//

Mourinho aceita pena suspensa e multa de 2 milhões por fraude fiscal

1

José Sena Goulão / Lusa

Mourinho é acusado de defraudar o Estado espanhol em 3,3 milhões de euros

Mourinho chegou a um acordo com a justiça espanhola para encerrar o processo no qual é acusado de fraude fiscal. O treinador português foi condenado a um ano de prisão com pena suspensa e ao pagamento de uma multa de 1,98 milhões de euros, o equivalente a 60% do valor defraudado.

De acordo com o El Mundo, José Mourinho aceitou declarar-se culpado de dois crimes fiscais relativos a 2011 e 2012, quando estava a treinar o Real Madrid. O jornal espanhol revela ainda que o acordo deve ser oficializado nos próximos dias.

Mourinho é acusado de defraudar o Estado espanhol em 3,3 milhões de euros, valor referente a impostos provenientes da exploração dos direitos de imagem, que não foram cobrados. A acusação aponta para que Mourinho tenha usado offshores na Irlanda, ilhas virgens e Nova Zelândia.

As conversações entre as duas partes começaram em novembro de 2017, depois de Mourinho ter sido presente ao tribunal de Pozuelo de Alarcón, em Espanha.

O caso de Mourinho teve o mesmo desfecho do que o de Cristiano Ronaldo que, em julho deste ano aceitou pagar 19 milhões ao fisco espanhol.

  ZAP //

1 Comment

  1. Coitado, podia faltar para ir ao supermercado abastecer a despensa e teve necessidade de roubar os espanhóis. Ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão. Estás perdoado grande Mourinho, para a próxima corre melhor.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.