Mais de um milhão de catalães em protesto pedem unidade de Espanha (e prisão de Puigdemont)

Centenas de milhares de pessoas manifestaram-se no centro de Barcelona contra a independência da Catalunha e a favor da unidade de Espanha, acusando os líderes separatistas de terem enganado e dividido o povo da região mais rica do país.

“A Justiça tem de decidir, mas eu acho que o Carles Puigdemont devia ir para a prisão, assim como todos os que colaboraram nesta farsa”, disse à Lusa este domingo Rafael, de 50 anos, acompanhado pela família, que veio defender a “unidade de Espanha, com o lema “Todos somos Catalunha! Pela convivência, sensatez”.

A polícia municipal de Barcelona estimou em 300.000 o número de manifestantes, enquanto os organizadores da Sociedade Civil Catalã aponta para cerca de 1,3 milhões. Nas imagens aéreas (abaixo) captadas pelo La Vanguardia, no entanto, é perceptível que o número de manifestantes ultrapassa até provavelmente a estimativa dos organizadores.

“Fomos demasiado lentos. Madrid demorou muito tempo a reagir, mas Puigdemont é o principal responsável pela divisão dos catalães ao fazer acreditar muitos numa grande mentira”, avançou Miguel, de 34 anos, ao lado do pai, um com uma bandeira espanhola e o outro com uma da comunidade autónoma da Catalunha.

Muitas pessoas tinham bandeiras como estas e também da União Europeia e gritavam “Viva a Espanha“, “Unidade” e ainda “Puigdemont para a prisão”.

Na cabeça da manifestação estiveram a catalã Dolors Montserrat, ministra da Saúde espanhola, em representação do Governo de Madrid, e os líderes regionais dos principais partidos que lutam contra a divisão de Espanha.

Comprometemo-nos a não abandonar os catalães e cumprimos. Vamos devolver a democracia à Catalunha nas eleições de 21 de dezembro”, disse Dolors Montserrat aos jornalistas.

Nos cartazes empunhados pela multidão liam-se slogans como “Espanha unida”, “despertar de um povo silenciado”, “pela reconciliação entre os catalães divididos”, e “todos somos catalães”.

A catedrática catalã de direito constitucional Teresa Freixes foi uma das primeiras a subir ao palco para pedir aos manifestantes para “não caírem nas provocações” dos independentistas, que acusou de doutrinarem os alunos nas escolas e de “construírem tudo com base em mentiras”.

Os organizadores da Sociedade Civil Catalã insistiram na necessidade de defender a democracia, a convivência e o diálogo dentro da lei.

O parlamento regional da Catalunha aprovou, na sexta-feira, a independência da região, numa votação sem a presença da oposição, que abandonou a assembleia regional e deixou bandeiras espanholas nos lugares que ocupavam.

Ao mesmo tempo, em Madrid, o Senado espanhol deu autorização ao Governo para aplicar o artigo 155º. da Constituição para restituir a legalidade na região autónoma.

O executivo de Mariano Rajoy, do Partido Popular (direita), apoiado pelo maior partido da oposição, os socialistas do PSOE, anunciou ao fim do dia a dissolução do parlamento regional, a realização de eleições em 21 de dezembro próximo e a destituição de todo o Governo catalão, entre outras medidas.

Em resposta, no sábado, Carles Puigdemont, disse não aceitar o seu afastamento e pediu aos catalães para fazerem uma “oposição democrática”, numa declaração oficial gravada previamente e transmitida em direto pelas televisões.

Ministro admite que Puidgemont pode vir a ser preso

O ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol, Alfonso Dastis, afirmou hoje que o líder catalão Carles Puidgemont, demitido por Madrid, poderá ser preso por ter participado no movimento independentista.

O chefe da diplomacia do Estado espanhol indicou que Puidgemont pode “em teoria” ser candidato nas eleições regionais marcadas para 21 de dezembro pelo chefe do Governo espanhol, Mariano Rajoy, “se nessa altura não tiver sido posto na prisão”.

Em entrevista à Associated Press, Alfonso Dastis referiu-se assim à possibilidade de Puidgemont enfrentar acusações criminais pelo seu papel no movimento independentista que culminou com a declaração de independência na sexta-feira no parlamento catalão.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. a ambiçao cega , a arrogancia manipula, as suas frustraçoes pessoas usadas pelos terroristas e marginais de extrema esquerda,.para servirem interesses inconfessveis. a prisao nao sera o pior castigo, talvez o ter que varrer as ruas de madrid acompanhado do seu sequito do podemos , os verdadeiros mentores desta traiçao.

RESPONDER

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está …

"Bola de fogo" cruzou o céu sobre o Mediterrâneo a 105 mil quilómetros por hora

Uma "bola de fogo" atravessou o mar Mediterrâneo e o norte de Marrocos na noite de quarta-feira, a 105.000 quilómetros por hora. A bola de fogo foi observada por um projeto científico espanhol a uma velocidade …

Duterte rejeita que a filha o vá suceder na liderança das Filipinas. "Isto não é para mulheres"

O líder das Filipinas, Rodrigo Duterte, descartou, na quarta-feira, a hipótese de a filha o vir a suceder no próximo ano, acrescentando que a presidência não é tarefa para uma mulher por causa das …

"Uma memória a flutuar no oceano." Encontrada, dois anos depois, uma mensagem numa garrafa

Uma mensagem no interior de uma garrafa sobreviveu a uma viagem de dois anos pelo oceano. Recentemente, chegou às mãos de um ativista ecológico, enquanto limpava uma praia da Papua Nova Guiné. Em novembro do ano …

As células imortais de Henrietta Lacks revolucionaram a Ciência

O ano de 1951 foi muito importante no campo da biotecnologia e, surpreendentemente, tudo começou com a chegada de Henrietta Lacks a um hospital norte-americano. Descendente de escravos, Loretta Pleasant nasceu a 1 de agosto de …

Humanidade não será capaz de controlar máquinas superinteligentes, avisam cientistas

Uma equipa de investigadores do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano sugere que seria impossível controlar máquinas superinteligentes. A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) continua a evoluir de vento em popa, enquanto alguns cientistas e …

Em 1950, a vacinação em massa salvou a Escócia

Em 1950, Glasgow, na Escócia, viu-se a braços com um surto de varíola e o cenário era muito semelhante ao que vivemos hoje: as autoridades sanitárias tentavam rastrear todos os contactos de pessoas portadoras do vírus, …

Japonês aluga-se a si próprio "para não fazer nada". E tem milhares de clientes

Um homem japonês que ganha a vida a alugar-se a si próprio “para não fazer nada” atraiu milhares de clientes. O negócio começou em 2018. Por 10.000 ienes (cerca de 79 euros) - mais despesas com …

Documentos de vacinas roubados por hackers também foram "manipulados"

A Agência Europeia do Medicamento, entidade reguladora da União Europeia (UE), informou este sábado que os documentos da vacina contra a covid-19 roubados e colocados na Internet por hackers foram também "manipulados". A manipulação aconteceu depois …

Há 11 anos que não se consumia tanta eletricidade num só dia. A culpa é do frio

O país está a bater recordes de energia, tanto em termos de pico como de consumo diário. A culpa é da vaga de frio que assolou Portugal neste Inverno. O consumo de eletricidade bateu, na quarta-feira, …