Conselho Superior de Magistratura não abre inquérito a juízes que desvalorizaram violação

O Conselho Superior de Magistratura considera que não existem “erros grosseiros” ou “linguagem manifestamente inadequada” no acórdão que confirma pena suspensa de dois homens julgados em primeira instância por violação.

O Conselho Superior de Magistratura não vai abrir inquérito aos juízos do Tribunal da Relação do Porto que assinaram um acórdão a confirmar a sentença de pena suspensa a dois homens julgados em primeira instância por violação.

Uma jovem de 26 anos foi violada por dois indivíduos quando estava desmaiada, numa casa de banho de uma discoteca em Vila Nova de Gaia. A Relação do Porto entendeu que os criminosos não devem ser condenados a uma pena de prisão efetiva. “A ilicitude não é elevada”, uma vez que “não há danos físicos nem violência”, sustentou.

Mário Belo, vice-presidente do CSM, disse ao jornal Público que “fora do âmbito das inspecções judiciais, o CSM toma medidas apenas em dois casos: perante erros grosseiros e em face de linguagem manifestamente inadequada”, concluindo que, neste caso, “nenhuma destas situações está verificada“.

Desta forma, e apesar de não o afirmar explicitamente, o CSM não exercerá nenhuma ação disciplinar, ao contrário do que sucedeu no caso do acórdão assinado pelo juiz Neto de Moura, num processo de violência doméstica.

“Para além das decisões dos tribunais é altura de se começar a olhar também para os parâmetros penais definidos pelo legislador e para o regime de recursos que temos, que não permite que certos casos cheguem ao Supremo Tribunal de Justiça“, refere ainda Mário Belo.

Este sábado, a Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP), cujo presidente, Manuel Soares, é um dos autores do acórdão, saiu em defesa dos desembargadores autores da decisão. Os juízes afirmam que “não é verdade que tivesse havido violação, que no sentido técnico-jurídico constitui um tipo de crime diferente, punível com pena mais grave”.

“Não à cultura da violação”

As organizações feministas Slutwalk Porto e A Coletiva estão a convocar um protesto, para a próxima quarta-feira, na Praça Amor de Perdição, no Porto, no qual o mote é: “Mexeu com uma, mexeu com todas, não à cultura da violação.” Em causa está o acórdão que manteve em liberdade, com pena de prisão suspensa, os dois homens que violaram uma mulher inconsciente.

Numa convocatória, divulgada numa página de Facebook, criada pela Slutwalk Porto e A Colectiva, lê-se: “Não aceitamos uma justiça machista! Não aceitamos que os tribunais sejam um palco para a cultura da violação, uma cultura que transforma as vítimas em culpadas, uma cultura que subvaloriza e invisibiliza as vítimas.” E acrescenta: “Não podemos consentir que a justiça seja injusta.”

O protesto está marcado para as 18h30. Perto de seis mil pessoas tinham manifestado interesse nesta publicação até ao final da tarde deste domingo, avança o Público, e mais de 800 assinalavam que contavam participar.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Se a rapariga que foi literalmente violada por dois energúmenos, fosse filha de um desses juízes , eu queria ver se a sentença era a mesma . Sedução mutua ????? . Mas esses gajos dos tribunais andam a gozar com quem ?

  2. Deve ser divulgada a data e local do protesto porque o numero irá aumentar significativamente.
    Apenas os violadores estão de acordo com esta decisão.
    Não acredito que uma pessoa normal esteja de acordo com estes Srs. a quem chamamos, Juízes do concelho Superior de magistratura.
    Infelizmente já nos habituaram a decisões destas.

  3. Eu ca gostava que estes dois juizes sofressem a mesma violaçao e… adorava ouvir depois os respectivos comentarios e compara-los com o julgamento que (nao) fizeram!

RESPONDER

Desapareceu tão misteriosamente como apareceu o monólito do deserto do Utah (e apareceu outro na Roménia)

O monólito de metal descoberto, na semana passada, no meio do deserto do Utah, nos EUA, desapareceu sem deixar rasto. O mistério adensa-se em torno do objecto que alguns já apelidaram de "extraterrestre", até porque …

The Crown: O que é verdade e ficção na nova temporada?

Não é novidade que as famílias reais da Europa, em especial a família real britânica, sempre despertaram muita curiosidade e interesse por parte do público. Desta forma, a plataforma de streaming Netflix decidiu investir, em …

Hubble avista possível "jogo de sombras" do disco em torno de um buraco negro

Algumas das vistas mais deslumbrantes do nosso céu ocorrem ao pôr-do-Sol, quando a luz do Sol penetra nas nuvens, criando uma mistura de raios brilhantes e escuros formados pelas sombras das nuvens e pelos feixes …

No Japão, houve mais suicídios num mês do que mortes por covid-19 no ano todo

No mês de outubro, o número de suicídios no Japão foi superior ao número de mortes por covid-19 desde o início da pandemia. De acordo com os dados do governo, foram registados 2153 suicídios no …

YouTube cria o primeiro videoclipe "infinito" de sempre. Reúne todas as versões de "Bad Guy" de Billie Eilish

"Bad Guy" de Billie Eilish tornou-se o primeiro vídeo de música infinito de sempre. Celebrando o facto de ter atingido a marca de mil milhões de visualizações, a artista juntou-se ao YouTube e criou uma …

Marítimo 1 - 2 Benfica | Águia faz terapia no “divã” de Pizzi

Após duas derrotas consecutivas para o campeonato (contra o Boavista e o Braga), o Benfica regressou às vitórias, na visita ao Marítimo, por 2-1. Um resultado que não disfarça as dificuldades e a intranquilidade que …

A Coreia do Sul vai ter táxis aéreos. Serão usados em serviços de emergência e turismo

A empresa chinesa de mobilidade aérea EHang concluiu três voos de teste na Coreia do Sul para demonstrar o seu novo transporte de passageiros. Trata-se de um táxi aéreo com capacidade de resposta de emergência …

Tartarugas marinhas transportadas para a Flórida depois de sofrerem reação hipotérmica

Quarenta tartarugas marinhas em vias de extinção foram transportadas para a Florida, nos Estados Unidos, depois de sofrerem uma reação de hipotermia na costa de Massachusetts. Quando as tartarugas marinhas são expostas à água fria por …

Apoiante de Trump doou 2,5 milhões para combater os resultados eleitorais. Agora, quer o dinheiro de volta

Um investidor de capital de risco da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, que doou 2,5 milhões de dólares para ajudar o ainda Presidente norte-americano, Donald Trump, a contestar os resultados eleitorais que deram a …

Petição de Cristina Ferreira contra cyberbullying já reúne mais de 37 mil assinaturas

Cristina Ferreira lançou este sábado (28) uma petição contra o ódio e a agressão na internet que já conta com mais de 37 mil assinaturas. O objetivo é levar este tema à Assembleia da República. Cristina …