“Democracia não será suspensa”. Conselho de Estado dá luz verde ao estado de emergência

Miguel Figueiredo Lopes / Presidência Da República / Lusa

A declaração de estado de emergência não significará a suspensão da democracia, garantiu o primeiro-ministro, António Costa.

A reunião do Conselho de Estado terminou pouco depois das 14h desta quarta-feira e, logo depois, o gabinete do primeiro-ministro anunciou uma reunião do Conselho de Ministros “para informar das decisões do Conselho de Estado”, aquele que é o primeiro passo formal para a declaração de emergência.

No site da Presidência lê-se que “o Conselho de Estado, reunido sob a presidência de Sua Excelência o Presidente da República, hoje, dia 18 de março de 2020, em sistema de videoconferência, no Palácio de Belém, analisou a situação em Portugal decorrente da Pandemia Covid-19, nomeadamente quanto à eventual declaração do estado de emergência, nos termos dos artigos 19.º, 134.º, alínea d), e 138.º da Constituição, e da Lei n.º 44/86, de 30 de setembro, alterada pela Lei Orgânica n.º 1/2011, de 30 de novembro”.

De acordo com o Observador, o Conselho de Estado apoia o Presidente na decisão de decretar estado de emergência. Como se trata de um órgão consultivo, não foi realizada qualquer votação. Ainda assim, sabe o diário, a grande maioria dos conselheiros fez intervenções favoráveis no sentido de Marcelo Rebelo de Sousa avançar para a declaração de estado de emergência.

António Costa falou ao país, a partir do Palácio da Ajuda, para anunciar que o Governo deu parecer positivo. O governante lembrou ainda a gravidade da situação de declarar estado de emergência e justificou, desta forma, a decisão de ouvir o Governo depois de conhecer a decisão do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

“Com a declaração do estado de emergência a democracia não será suspensa, continuaremos com o pleno funcionamento das nossas instituições democráticas, continuaremos a ser uma sociedade de cidadãos livres que serão responsáveis por si e pelos outros”, declarou o primeiro-ministro.

“A declaração do estado de emergência em nada pode desresponsabilizar, seguindo as recomendações da DGS e reduzindo ao mínimo os contactos sociais. Queremos continuar a viver numa sociedade decente, onde todos cuidam uns dos outros, onde ninguém é deixado ao abandono, onde não reina o princípio do ‘salve-se quem puder'”, disse.

O primeiro-ministro sublinhou que as cadeias de abastecimento de bens e serviços essenciais têm de continuar a ser asseguradas. “A primeira prioridade é conter a pandemia e salvar as vidas.”

Costa não entrou em pormenores, mas adiantou que as medidas que o Governo vai executar caso seja aprovado o estado de emergência vão ser decididas amanhã, quinta-feira, em Conselho de Ministros. “O Conselho de Ministros de amanha deverá aprovar as medidas que vamos tomar se a Assembleia da República aprovar o decreto presidencial.”

Ainda assim, revelou que o decreto presidencial não incluirá recolher obrigatório.

A Assembleia da República também está a postos e reúne-se a partir das 16h (hora indicativa) para analisar o decreto presidencial de declaração do estado de emergência, se for este o caso. Segundo o Público, assim que todos os formalismos estiverem cumpridos, o Presidente da República faz uma declaração ao país. Está marcada para as 20h.

Entretanto, apesar de Marcelo ainda não ter anunciado ao país, foi disponibilizado no site da Presidência o projeto de diploma que decreta o estado de emergência. O decreto foi enviado pelo Presidente da República e carece agora de autorização da Assembleia da República.

Segundo o documento, ficam parcialmente suspensos o exercício do direito de deslocação e fixação em qualquer parte do território; propriedade e iniciativa económica privada; direitos dos trabalhadores; circulação internacional; direito de reunião e manifestação; liberdade de culto, na sua dimensão coletiva e direito de resistência.

O número de infetados pelo novo coronavírus subiu para 642, mais 194 do que os contabilizados nesta terça-feira, anunciou a Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o organismo liderando por Graça Freitas, há ainda 351 casos a aguardar resultados laboratoriais, 6656 pessoas em vigilância e 20 casos internados em Unidades de Cuidados Intensivos.

Ao todo, há 24 cadeias de transmissão ativas, mais cinco do que esta terça-feira. A DGS dá ainda conta de três casos recuperados, um número que terá entretanto subido para quatro, apesar de este caso não constar do boletim divulgado esta quarta-feira. Trata-se de uma mulher de 75 anos que já terá recebido alta do Hospital de São João, no Porto.

Ao todo, Portugal regista duas vítimas mortais.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Nicotina contribui para cancro do pulmão formar metástases no cérebro

A nicotina, uma substância não carcinogénica presente no tabaco, contribui para que o cancro no pulmão se dissemine no cérebro, formando metástases, concluiu um estudo publicado na revista Journal of Experimental Medicine. Uma equipa de investigadores …

Nas montanhas suíças, há quartos de hotel sem paredes nem teto

Dois artistas concetuais suíços criaram sete "quartos de hotel" ao ar livre, sem paredes nem teto, mas com vistas para as montanhas da Suíça e de Liechtenstein. A dupla suíça, os irmãos gémeos Frank e Patrik …

Risco de segunda vaga de covid-19 é alto em França

Um estudo publicado esta sexta-feira revela que a chamada "imunidade de grupo" está longe de ser alcançada em França. O risco de uma segunda vaga de covid-19 em França é "extremamente elevado", de acordo com um …

Desvendado mistério das cartas censuradas entre a rainha Maria Antonieta e o seu suposto amante

A natureza da relação entre a rainha Maria Antonieta e o conde sueco Axel de Fersen continua a intrigar os historiadores há mais de um século. Eram realmente amantes? Agora, graças a uma nova análise …

Ministra do Madagáscar afastada por querer gastar 1,8 milhões em rebuçados para disfarçar sabor de "Covid-Organics"

A ministra da Educação do Madagáscar foi destituída esta quinta-feira, depois de ter proposto gastar 1,8 milhões de euros em rebuçados, para distribuir em escolas e atenuar o sabor de uma infusão para a covid-19. A …

Santa Clara 3-2 SC Braga | Açorianos estreiam-se na nova casa com vitória sobre os minhotos

O Santa Clara venceu hoje o Sporting de Braga por 3-2, em jogo da 25.ª jornada da I Liga de futebol em que se assinalou também a estreia da Cidade do Futebol como palco de …

O maior e mais antigo monumento Maia já conhecido foi descoberto no México

O maior e mais antigo monumento já conhecido construído pela civilização Maia, batizado como Aguada Fénix, foi encontrado no sudeste do México. De acordo com o site New Scientist, o Aguada Fénix é uma enorme …

Twitter bloqueia vídeo de campanha de Donald Trump com tributo a George Floyd

O Twitter bloqueou um vídeo de tributo a George Floyd feito pela campanha de reeleição do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A rede social colocou um rótulo no vídeo da página da conta @TeamTrump, dizendo …

Depois da covid-19, poder haver uma outra doença respiratória à nossa espera

Com o desconfinamento, vamos gradualmente regressando ao normal, mas agora possivelmente com um novo inimigo. A doença dos legionários pode estar escondida nos edifícios que deixamos para trás. Surtos globais de coronavírus forçaram o encerramento de …

Apple está a seguir iPhones roubados das lojas durante os protestos nos EUA

Os iPhones que têm sido roubados das lojas da Apple durante os protestos contra a violência policial, nos Estados Unidos, foram desativados e estão a ser seguidos pela empresa. De acordo com a revista Newsweek, as …