Costa diz que demitir ministra por causa dos incêndios seria “um bocado infantil”

Miguel A. Lopes / Lusa

O presidente da Câmara Municipal de Pedrógão Grande, Valdemar Alves (D), com a ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, e o primeiro-ministro António Costa

A ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, reafirmou que não tem intenção de se demitir, afirmando que isso seria o mais fácil, pois teria “as férias” que não pôde gozar por causa dos incêndios. E António Costa refere que deixar cair a ministra seria “um bocado infantil”.

“Para mim seria mais fácil, pessoalmente, ir-me embora e ter as férias que não tive, mas agora não é altura de demissões“, afirmou a ministra aos jornalistas, depois de questionada várias vezes sobre se tem condições para permanecer no cargo.

A ministra falou a seguir a uma reunião com a Autoridade Nacional de Proteção Civil, em Carnaxide, Lisboa, depois de ter sido anunciado que, pelo menos, 31 pessoas morreram nos mais de 500 incêndios que deflagraram no domingo, o pior dia do ano em fogos.

Constança Urbano de Sousa defende que é tempo de encetar mudanças estruturais, apontando o “ordenamento da floresta” e falando da “profissionalização dos bombeiros” e de “habilitar as comunidades mais directamente ameaçadas pelos fogos florestais para a defesa preventiva dos fogos”.

Costa diz que seria “infantil” demitir a ministra

António Costa também já rejeitou a demissão da ministra, anunciando que mantém a confiança política em Constança Urbano de Sousa e considerando “um bocado infantil” a ideia de que consequências políticas são demissões.

Esta ideia do primeiro-ministro refere-se às palavras de Marcelo Rebelo de Sousa que adiantou que é preciso tirar consequências políticas do que aconteceu, não apenas neste domingo, um pouco por todo o país, mas também em Pedrógão Grande, durante o Verão que passou.

Costa salienta que o Presidente da República não defende mudanças no Governo. “A principal consequência política num Governo é fazer aquilo que falta fazer“, afiança o primeiro-ministro, concluindo que “os portugueses querem uma atitude madura” do Executivo.

Fogos trágicos vão repetir-se nos próximos anos

O Governo assinou um despacho de calamidade pública, abrangendo todos os distritos a norte do Tejo, para assegurar a mobilização de mais meios, principalmente a disponibilidade dos bombeiros no combate aos incêndios.

Esta é a segunda situação mais grave de incêndios com mortos este ano, depois de Pedrógão Grande, um fogo que alastrou a outros municípios e que provocou 64 mortos e mais de 200 feridos.

O primeiro-ministro sustentou que não há bombeiros que cheguem num dia com 523 incêndios e advertiu que não há soluções mágicas para os fogos florestais, admitindo mesmo que os “problemas” vão repetir-se.

Se os senhores julgam que há alguma solução mágica para que se produzam efeitos na reforma da floresta, estão completamente enganados“, disse aos jornalistas, considerando que “não vale a pena iludir os portugueses convencendo-os de que de um dia para o outro se vai resolver um problema que se acumulou ao longo de décadas”.

“Infelizmente, vamos ter de trabalhar todos muito para, ao longo da próxima década, fazer aquilo que é preciso fazer na floresta portuguesa“, advogou ainda.

“O país tem de ter bem consciência de que a situação que estamos a viver, com uma alteração do quadro climatérico muito negativo, vai seguramente prolongar-se para os próximos anos. É por isso que no final desta batalha nós temos de tomar as decisões, porque as coisas não podem continuar como estavam”, disse também.

Marcelo diz que é preciso analisar o que aconteceu

“Que se analise, para além dos factores estruturais, o que pode ter explicado esta realidade para a qual muitos de nós não temos ainda uma resposta imediata”, apontou, por seu turno, o Presidente da República, em declarações à SIC Notícias.

“Espero que se analise aquilo que foi todo este ano“, apontou Marcelo Rebelo de Sousa, realçando que domingo foi “um dia trágico pela multiplicação de fogos, por todo o centro e norte, mas mesmo fora do centro e norte, inclusive no litoral”, que “obrigou a um esforço enorme das populações”.

Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de “saudar e agradecer” o trabalho de todos os que estão envolvidos no combate aos fogos, garantindo que esteve “durante o dia em contacto com autarcas”.

