Neto de Moura ainda pode julgar divórcios e regulação parental

A transferência de Neto de Moura vai manter o problema, uma vez que o juiz terá de apreciar os processos de divórcio e regulações de poder paternal, considera o Conselho Regional da Ordem dos Advogados do Porto.

O juiz desembargador Neto de Moura foi transferido da secção criminal para a secção cível do Tribunal da Relação do Porto, deixando de julgar casos de violência doméstica, segundo fonte do Conselho Superior da Magistratura.

No entanto, o Conselho Regional do Porto da Ordem dos Advogados manifesta preocupação com a solução encontrada para Neto de Moura, afirmando que a “simples mudança” da secção criminal para uma cível equivale a manter o problema de fundo.

A transferência de Neto de Moura vai manter o problema, uma vez que o juiz desembargador terá que apreciar em recurso processos de divórcio e de regulação das responsabilidades parentais, considera o Conselho Regional do Porto da Ordem dos Advogados.

“A simples mudança para uma secção cível equivale a manter o problema de fundo: se o problema está, como parece, numa certa compreensão da vida e da realidade por parte do Desembargador Neto de Moura, em particular nas questões de índole familiar e conjugal, não faltarão ocasiões para essa compreensão vir novamente ao de cima, reacendendo toda a polémica”, sublinha o conselho em comunicado.

No seu entender, “há o sério risco de a comunidade, em cujo nome os tribunais aplicam as leis, entender que essa solução é guiada pelo simples intuito de proteger o desembargador Neto de Moura do clamor que as suas decisões têm causado na comunidade, ficando tudo o mais por analisar e resolver”.

Para o Conselho Regional do Porto, a questão que se coloca no plano da cidadania e da justiça é bem clara: “Saber se a comunidade pode conviver com decisões e entendimentos como os expressos pelo desembargador Neto de Moura”.

Salienta ainda que, em regra, “o problema não está na lei, mas no modo como a mesma é (mal) interpretada e aplicada em muitos processos (que não apenas os do Desembargador Neto de Moura)”.

O Conselho Regional do Porto espera que se aproveite o “caso Neto de Moura” para repensar questões tão sérias como o acesso à magistratura judicial, a progressão na carreira, a fiscalização e a inspeção dos Juízes, a sua formação contínua.

“Enfim, tudo quanto contribua para uma autêntica legitimação dos Tribunais e dos Juízes, o que também permitirá enfrentar casos patológicos, que, sendo embora excecionais, não podem ser tolerados, nem tratados de modo displicente, gerando incompreensão na comunidade”, salienta ainda o comunicado.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O cometa interestelar 2I/Borisov partiu-se em dois

O cometa interestelar 2I/Borisov, o primeiro do seu tipo a ser descoberto em agosto do ano passado, começou a dividir-se em duas partes na semana passada. As imagens contínuas do telescópio espacial Hubble do objeto interestelar …

Estudo estima 471 mortes em Portugal até agosto (e que o pico foi atingido a 3 de abril)

De acordo com as estimativas do estudo, cerca de 151.680 pessoas vão morrer na Europa durante a "primeira vaga" da doença. Um estudo divulgado esta terça-feira nos Estados Unidos estima que a covid-19 venha a provocar …

Mais de metade da população mundial está fechada em casa

Mais de metade da população mundial (52%) está atualmente confinada nas suas casas por ordem das autoridades para combater a propagação da doença covid-19. Segundo um balanço feito pela agência France Fresse (AFP), mais de quatro …

Documentário da Netflix reacende debate sobre os milhares de tigres em cativeiro nos Estados Unidos

A minissérie documental da Netflix "Tiger King: Morte, Caos e Loucura" veio reacender o debate sobre os grandes felinos que estão em cativeiro, frisando que há cerca de 10.000 espécimes nestas condições nos Estados Unidos. …

Luciano venceu a covid-19 aos 100 anos. Teve direito a bolo, a um desenho e a uma alta hospitalar

Luciano Marques da Silva completou 100 anos no hospital de São João, no Porto, onde se encontrava hospitalizado devido à infeção por covid-19. Depois de dez dias de internamento, conseguiu vencer e recebeu alta. No dia …

Geneinno S2, a scooter subaquática que o impulsiona entre as ondas

Há dois anos, foi anunciada a Trident, uma scooter subaquática fabricada pela startup chinesa Geneinno. Agora, a empresa lançou um modelo mais barato e portátil, conhecido como Geneinno S2. O Trident - ou Geneinno S1 - …

WhatsApp restringe opção de reencaminhar mensagens para evitar desinformação

A rede social anunciou que vai passar a restringir o reencaminhamento de mensagens para tentar diminuir a disseminação de informação falsa sobre a pandemia de covid-19. De acordo com a revista Newsweek, a partir desta terça-feira, …

"Mostre-me a sua identificação." Na Tunísia, um robô pergunta às pessoas por que não estão em casa

Nas ruas de Túnis, a capital da Tunísia, um robô não pilotado aborda as pessoas na rua e pergunta-lhes por que não estão em casa, exigindo-lhes um documento de identificação. A Tunísia está em confinamento obrigatório …

Putin não quer repetir os erros dos outros países

Vladimir Putin diz que "o pico da epidemia ainda não foi superado", mas garante que tem "em consideração as experiências positivas e negativas de outros países". O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou esta terça-feira para …

É possível fazer uma máscara de tecido em apenas alguns segundos

O cirurgião-geral norte-americano Jerome Adams disse que as máscaras faciais de pano podem ser feitas a partir de utensílios domésticos comuns. No início do mês, Jerome Adams, cirurgião-geral dos Estados Unidos, deixou um aviso ao público …