Berardo quer que Marques Mendes saia do Conselho de Estado. Marcelo rejeita “pressão”

António Cotrim / Lusa

O empresário madeirense Joe Berardo escreveu a Marcelo Rebelo de Sousa a pedir que ao Presidente que repreenda Luís Marques Mendes e repondere a sua presença no Conselho de Estado.

Joe Berardo, na missiva enviada a Belém na semana passada, condenou os comentários de Marques Mendes, comentador semanal ao domingo na SIC, sobre as suas comendas por este ser membro do órgão consultivo da Presidência da República e por fazer parte da sociedade Abreu Advogados, que representa a Caixa Geral de Depósitos (CGD) em processos de arresto contra si.

O pedido ao Chefe de Estado surgiu após Marques Mendes ter defendido que uma eventual decisão do Conselho das Ordens Honoríficas (COH) que passe pela repreensão a José Berardo, mantendo as condecorações no âmbito do processo disciplinar, será uma “frouxidão”. O comentador disse ainda que o empresário “tem um comportamento ético absolutamente censurável”.

De acordo com o Jornal Económico, a saída de Marques Mendes do Conselho de Estado, o órgão consultivo da Presidência da República, não irá acontecer porque Marcelo de Rebelo de Sousa “não é pressionável”, disse fonte oficial de Belém.

Ao jornal, fonte oficial da Presidência da República disse que “nada no estatuto dos Conselheiros de Estado autoriza o Presidente da República a apreciar a liberdade de expressão dos Senhores Conselheiros dentro ou fora daquele órgão”.

O COH decidiu, em maio, abrir um processo disciplinar com vista à retirada das distinções a Joe Berardo. O resultado do processo deverá ser conhecido esta sexta-feira.

Em 20 de abril, CGD, BCP e Novo Banco entregaram no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa uma ação executiva para cobrar dívidas de Joe Berardo, de quase 1.000 milhões de euros, executando ainda a Fundação José Berardo e duas empresas ligadas ao empresário. O valor em dívida às três instituições financeiras totaliza 962 milhões de euros.

O processo disciplinar foi iniciado depois de Berardo ter feito declarações no Parlamento consideradas desrespeitosas por vários grupos parlamentares. De acordo com a lei das ordens, o empresário enfrenta uma pena que vai da advertência até à perda das condecorações.

Em outubro, a defesa do arguido invocou outros casos de personalidades portuguesas que tiveram problemas com a Justiça para que o empresário não perca as condecorações, nomeadamente Cristiano Ronaldo e José Mourinho.

Cristiano Ronaldo foi condenado com 23 meses de prisão em pena suspensa e sujeito a uma multa de 18,8 milhões de euros por fraude fiscal em Espanha. No que respeita ao processo da alegada violação, nunca foi condenado: a Justiça norte-americana deixou cair as acusações que remontam a junho de 2009, concluindo que as acusações contra Cristiano Ronaldo não podem ser provadas.

José Mourinho, por sua vez, foi também condenado no âmbito do crime de fraude fiscal, sendo-lhe aplicada um ano de prisão em pena suspensa e uma multa de 3,3 milhões.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Mais 71 mortes e 5290 casos de covid-19. 517 doentes nos cuidados intensivos

Portugal regista, esta quarta-feira, mais 71 mortes e 5290 novos casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 5290 novos casos, …

Um quarto dos italianos acredita em teorias da conspiração sobre a covid-19

Um quarto dos italianos acredita em teorias da conspiração sobre a covid-19, incluindo que o vírus foi criado em laboratório para alterar equilíbrios mundiais ou que não existe, segundo uma nova sondagem. Um em cada cinco …

Carros importados poderão reaver ISV pago em excesso desde 2017

A Autoridade Tributária foi condenada a devolver parte do Imposto Sobre Veículos (ISV) cobrado sobre dois carros usados importados em 2017. Segundo o jornal Público, esta é a primeira vez que a sentença envolve um imposto …

Juventude Popular suspende congresso do próximo fim de semana

O XXIV Congresso da Juventude Popular, agendado para sábado e domingo, em Braga, foi suspenso e será reagendado 15 dias depois do levantamento do estado de emergência, decidiram esta terça-feira os órgãos da estrutura que …

Novo líder do Aliança reúne-se com Rui Rio (com autárquicas em cima da mesa)

Paulo Bento, recém-eleito presidente do Aliança, e Rui Rio, líder do PSD, vão encontrar-se esta quarta-feira. Em cima da mesa vão estar as eleições autárquicas do próximo ano. De acordo com o Público, o encontro destina-se …

Mais de 60% dos portugueses deixaram de ir a restaurantes. Só 33% considera que o Estado prioriza a saúde

A nível nacional, 63% dos portugueses que continuaram a ir a espaços de restauração indicaram o convívio familiar com principal motivo da deslocação. A nível dos cuidados de saúde apenas 33% dos portugueses consideram que …

Santa Casa contratou Paulo Pedroso como consultor por 3700 euros

O ex-ministro socialista Paulo Pedroso, actual director da campanha presidencial de Ana Gomes, foi contratado pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) em Setembro passado, com um ordenado de 3700 euros e efeitos retroactivos …

Covid-19. Médicos devem dar prioridade a quem pode recuperar vida normal e não à idade

Os doentes que podem recuperar para uma vida normal devem ter prioridade face aos que têm baixa probabilidade de recuperação e a idade não pode por si só ser critério, recomenda um parecer do Colégio …

"Há doentes a ficar para trás". Ex-ministro da Saúde diz que mortes por falta de cuidados são inaceitáveis

O ex-ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes afirmou esta terça-feira que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) está a ser exposto a um teste de stresse devido à pandemia e que não é aceitável que …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar a médica que divulgou receita para enganar testes à covid-19

Depois de médica divulgar receita para os possíveis infetados testarem negativo à covid-19, a Ordem dos Médicos abriu o terceiro processo contra membros do movimento que contesta o uso de máscaras - os "Médicos pela …