O Presidente da República aproveitou para “manifestar palavra muito especial aos familiares das vítimas mortais”, acrescentando que “havendo que ter uma presença física nos próximos dias” dará “prioridade a essas situações”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

47 COMENTÁRIOS

  1. Quem deveria demitir-se é o sr. António Costa, mas primeiro devia explicar bem explicadinho, a todos os portugueses, por que razão acabou com os Guardas Florestais? Somos o único país no Mundo que não tem proteção às florestas, daí acontecerem estas tragédias anualmente! MAs o dinheiro vai para a segurança interna, mas depois temos o caso de Tancos? Qual segurança??? Só se for a dos políticos aquando das manifestações em frente ao Parlamento?!? Os pêsames a todos os afetados pela tragédia! Deus vos proteja!

    • Por favor esqueçam a ideia de acidente: Um mundo novo em que os humanos têm mesmo de Comprar para conseguir comer. Por isso, é preciso expulsar os teimosos que insistem em viver no campo. Estas coisas, a quem damos o papel de “encarregados da segurança, educação, saúde, etc”, e outros que os antecederam, só estão a fazer o que lhes mandaram “de cima”. Mas é evidente que não nos podem mostrar isso, ou podem? Humano para eles vale zero. Nunca vai haver ação preventiva. E a que havia vai ser destruída até ao fim. E é por isso que Centralizaram Tudo numa tal de “proteção civil”, que trata de Garantir que os bombeiros só cheguem quando a coisa já está descontrolada. Simples e eficaz. o Siresp? Bode espiatório ideal para a fantochada em que, a execução primorosa de um plano é classificada na tv como “falhas, falhas, falhas, mais falhas, faltas, faltas, mais faltas, e mais falhas”! Falhas, o tanas. E a moda das evacuações à força? Dantes era assim, por acaso? E morria tanta gente?
      A alternativa a isto, é pensar que a natureza, (na sua infinita sabedoria), vê a previsões meteorológicas, apercebe-se que vem aí chuva, e diz a si mesma “tenho de multiplicar por centenas as ignições ‘expontâneas’, senão, não rentablizo este ano, porra!!! ” e pumba, quinhentos e tal incêndios. É a natureza! Maldito aquecimento global que tanto ateia num só dia, quando dá jeito. Também é matreiro, esse f…. Claro, que isto tudo não se atinge num só ano. Por isso, para o ano há mais, só que muito pior (falhas……….).

  2. Sério, Sério, seria o Sr. Primeiro Ministro demitir-se! Chega de tanta incompetência e impunidade!
    A Sra. Ministra, deveria retratar-se e apresentar propostas sérias para corrigir o que esteve mal. Caso não o faça dentro de um prazo razoavelmente curto, então deverá ser despedida (não é demitir-se) e com ela toda a corja de politicos irresponsáveis que nos governam, já que não é possível despedir a corja que nos governou no passado e também nada fizeram!
    Já agora, os responsáveis pelas pelas nossas forças de segurança, PSP e GNR (principalmente), que disponham dos seus efetivos para fazer vigilância às florestas e povoações em vez de andarem só na caça à multa por essas estradas fora! Deixem de ser hipócritas e lacaios dos politicos!!!

  3. Costa neste caso está coberto de razão. Mas que estupidez é essa agora de se vir reclamar a cabeça de ministros de cada vez que acontece alguma coisa trágica que não é nem um bocadinho culpa deles? Quer dizer, um gajo deita fogo ao país, demite-se o ministro. Dá-se um terramoto, demite-se o ministro. Vem um furacão ou umas cheias, demite-se o ministro. Ou seja, a pessoa que foi eleita para lidar com catástrofes, é demitida porque houve uma catástrofe! Só me faz lembrar os primitivos e os selvagens que de cada vez que não chovia nas colheitas, tinha de se sacrificar uns quantos desgraçados para apaziguar a ira dos Deuses. Não evoluimos muito desde os trogloditas, de facto…

    É como andar tudo feito esperto a criticar o Secretário de Estado de Administração Interna por ele ter dito “Não podemos ficar todos à espera que apareçam os nossos bombeiros e aviões para nos resolver o problema”…
    Quer dizer… Jorge Gomes faz um apelo à cidadania, para que as povoações se juntem à Protecção Civíl no combate a esta calamidade… E isso agora são declarações condenáveis?..
    Das coisas que metem mais nojo é o aproveitamento e a alavancagem políticas, a partir de uma calamidade de origem criminosa. Sabem… “É o turismo”… Estava a fazer as coisas correr bem demais. A oposição teve de fazer algo que para travar isso. – vêem? também sei fazer aproveitamento político.

