Bosch responsabiliza Volkswagen por manipular emissões de gases poluentes

A companhia alemã Bosch, fornecedora da tecnologia diesel posta em causa no escândalo Volkswagen, responsabilizou o grupo Volkswagen pela manipulação dos dados de emissões de gases poluentes nos veículos a gasóleo que foi descoberta nos Estados Unidos.

A companhia Robert Bosch, responsável pela avançada tecnologia que levou os motores diesel a imporem-se no mercado europeu como alternativa aos motores a gasolina, é a fornecedora dos modelos equipados com a família de motores EA189 do sistema de injeção por common-rail, a alimentação e o módulo que doseia o tratamento de gases de escape, além do software que gere estes sistemas.

Num comunicado de imprensa, a Bosch explica que, como é habitual na indústria auxiliar para o setor automóvel, as componentes são fornecidas segundo as especificações do fabricante de automóveis.

A forma de calibragem e integração destes sistemas nos veículos completos é da responsabilidade de cada fabricante de automóveis, adianta a Bosch.

A imprensa alemã revela hoje que a Bosch advertiu em 2007 o grupo Volkswagen que o software agora posto em causa era um desenvolvimento válida apenas para testes e que a utilização deste na estrada era ilegal.

Quatro anos mais tarde, em 2011, a Volkswagen também foi avisada por um engenheiro do grupo sobre as práticas ilegais nos testes de emissões, segundo um relatório citado na edição de domingo do diário alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung, que respondia nesse momento a uma investigação interna.

A tecnologia desenvolvida pela Bosch está incluída nos motores EA189 utilizados em 11 milhões de veículos das marcas Audi, Seat, Skoda e Volkswagen, ainda que por enquanto apenas a marca Volkswagen tenha identificado cinco milhões de unidades em todo o mundo.

As restantes marcas ainda não revelaram o número de veículos que incluem o software, tecnicamente denominado como defeat device, que altera os dados das emissões quando um veículo está ser submetido a testes de emissões e modifica o regime de funcionamento do motor para produzir menos gases poluentes.

O desvio está centrado nos óxidos de nitrógeno, um valor extremamente exigente nas normas de emissões poluentes dos Estados Unidos em comparação com o das normas europeias (Euro5), que entretanto foi substituída a 01 de setembro pela Euro6, agora muito mais exigente.

Nos Estados Unidos o limite admitido é de 48 miligramas por quilómetro, enquanto o do Euro5 admitia 160 miligramas, uma quantidade reduzida para 80 miligramas no novo conjunto de normas Euro6.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Helicóptero do INEM avariou durante missão. Vítima que ia socorrer acabou por morrer

Um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), localizado em Loulé, teve uma avaria a meio de uma missão de socorro, sendo obrigado a abortar a viagem que visava ajudar uma mulher de 22 …

Águas do Porto alerta para cobranças fraudulentas porta a porta

A empresa municipal Águas do Porto alertou, esta segunda-feira, para uma fraude que está a ser cometida em seu nome com falsos funcionários que tentam fazer cobranças à porta. De acordo com a Águas do Porto, …

Um terço dos universitários de Lisboa já sofreu violência sexual física

Um terço dos estudantes universitários da área metropolitana de Lisboa já foi vítima de violência sexual física pelo menos uma vez, mas são muitos poucos os que denunciam as agressões, raramente o fazendo à …

OE2020: Esquerda vai negociar "até ao último minuto". PSD não comenta eventual traição madeirense

O Governo apresentou, nesta terça-feira, na Assembleia da República, as linhas gerais da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) aos partidos com representação parlamentar. Dos encontros, não saiu fumo branco, com o Bloco …

Turismo fez subir o custo de vida dos portugueses. Salários continuam estagnados

O crescimento do turismo em Portugal fez crescer o custo de vida dos portugueses, especialmente nos que vivem nas grandes cidades, apesar de estes continuarem com os salários estagnados, escreve o Jornal de Notícias. Entre 2013 …

Contrato público. Amazon apresenta queixa em tribunal contra Trump

A Amazon revela que os "insistentes ataques públicos e de bastidores" de Donald Trump contra Jeff Bezos causaram "pressão" que levou à perda de contrato público com o Departamento de Defesa.  A Amazon apresentou uma queixa …

Empurrões, insultos e (talvez) um murro: Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro perderam as estribeiras no túnel do Jamor

Os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro, desentenderam-se no túnel de acesso ao relvado do Estádio Nacional, ao intervalo do jogo em que as duas equipas empataram a uma bola. …

Acordo entre Rússia e Ucrânia para cessar-fogo até ao final do ano

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, chegaram na segunda-feira à noite a um acordo de cessar-fogo que deverá ter efeito até ao final do ano de 2019. "As partes …

Nova Zelândia abre investigação. Erupção do Whakaari já fez pelo menos 13 mortos

Pelo menos cinco pessoas morreram e oito continuam desaparecidas, na sequência da erupção do vulcão Whakaari, na Nova Zelândia. As autoridades afirmam que há poucas chances de terem sobrevivido. "Diria com forte convicção de que ninguém …

Falhas no acesso a remédios não são exclusivo do SNS. No resto da Europa também há, diz ministra

A ministra da Saúde afirmou que as falhas no acesso a medicamentos não são "um exclusivo nacional", estando em discussão entre os Estados-membros uma "estratégia global para o acesso ao medicamento". A ministra da Saúde afirmou …