Nota de culpa contra Berardo aponta para perda das condecorações

Homem de Gouveia / Lusa

Mota Amaral entregou ao Conselho das Ordens o resultado do processo disciplinar que envolve Joe Berardo. O processo entra agora numa segunda fase, que passa pela resposta de Berardo ao documento.

De acordo com o Expresso, trata-se de um relatório que contém notas críticas sobre a atitude do empresário na audição parlamentar na Caixa Geral de Depósitos. Joe Berardo já recebeu o documento.

A decisão final está nas mãos do Conselho das Ordens e ainda falta um passo importante para fechar de vez o processo, mas o caso das condecorações de Joe Berardo tem nota de culpa associada, o que indica que o relator encontrou fundamento para uma eventual sanção, que pode vir a ter a forma de uma advertência ou admoestação.

O cenário alternativo aponta para considerar que o empresário deve ser irradiado da Ordem, o que implica a perda das condecorações.

O processo entra agora numa segunda fase, que passa pela resposta de Berardo ao documento elaborado por Mota Amaral. O relator do processo concluiu, em dois meses, o documento que Berardo recebeu na quarta-feira. O empresário tem 30 dias para o devolver.

A nota de culpa regressa depois ao Conselho das Ordens para a decisão definitiva sobre o processo instaurado ao Comendador. Oficialmente cabe ao Conselho da Ordem elaborar as listas para as condecorações e é também o Conselho, presidido pela Chanceler Manuela Ferreira Leite, que avalia em que circunstâncias, além dos casos de condenação, é que se pode considerar a retirada das condecorações.

Berardo não é visado por qualquer tipo de condenação. A intervenção que teve na Comissão Parlamentar da CGD levou a que o gabinete de Ferro Rodrigues tivesse enviado para Belém um parecer a defender que as declarações feitas por Berardo pudessem ser “consideradas matéria relevante para a avaliação do cumprimento dos deveres legais dos membros das Ordens”. O assunto foi também remetido ao Ministério Público.

Joe Berardo foi agraciado com o grau de comendador da Ordem do Infante em 1985. Em 2004 foi condecorado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. o Rui Veloso tem uma música fantástica chamada “valsinha das medalhas” acerca destes peitos que recebem estas comendas a torto e a direito. Recomendo a sua audição.
    A letra reza assim:
    Já chegou o 10 de Junho
    O dia da minha raça
    Tocam cornetas na rua
    Brilham medalhas na praça
    Rolam já a merendas
    Na toalha da parada
    Para depois das comendas
    E ordens de torre e espada
    Na tribuna do galarim
    Entre veludo e cetim
    Toca a banda da marinha
    E o povo canta a valsinha
    Encosta o teu peito ao meu
    Sente a comoção e chora
    Ergue o olhar para o céu
    Que a gente não se vai embora
    Quem és tu, de onde vens?
    Conta-nos lá os teus feitos
    Que eu nunca vi pátria assim
    Pequena e com tantos peitos
    Já chegou o 10 de Junho
    Há cerimónia na praça
    Há colchas nos varandins
    É a guarda de honra que passa
    Desfilam entre grinaldas
    Velhos heróis de alfinete
    Trazem debaixo das fraldas
    Mais Índias de gabinete
    Na tribuna do galarim
    Entre veludo e cetim
    Toca a banda da marinha
    E o povo canta a valsinha
    Encosta o teu peito ao meu
    Sente a comoção e chora
    Ergue o olhar para o céu
    Que a gente não se vai embora
    Quem és tu, de onde vens?
    Conta-nos lá os teus feitos
    Que eu nunca vi pátria assim
    Pequena e com tantos peitos

  2. Mais uma fantochada para inglês ver, tiram-lhe as condecorações, e os 980 Milhões de Euros de divida desse mamífero à banca?? Numa pais decente, toda a linha hierárquica de funcionários do banco ou bancos que lhe emprestavam o dinheiro, a ele ao Luís Filipe Vieira, e outros cancros sociais deste pais, (leia-se; grande devedores) tinham de ser severamente punidos e os devedores deviam de ser ser penhorados até ao ultimo tostão além de serem presos, no fim das longas penas, seriam considerados Persona Non Grata ao País e eram expulsos daqui para fora de uma vez por todas!

RESPONDER

Republicação das caricaturas de Maomé foi o motivo do ataque junto ao Charlie Hebdo

A republicação das caricaturas de Maomé terá estado na origem do ataque junto ao edifício da antiga redação do jornal satírico Charlie Hebdo, confessou o principal suspeito. Quatro pessoas foram esta sexta-feira feridas, duas das quais …

Segunda vaga pode matar menos (mesmo com novos casos a disparar)

Os especialistas acreditam que a segunda vaga de covid-19 em Portugal vai ser menos letal, embora o número de novos casos diários possa vir a ser "muito elevado". Isto porque temos a lição mais bem …

BCP disponível para fusão com o Montepio

Na eventualidade de ser necessária uma intervenção, o Millennium BCP mostrou-se disponível para uma fusão com o Banco Montepio. Esta hipótese foi apresentada pela instituição bancária numa reunião com o ministro das Finanças, João Leão. O …

Otamendi mais 55 milhões. O negócio que pode levar Rúben Dias para o City

Rúben Dias está muito próximo de reforçar o Manchester City. O clube inglês oferece 55 milhões de euros mais Nicolás Otamendi em troca. A oficialização do acordo deve estar para breve. O Manchester City está muito …

Líbano: Após um mês no cargo, primeiro-ministro demite-se perante impasse político

O primeiro-ministro designado do Líbano, Mustapha Adib, demitiu-se este sábado do cargo numa altura de impasse político sobre a formação de Governo, um mês depois de ter sido nomeado e da violenta explosão no porto …

Governo joga últimos trunfos à esquerda (mas "na 25.ª hora pode ser PSD a salvá-lo" e esse é outro problema)

A duas semanas do fim do prazo para entregar o Orçamento de Estado para 2021 (OE2021), o Governo ainda não tem garantias de aprovação do documento. E enquanto Marcelo pressiona o PSD para "salvar" o …

-

Governo aponta para regresso progressivo de público aos estádios

O regresso de público aos estádios de futebol continua proibido, devido à pandemia de Covid-19, com o secretário de Estado da Juventude e Desporto a admitir esta sexta-feira a possibilidade de um retorno faseado quando …

Há escolas sem intervalos ao ar livre devido à covid-19

Há escolas que estão a proibir os alunos de passarem os intervalos ao ar livre por receio de contágio do novo coronavírus. O pediatra Hugo Rodrigues considera que "é um perfeito disparate". Como tal, os estudantes …

"Aumentar o salário mínimo é criminoso", diz presidente do Fórum para a Competitividade

Pedro Ferraz da Costa, presidente do Fórum para a Competitividade, antecipa uma onda de desemprego até ao final do ano, que muitas empresas não conseguirão manter a atividade e que aumentar o salário mínimo "é …

Segunda vaga impede mais de 12 milhões de consultas e cirurgias

O cenário de uma segunda vaga em Portugal é bastante provável e prevê-se que mais de 12 milhões de consultas e cirurgias fiquem por fazer. No melhor dos cenários, serão 10 milhões. Um estudo da Associação …