    • Pois, havia previsões meteorológicas de temperatura elevadíssima, vento quente e forte, num cenário de seca extrema que se prolonga há vários meses (e por isso até mais acentuado do que no verão), mas o dispositivo montado e (des)preparado para este cenário tinha menos 30 meios aéreos, menos 800 viaturas e menos 4000 homens que no verão.
      Será que os meios em falta fizeram diferença?
      Infelizmente, pelo menos 32 pessoas não vão poder dar algumas das respostas que seriam das mais certeiras…

    • Não foi o Costa que culpou o SIRESP aquando da tragédia de Pedrogão? Ao que parece o SIRESP não agora não falhou…esquisito…

    • A ministra tem responsabilidade e só mesmo partidários do PS como o senhor a podem defender. Quem nomeou toda a escumalha da proteção civil mal formada e que só demonstrou incompetência? Foi o Pai Natal?
      Eu sou apartidário. Talvez por isso não seja parvo e consiga ter uma visão imparcial. Em Portugal a vida nada vale. Ficou demonstrado em 2017. Podemos morrer às centenas que nunca ninguém é responsável por nada. O que se passou este ano no país é totalmente inaceitável. Pode sê-lo para o senhor. Para mim e para a maioria dos portugueses acredito que não seja. Penso que nem no terceiro mundo isto seria admissível.
      Quanto aos seus restantes argumentos são as patetices do costume a que já nos habituou por aqui. Patetices, sempre patetices.

    • É vergonhoso que no meio de toda a tragédia de 2017 ainda existam pessoas tão limitadas e espartilhadas no seu raciocínio partidário como o senhor. Lamentável.

  4. Infantilidade é o modo ligeiro e irresponsável como Costa assiste ao desastre nacional e à mortandade de gente desprotegida. Infantilidade é o modo repetido como Marcelo vai suportando esta situação, reafirmando que ainda não é tempo para apurar responsáveis nem medidas mais eficazes de combate aos incêndios.
    Parecia que os 64 mortos de Pedrogão teriam servido no mínimo para aprender com os erros. Puro engano ! Os erros e as consequentes mortes repetem-se criminosamente.

  5. Demitir porquê? Acaso desta vez não fez parte de um rancho de carpideiras para câmara-de-televisão ver no local? Ter-se-ia esquecido? Falta de espaço na agenda dominical? Ela é liiinda. Não quero deixar de ver aquela cara na tv. Livrem-se!

  6. Poderiam começar por perguntar ao Sr. Primeiro Ministro quem foi a cabeça genial que fez o documento de reordenamento do território que ele agora diz ser o mau da fita. Dou uma ajuda, chama-se Costa e era ministro do Sr. Sócrates…
    Neste momento o que está em causa não é se ardeu isto ou aquilo, o que está em causa é saber quem comandava os operacionais e os seus chefes, é impedir de imediato a venda em Portugal de madeiras queimadas (o Estado que compre as particulares e as exporte) que trate como verdadeiros criminosos os incendiários metendo-os na cadeia e por fim que aproveite os relatórios que encomendou para tirar responsabilidades a quem as teve em Junho e agora.
    A Ministra não sabe mandar e muito menos coordenar seja o que for e devia ter vergonha de ainda se pendurar no poder do amigo Costa para lá se manter no tacho. E o Costa é também agora responsável por nada ter mandado fazer desde Junho para melhorar a situação. Nem indemnizações ainda começou a mandar pagar… somos um País de terceiro mundo infiltrado na Europa e comandado por sucessivos incompetentes. E o senhor Presidente da República que dê menos beijinhos televisivos e obrigue a que se responsabilize que deve ser responsabilizado.

