António Costa vai responder por escrito a 100 perguntas sobre Tancos

João Relvas / Lusa

Apesar de sempre ter defendido que o testemunho devia ser presencial, o Juiz Carlos Alexandre aceitou que António Costa possa depor por escrito sobre o caso do furto e recuperação das armas de tantos. O primeiro-ministro tem, no entanto, uma centena de perguntas à sua espera. E dez dias para o fazer.

O primeiro-ministro, António Costa, vai responder por escrito na qualidade de testemunha do ex-ministro da Defesa e arguido do caso de Tancos Azeredo Lopes, por decisão do juiz Carlos Alexandre que lhe formulou 100 perguntas.

A informação foi prestada pelo juiz na sessão de hoje da fase de instrução do processo sobre o furto e o achamento das armas dos paióis de Tancos e confirmada por um dos advogados de defesa à agência Lusa.

A mesma fonte adiantou que o primeiro-ministro tem agora um prazo de 10 dias para responder às 100 perguntas formuladas pelo juiz, as quais poderão, posteriormente, suscitar pedidos de esclarecimento dos advogados e do Ministério Público.

O juiz Carlos Alexandre aceitou que o depoimento de António Costa fosse prestado por escrito, tal como tinha sido autorizado pelo Conselho de Estado, depois de ter insistido na importância em ouvir presencialmente o primeiro-ministro.

No início de janeiro, o magistrado mostrou o seu desagrado por António Costa ter pedido ao Conselho de Estado para depor por escrito como testemunha do seu ex-ministro da Defesa, alegando dificuldades em “formular questões, sub-hipóteses, explicações e introitos“.

Em resposta, o advogado de defesa do antigo ministro, Germano Marques da Silva, ponderou prescindir da inquirição do primeiro-ministro, pedindo, em contrapartida, para que fosse junto ao processo o “depoimento do primeiro-ministro prestado na Comissão Parlamentar de Inquérito ao caso sobre as consequências e responsabilidades políticas do furto do material militar ocorrido em Tancos.

O processo de Tancos tem 23 pessoas acusadas, entre as quais o ex-ministro Azeredo Lopes, que se demitiu do cargo em outubro de 2018 na sequência das revelações e da polémica em torno do caso, o ex-diretor nacional da Polícia Judiciária Militar (PJM) Luís Vieira, o ex-porta-voz da PJM Vasco Brazão e o ex-fuzileiro João Paulino, apontado como cabecilha do furto das armas.

Aos arguidos são imputados crimes como terrorismo, associação criminosa, denegação de justiça, prevaricação, falsificação de documentos, tráfico de influência, abuso de poder, recetação e detenção de arma proibida.

Nove dos 23 arguidos foram acusados de planear e executar o furto do material militar dos paióis nacionais e os restantes 14, entre os quais Azeredo Lopes, da encenação que esteve na base da recuperação do equipamento. O ex-ministro da Defesa foi acusado de prevaricação e denegação de justiça, abuso de poder e favorecimento pessoal.

O caso do furto das armas em Tancos foi divulgado pelo Exército a 29 de junho de 2017 com a indicação de que ocorrera no dia anterior, tendo a alegada recuperação do material de guerra furtado ocorrido na região da Chamusca, Santarém, em outubro de 2017, numa operação que envolveu a PJ Militar, em colaboração com elementos da GNR de Loulé. Vários militares da GNR de Loulé foram acusados no processo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Qual o seu nome completo?
    Qual o número do cartão de identificação?
    Em que data nasceu?
    Qual a sua naturalidade?

    Era primeiro-ministo aquando do roubo de armamento em Tancos?
    O outro gajo disse-lhe alguma coisa?
    Algum gajo lhe disse alguma coisa relativamente a esta embrulhada toda?

  2. 100 Perguntas, 100 Mentiras.
    Para que é que perdem tempo com estas “Encenações”, “Farsas”.
    Socialistas / Marxistas / Retornados são uns FARSANTES

Assassino publicou áudio a dizer que "vingou o profeta". Pai de aluna e dois menores podem ter sido cúmplices

O assassino do professor francês que mostrou caricaturas de Maomé numa aula divulgou uma mensagem de áudio nas redes sociais em que dizia ter vingado o profeta, após publicar uma fotografia da sua vítima, avança …

Avanços e ajustamentos em pezinhos de lã. Sem certezas, Governo tenta aproximar-se à esquerda

A tensão entre o PS e a esquerda já dura há duas semanas. O Governo já fez algumas cedências em troca do "sim" dos parceiros, mas falta a análise que tarda em chegar. Fonte do Governo …

"Bazuca" dá mais mil milhões para "revolução" nos transportes de Lisboa e Porto

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, diz que estamos perante uma "revolução" que vai mudar muito a circulação das pessoas em Lisboa e no Porto. O dinheiro vindo da União …

"Médicos pela Verdade". Ordem abre processo contra movimento que desvaloriza gravidade da covid-19

A Ordem dos Médicos abriu processos disciplinares a 7 médicos do movimento Médicos pela Verdade, grupo que desvaloriza a gravidade da covid-19 e se mostra contra o uso generalizado de máscaras e de testes de …

"Esta é a crise das nossas vidas". Vieira da Silva diz que chumbo do OE seria "dificilmente compreensível"

O ex-ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José António Vieira da Silva, elogiou, em entrevista ao jornal ECO, a proposta para Orçamento de Estado para 2021 (OE2021) e disse que seria "estranho" que não …

Podemos acusado de financiamento irregular, crime eleitoral e falsificação de documentos

O partido espanhol Podemos é acusado de financiamento irregular, crime eleitoral e falsificação de documentos comerciais. A acusação consta num despacho do juiz de instrução Juan José Escalonilla, datado de 10 de setembro, ao qual a …

Shakhtar derrota Real Madrid. Em Espanha, comparam Zidane a Lopetegui

O Shakhtar Donetsk, treinado pelo português Luís Castro, surpreendeu e venceu o Real Madrid, por 2-3, no arranque da fase de grupos da Liga dos Campeões. Os ucranianos chegaram a estar a vencer por três …

Se OE for chumbado, portugueses acreditam que a culpa é da esquerda

Se o Orçamento do Estado para 2021 for chumbado, os portugueses acreditam que a esquerda terá responsabilidades, segundo uma sondagem da Intercampus. De acordo com a sondagem da Intercampus para o Jornal de Negócios, CM e …

Em Itália, a pandemia volta a estar "fora de controlo". Recolher obrigatório começa hoje

Itália teve ontem o maior número diário de novos casos de infeção registado no país desde o início da pandemia do novo coronavírus, totalizando 15.199, além de 127 mortes nas últimas 24 horas, valor que …

FC Porto arrasa arbitragem e Conceição explica desaguisado com Guardiola

O FC Porto perdeu 3-1 com o Manchester City, com a atuação da arbitragem a estar no centro das atenções. Conceição e Guardiola desentenderam-se durante o encontro e o técnico portista explicou porquê. Através da sua …