Número de vítimas mortais dos fogos de outubro de 2017 sobe para 50

Miguel A. Lopes / Lusa

Uma mulher vítima dos incêndios de outubro de 2017, que estava internada no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, morreu esta quinta-feira, elevando para 50 o número de mortos resultantes destes fogos.

A mulher, que tinha ficado com grande parte do corpo com queimaduras, inclusive vias respiratórias, foi inicialmente transportada, aquando dos fogos, da zona de Oliveira do Hospital para o hospital de S. José, em Lisboa, e posteriormente transferida para Coimbra, onde acabou por morrer.

A Câmara de Oliveira do Hospital já aprovou, entretanto, um voto de pesar pelo falecimento da vítima, que era funcionária da União de Freguesias de Ervedal e Vila Franca da Beira, neste município do distrito de Coimbra.

Os incêndios de 2017 em Portugal provocaram pelo menos 116 vítimas mortais, entre as resultantes do fogo de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, que deflagrou em 17 de junho, e dos incêndios de outubro na região Centro.

50 pessoas morreram e cerca de 70 ficaram feridas na sequência dos incêndios de outubro de 2017 na região Centro, que também destruíram total ou parcialmente cerca de 1.500 casas e mais de 500 empresas.

Das 50 vítimas mortais, 25 ocorreram no distrito de Coimbra (13 das quais no concelho de Oliveira do Hospital e as restantes 12 nos municípios de Arganil, Pampilhosa da Serra, Penacova e Tábua) e 17 em Viseu (Carregal do Sal, Mortágua, Nelas, Oliveira de Frades, Santa Comba Dão e Tondela).

Os restantes óbitos foram registados na autoestrada que liga Aveiro a Vilar Formoso (A25), nas zonas de Sever do Vouga (Aveiro) e de Pinhel (Guarda), e no concelho de Seia (Guarda).

No relatório que entregou em 20 de março na Assembleia da República, a comissão técnica independente que analisou os fogos na região Centro atualizou para 48 o número de vítimas mortais (até então vinham a ser referenciadas 46), mas quatro dias depois morreu, no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, uma mulher que ficou “gravemente ferida” depois de as chamas terem atingido a casa onde vivia, no município de Mortágua, elevando então para 49 o total de falecimentos na sequência daqueles incêndios.

Com a morte registada hoje, eleva-se para 50 o número de mortos.

Em 17 de junho de 2017, as chamas que deflagraram no município de Pedrógão Grande, no interior do distrito de Leiria, e que alastraram a concelhos vizinhos, fizeram 66 mortos e 253 feridos, atingiram cerca de meio milhar de casas e quase 50 empresas, e devastaram 53 mil hectares de território, 20 mil hectares dos quais de floresta.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Em 15 anos, Marte nunca esteve tão brilhante e tão perto da Terra

Marte vai brilhar mais intensamente no céu noturno nas próximas seis semanas do que brilhou nos últimos 15 anos. O planeta vermelho estará assim no ponto mais próximo da Terra desde 2003, durante de junho …

Milhares de suecos implantam microchips subcutâneos para substituir a carteira

A aplicação da engenharia em sistemas biológicos tem um papel cada vez mais preponderante. Milhares de suecos implantaram microchips nos seus corpos para nunca mais terem de se preocupar em perder um cartão multibanco ou …

Estes pinguins vivem numa ilha de plástico (mas a realidade é pior do que isso)

Ninguém nos disse, mas nós sabemos: o lixo plástico que se acumulou no nosso oceano está fora do controlo. Um vídeo viral de cientistas do Pacífico Sul mostrou agora as terríveis consequências das nossas ações. Muitas …

Astrónomos revelam como se formam os "mundos habitáveis"

Astrónomos da Rússia e da Europa descobriram sob que condições se formam os planetas semelhantes com a Terra ou com as suas sósias maiores. E, segundo acreditam, a descoberta facilitará a procura de mundos potencialmente …

Argentina vs Croácia | Croatas arrasam e estão apurados

A Argentina deu um tombo grande na partida frente à Croácia. A formação das “Pampas” esteve, mais uma vez, irreconhecível e perdeu por concludentes 3-0, perante uma selecção europeia liderada por Ivan Rakitic e Luka …

Burger King prometia hambúrgueres a russas que engravidassem de jogadores do Mundial

Na Rússia, o Burguer King ofereceu 40 mil euros e hambúrgueres grátis para toda a vida às russas que engravidassem de um jogador do Mundial. A promoção já foi cancelada. Uma campanha - entretanto cancelada - …

Mais de 10 mil crimes de femicídio ficaram por resolver em 2017 no Brasil

No final do ano passado, 10.786 processos de femicídio - assassinatos de mulheres em função do género - aguardavam julgamento tribunais estaduais de Justiça do Brasil. Os dados foram publicados na quarta-feira pelo Conselho Nacional …

França vs Peru | Serviços mínimos apuram gauleses

A França garantiu desde já a passagem aos oitavos-de-final do Mundial. Os gauleses marcaram na primeira parte, mas nunca confirmaram em campo o claro favoritismo que lhe era atribuído antes da partida. Na verdade, os peruanos …

Panama Papers investiga Messi por "operações suspeitas"

Messi e o seu pai já tinha sido condenados em 2016 por fraude fiscal. Agora, e segundo novos dados dos Panamá Papers, a sociedade offshore em causa continua ativa - ao contrário do que disse …

Membros de La Manada saem da prisão em liberdade condicional

Os cinco homens do grupo "La Manada" conseguiram, esta quinta-feira, a liberdade condicional, depois de uma nova decisão do Tribunal de Navarra. Segundo o El Confidencial, o Tribunal de Navarra decidiu pôr em liberdade condicional os …