  7. Poderiam começar por perguntar ao Sr. Primeiro Ministro quem foi a cabeça genial que fez o documento de reordenamento do território que ele agora diz ser o mau da fita. Dou uma ajuda, chama-se Costa e era ministro do Sr. Sócrates…
    Neste momento o que está em causa não é se ardeu isto ou aquilo, o que está em causa é saber quem comandava os operacionais e os seus chefes, é impedir de imediato a venda em Portugal de madeiras queimadas (o Estado que compre as particulares e as exporte) que trate como verdadeiros criminosos os incendiários metendo-os na cadeia e por fim que aproveite os relatórios que encomendou para tirar responsabilidades a quem as teve em Junho e agora.
    A Ministra não sabe mandar e muito menos coordenar seja o que for e devia ter vergonha de ainda se pendurar no poder do amigo Costa para lá se manter no tacho. E o Costa é também agora responsável por nada ter mandado fazer desde Junho para melhorar a situação. Nem indemnizações ainda começou a mandar pagar… somos um País de terceiro mundo infiltrado na Europa e comandado por sucessivos incompetentes. E o senhor Presidente da República que dê menos beijinhos televisivos e obrigue a que se responsabilize quem deve ser responsabilizado.

  8. Nesta e em todas as tragédias, não se fala de educação. Repressão, repressão, psicólogos, ajudas que parece que não chegam aos destinatários, governo e seus muchachos em visitas organizadas aos locais das tragédias (faz lembrar as visitas ao Sr Brig Pires Velosos em tempos idos) o nosso senhor PR em permanente campanha de afetos.
    Sobre os incêndios digo que sou de uma terra atravessada pela linha da Beira Alta onde na minha meninice circulavam comboios com máquinas a vapor; não me lembro de qualquer incêndio. Arrecadava-se o feno nas palheiras com a iluminação de candeias a petróleo e chama à vista, não me lembro de qualquer incêndio.
    Claro que os tempos mudaram e neste particular para muito pior.
    Sou do tempo em que para usar um fósforo era ensinamento de mais velhos que, de maneira nenhuma queriam desgraças

  9. Costa não acabou com os gurdas florestais. Os guardas florestais, que anteriormente pertenciam ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), estão há dez anos (desde essa decisão de Costa no Governo do animal do Sócrates) integrados no Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR e, na altura, ficou decidido que a carreira ficava extinta, quando todos os seus elementos se aposentassem… O que certamente ainda não foi o caso ao fim de 10 anos, pelo menos na sua maioria.

    Concordo, sendo eu um ambientalista ferranho que até já passou pela Direccção da Quercus, que a Guarda Florestal deveria ser não só reactivada, como reforçada. Agora que sentido faz demitir a actual Ministra? Foi ela que encomendou o Aquecimento Global? Não foi ela que foi eleita para lidar com estes problemas quando eles infelizmente surgem (por origem natural ou criminosa)? E está a fazer mal o trabalho? Ou querem culpá-la pelo furcão Ophelia e pelas secas, como faziam os trogloditas para apaziguar a ira dos deuses?

        • Não fiquei sem pio ò Cabrita… Tenho é mais do que fazer à vida do que andar em leva e traz de comentários com especialistas de internet, que mais parecem conversadores políticos de tasca, na hora do fecho. Por momentos até me deu vontade rir… Como se isto fosse uma conversa em tempo real tipo Skype. Não escreveu a correr uma resposta (que ainda por cima tem de ser aprovada), é porque perdeu o pio, ahahahah… Enfim.

          Quem nomeou os membros da protecção civíl?.. Você acha que foram todos para lá só neste governo e que não está lá ninguém nomeado por governos anteriores. E você acha que a protecção civíl está a fazer um péssimo trabalho. Diga isso aos bombeiros que vai ver a carga de porrada de machadinha que leva por si abaixo.

          Mas claro, se há aquecimento global, furacão Ophelia e falta de chuva, a culpa é da protecção civil. Se o ordenamento florestal é a trampa que é, também de certeza que foi este governo e esta protecção civil que tiveram a culpa.

          Vá perguntar é quem é que ordenou o fogo posto. Se calhar foi alguém que não andava contente com os bons resultados deste governo, a começar pelo Turismo, que será uma área que sofrerá grande impacto com isto, embora o mais grave é a perda de vidas, e a destruição de património privado e nacional.

          • O senhor é que não passa de um labrego com argumentos de tasca ao final do dia. Eu dos bombeiros só digo, e só posso dizer, bem. Não sou, nem nunca fui bombeiro. Mas há algumas décadas que sou associado. Tenho imensos amigos bombeiros. Contribuo todos os anos com donativos para além da quota anual e participo em todas as ações de recolha de fundos organizadas pela instituição da qual sou associado. Já o senhor… provavelmente cospe-lhes em cima quando passa por eles num qualquer semáforo. Que autoridade tem o senhor para falar de bombeiros? Tenha vergonha e deixe de ser palerma.

