorme incidência” de contratos que estavam no início.

O sindicalista referiu alguns despedimentos coletivos, longe de ser a maioria, recordando ainda que, até à crise da Covid-19, o país estava num nível baixo de desemprego. Apontando para uma “avalanche” de pedidos de subsídio de desemprego, afirmou: “Mesmo na crise de 2008-2009 e nos anos seguintes, houve um enorme impacto na atividade económica e no emprego, mas uma coisa assim penso que é inédito”.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Grandes manipuladores e mentirosos – avalanche no centro de emprego com fotos e tudo! Os centros de emprego estão fechados, tal como todos os serviços do estado – os funcionários foram para casa gozar férias pagas a 100% e não descontadas nas férias oficiais – pela internet e telefone? Tanga- telefone e não atendem ou atendem e dizem não ter pessoal …. Mentirosos. As pessoas estão desesperadas a necessitar dos serviços e estes gozam com os pobres

    • As fotografias serão seguramente de bancos de imagens. É habitual nas notícias recorrer-se a bancos de imagens. Quanto ao resto admito que seja tudo verdade. Já estamos habituados!

RESPONDER

Celebrações do 10 de junho só terão oito pessoas. “É como achei que devia ser o 25 de abril e o 1º de maio”

A “cerimónia simbólica” comemorativa do Dia de Portugal que se realizará no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, terá apenas oito presenças, incluindo o chefe de Estado e o presidente desta edição do 10 de Junho, …

O futebol português está de volta. Uma corrida de dois cavalos e a montra para Amorim

A bola volta hoje a rolar em Portugal após a interrupção devido à pandemia de covid-19. Regresso o futebol que tão bem conhecemos, mas de uma forma como nunca vimos antes. Estádios desertos e jogos quase …

Cientistas identificam fóssil do inseto mais antigo do mundo

Um fóssil de um milípede descoberto em 1899 é o inseto mais antigo do mundo, concluiu um novo estudo. O espécime em causa tem 425 milhões de anos. Uma equipa de investigadores da Universidade do Texas …

Jorge Jesus renova com o Flamengo por mais uma época

O treinador português anunciou, esta quarta-feira, que vai ficar mais uma época nos brasileiros do Flamengo, até junho de 2021. "Digam à nação que fico!". É esta a frase que acompanha a fotografia publicada, esta quarta-feira, …

Governo deixa cair lay-off simplificado. Novo apoio vai variar em função da quebra de faturação

O apoio às empresas em lay-off que retomarem a atividade será diferenciado em função da quebra de faturação, com vista a direcionar as ajudas públicas “a quem mais precisa”, afirmou esta terça-feira a ministra do …

Grupo de precários da Casa da Música dispensado de serviço via e-mail "meia hora depois" de uma vigília de protesto

Cerca de 13 trabalhadores "precários" da Casa da Música, no Porto, foram dispensados dos concertos que tinham alocados para o mês de junho. Em declarações à Lusa, Hugo Veludo, um dos 13 assistentes de sala …

Sete detidos em operação na Quinta da Fonte ficam em prisão preventiva

Os sete homens que foram detidos numa operação policial no bairro da Quinta da Fonte, em Loures, na segunda-feira, ficaram em prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa, revelou à agência Lusa a Polícia …

O parasita da malária tem o seu próprio relógio interno

Um novo estudo acaba de revelar que, mesmo quando cultivados fora do corpo, os parasitas da malária conseguem manter o seu ritmo. Quando uma pessoa contrai malária, acontece uma dança rítmica dentro do corpo. Os sinais …

Maduro e Guaidó juntam-se na luta contra a pandemia. EUA acusam país de impedir voos humanitários

O governo do Presidente venezuelano e o líder da oposição Juan Guaidó acordaram procurar conjuntamente fundos para combater a pandemia da covid-19 na Venezuela, de acordo com um documento divulgado esta terça-feira na televisão oficial. No …

Marítimo "aplaude" Costa no espectáculo de Bruno Nogueira e pede adeptos nos Estádios

Com recurso a fotografias de António Costa no Campo Pequeno, a assistir ao espectáculo "Deixem o pimba em paz" de Bruno Nogueira, o Marítimo "aplaude" o gesto do primeiro-ministro e apela a que o futebol …