            “Se calhar foi alguém que não andava contente com os bons resultados deste governo, a começar pelo Turismo, …”

            O seu cérebro tacanho e limitado ainda lhe continua a empurrar a ideia que o turismo é obra deste governo. Resista! Meta o seu outro neurónio a contradizer o que lhe afirma isto constantemente ao ouvido. O senhor é profundamente limitado. Mesmo tacanho. Mentalidades como a sua vejo muitas quando vou visitar familiares idosos ao lar.

            Para todos os efeitos este governo foi quem mais matou em Portugal desde que há registos. Com este governo a proteção civil passa por cada um comprar uma mangueira e dar o seu melhor. Foi o que ontem mesmo o primeiro-ministro, a outra e o secretário de estado disseram ao país. E o senhor não passa de um quadrado cujo espartilho partidário (nem sequer é ideológico) não lhe permite ver a realidade.

            Ontem mesmo estive em Vieira de Leiria. Por lá ouvi muita coisa acerca do primeiro-ministro e da outra que prefiro nem relatar aqui. Mas posso garantir-lhe que se o senhor dissesse lá o que está aqui a dizer não saía de lá vivo. As populações estão revoltadas e com razão e depois ainda há palermas como senhor que querem defender o indefensável. Olhe sabe que mais… a culpa de tudo isto é do Pai Natal.
            E quanto aos seus colegas da proteção civil nota-se que anda desinformado. Informe-se antes de aqui vir e vai perceber quem nomeou quem e quando (o porquê escusa de averiguar porque já todos sabemos). Evitava uma vez mais de demonstrar que só possui dois neurónios.

            • sr cabrita,nao de demasiada importancia a esse sr queiroz, ele vomita o que a quadrilha o obriga a vomitar…. alguns tem que vomitar á saida do aeroporto para receber uns dolares, estes queiroz, vomitam a qualquer hora em cima de quem quer que seja para defenderem um poleiro, um cargo a condizer, uma promoçao…os queiroz deste pais sao uns pobres coitados, quem lhes paga e quem os obriga a fazer este papel é que deveria estar algemado e incomunicavel, para que as sics deste pais nao ganhassem audiencias a conta do vomito desta gente incompetente, maldosa e criminosa.

          • O senhor é lamentável. Só este ano já morreram mais de cem pessoas! O que lhe custa a compreender nesta frase?
            E vem para aqui o senhor defender o indefensável? Só pode mesmo ser alguém sem nada na cabeça. Tenha vergonha ou pelo menos respeito por quem perdeu entes queridos e perdeu tudo o que tinha. O senhor é lamentável.

    • Mas foi ela que nomeaou os “irresponsáveis” com cursos por equivalências, em áreas que nada tem a ver para o lugar de pessoas qualificadas.
      Se quem lá está não sabe coordenar um ataque aos incêndios, nem sequer passar anúncios na televisão a avisar que continua a proibição de queimadas, estão lá a fazer o quê?
      Jobs for the “bois”. É isso que trama o ps. E estes incompetentes “amigos” não lhes perdoo.

      • Jobs for the bois, agora é exclusivo desse partido, querem ver?.. O PSD nunca tal!

        Eu diria mais, foi graças à incompetência desta protecção civil, que não chove em Portugal há que tempos, que existe aquecimento global e que o furacão Ophelia veio para estes lados.

        O aproveitamento político é uma coisa muito rasteira, sabe… E essa de culpar e sacrificar alguém de cada vez que a natureza nos violenta, só faz lembrar os primitivos, que sacrificavam uns quantos desgraçados de cada vez que não chovia nas colheitas, para apaziguar a ira dos Deuses.

        Vão mas é ajudar no combate às chamas, que fazem melhor do que assanhar o hemorroidal, sentados e escrever pataquadas.

        • Olhe. O senhor anda com febre?
          Quando olho para os seus comentários tenho um enorme orgulho na minha avó. É que ela com 101 anos consegue ter maior destreza e lucidez de pensamento que o senhor. Parabéns!

      • Grande comentário, ainda que curto em tamanho. Deste “Miguel Queiroz” esperam-se todo o tipo de disparates. De resto, ninguém tem culpa como sempre. É como em Tancos. No limite nem ardeu floresta, nem casas, nem morreram pessoas… Gostava de ouvir o nosso ministro da defesa a propósito dos incêndios.

        • Já de si e dos seus comentários ninguém sabe o que esperar porque você que nem é homem para dar o nome pelo que escreve. Mas a julgar pelo que acaba de escrever, bem pode limpar as mãos à parede com a pertinência dos seus comentários.

          Vá lá votar PSD nas próximas eleições para satisfazer o seu clubismo partidário, que é o melhor que faz. Melhor do que andar a fazer propaganda política bacôca. Já lhe disse: foi graças à incompetência desta protecção civil, que não chove em Portugal há que tempos, que existe aquecimento global e que o furacão Ophelia veio para estes lados.

          Eu diria mais! A culpa do fogo não é da Ministra da A.I… É da Mãe dela que nunca devia ter nascido! Tá melhor assim?

          • E lá continua este pateta de trazer por casa com os seus partidarismos. Já parou para pensar que nem todos vemos os partidos numa lógica de clubite? Deixe de ser pateta! PSD, CDS, PS, o que for estou a borrifar-me! Quem faz asneira tem de ser responsável. Sim, também não esqueço os migueis macedos, os socrates, os bpns, os submarinos. Mas meu caro amigo é isso que está aqui a ser discutido neste momento? Não consegue pensar em Portugal acima dos partidos?

  10. Claro que ela não é responsável pelos incêndios.
    Mas é responsável por toda a desorganização e falta de meios que impedem um correto combate aos incêndios. A começar na nomeação de “irresponsáveis” com cursos feitos com favores.
    Tem que ser demitida.
    Até doí só de a ver a falar, que parece nem saber o que se passa.
    E se calhar, se calhar, o primeiro também tinha de ir. Pois é co-responsável. Por ela estar lá e pelo que fez ainda como ministro.
    Infelizmente, a alternativa do psd também não me convence….

  11. “Se os senhores julgam que há alguma solução mágica para que se produzam efeitos na reforma da floresta, estão completamente enganados“,

    Mas tem de reconhecer que nomear incompetentes para cargos maiores da Proteção Civil decididamente não ajuda a resolver o problema dos incêndios. E seguramente contribui em muito para aumentá-lo.

    E infantil, e quiçá criminoso, é morrerem dezenas de pessoas sem haver qualquer responsabilidade. Isso sim parece-me muito infantil. De quem não tem dignidade para assumir a sua responsabilidade.

  12. Não foram os galegos que foram mandados para trás por esta tipa quando estavam a meio caminho para ajudar Portugal em Junho? Claro que agora se recusam a vir ajudar-nos. Não são hipócritas. E se virem o site da proteção civil, desde ontem apenas estão dois meios aéreos a combater os fogos… Porque não temos os nossos e dependemos sempre dos de fora? Quem faz negócio com estes alugueres que impedem Portugal de ter os seus próprios meios? Agora pedimos ajuda à União Europeia que ainda está a pensar e até a Marrocos pedimos aviões. E os portugueses têm de combater fogos idílicos com uma mangueirinha ou um baldinho… Mas está tudo bem com este governo, todos contentes com o orçamento de Estado. Morreu mais gente aqui do que nos fogos da califórnia, mas haja mais 5 euros de pensões que estes gajos e esta ministra voltam para o poleiro…

  13. Mais de 100 mortos em incêndios em Portugal e o Primeiro Ministro defende a ministra, que povo idiota é este que ainda à dias lhes deu uma vitória esmagadora nas Autárquicas? O mesmo povo idiota que elegeu Isaltino Morais e que depois se queixa que vivemos num país de corruptos . O mesmo povo que defende e aplaude Sócrates. A politica mete nojo. Temos os políticos que merecemos.

  14. Pois, demitir a ministra seria infantil, concordo. O que deve acontecer é a demissão do 1.º ministro.
    As previsões meteorológicas existiam, e desta vez não foi um qualquer fenómeno meteorológico muito pontual e imprevisível, foram antes condições que assolaram quase todo o território de forma bem anunciada.
    Com a previsão de temperatura elevadíssima, vento forte e tempo muito quente, a somar a uma secura que se arrasta há meses, a catástrofe estava anunciada. O que fez o governo? Nada ao nível do que se poderia esperar.
    Comparativamente com o verão, onde muitos dias foram mais frescos e quando a secura não era tão extrema como o dia de ontem, tivemos por opção do governo menos 30 meios aéreos, menos 800 viaturas e menos 4000 homens. Esses números fazem muita diferença. Ouçam as gravações entre as equipas de socorro que a TVI divulgou a abrir o jornal das 20h:00…
    Também não havia os postos de vigia a funcionar que houve no verão, mais uma vez por opção do governo.
    Também não houve pré-posicionamento de meios de ataque no terreno, como poderia ter sido feito.
    Também não houve alerta prévio à população.
    Também não houve reforço de patrulhamento, de modo ostensivo, nas áreas serranas e florestais, eventualmente até com meios militares, para dissuadir comportamentos criminosos e negligentes.
    E no fim de tudo, temos um 1.º ministro que já nos habituou a puxar só para si tudo de bom que acontece na nação, mas não tem capacidade de fazer o que devia ter sido feito, não tem capacidade de assumir os seus gravíssimos erros e ainda garante, levianamente, que o que aconteceu se irá repetir e que os portugueses aceitam isso com toda a naturalidade porque não são infantis.
    Eu aceito com toda a naturalidade é que este 1.º ministro se vá embora, porque pelo menos para mim não serve e não está à altura do que uma nação exige.

    • Totalmente de acordo. O país está desgovernado. Estamos cada um por si. E segundo o secretário de estado o melhor é começar a comprar mangueiras.

  15. O senhor Costa logo de início do seu mandato deu bem para perceber que é pessoa que se agarra demasiado ao Poder e por essa razão entenderá que os seus colaboradores também deverão beneficiar do mesmo estatuto, até parece encarnado do seu camarada Sócrates! Mas olhando ao que de facto interessa é que parece que o que lhe interessa mais é não se interessar e daí ter-se mostrado sempre a alguma distância da calamidade dos fogos que têm assolado o país e vir agora com declarações um tanto ou quanto sem sentido, é verdade também que não vamos culpar os governantes por tudo o que está a acontecer de mal pois as asneiras já vêm de vários anos atrás e neste momento o melhor seria que todos os políticos se sentassem à volta de uma mesa pondo partidismos à parte e discutissem com os locais e técnicos as formas mais adequadas para evitar tais calamidades pois por aquilo que nos dá a entender iremos ter mais uma vez alguns remendos sem que se ataque o problema de fundo, parece-me que aqui o melhor seria o PR tomar a iniciativa porque doutra forma não me parece chegarmos a lado nenhum.

    • Quem se agarrava bem ao poder era o Passos Coelho, que depois de faltar com tudo o que prometeu, depois de fugir ao fisco e mentir que nem um cão sobre as suas contribuições sociais como trabalhador independente… Ainda lá ficou até o povo ter corrido com ele. E mesmo assim não queria sair!.. São as tais “lapas” de que o Santana falava.

      • O senhor decididamente tem de ser medicado. Se já estiver a tomar alguma coisa dobre a dose. Se ainda não está a tomar nada, procure contactar com urgência o seu médico.

      • Que eu saiba ganhou as eleições e se saiu por falta de maioria absoluta foi devido à ganância do senhor Costa perdedor que não olhou a meios para aniquilar um camarada seu e por fim contraiu casamento com a extrema-esquerda para atingir os fins.

  16. Sentimentos sinceros a quem perdeu os seus. Demissão deste governo. Mentirosos e incompetentes. Uma mistura perigosíssima. Vamos pagar bem caro o q aconteceu. Acabo de ver a declaração do PM. Só posso dizer uma coisa. ARREPIANTE!!!

  17. Desgraçados dos portugueses que não têm um governo que os defenda.
    Estes senhores do governo são como lapas; só pensam no umbigo deles. Como é que este governo chegou ao poder, quando foi o 2º partido em eleições legislativas?
    Ninguém retira responsabilidades políticas? Governo de incompetentes!

  18. Porra, estou a tentar lembrar-me e não consigo.
    Alguém consegue ajudar-me e lembrar-me quantos portugueses morreram quando o Sampaio despediu o Santana?

RESPONDER

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …