18 horas depois, PSD desmente notícia das viagens ao Euro pagas a deputados

PSD / Flickr

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro

O PSD garante que os deputados Luís Montenegro, Hugo Soares e Luís Campos Ferreira pagaram do próprio bolso as respectivas viagens a França, para verem jogos da Selecção Portuguesa no Euro 2016. A reacção do partido surge 18 horas depois de a notícia ter saído no Observador.

A publicação avançou que o dono da Olivedesportos, Joaquim Oliveira, pagou as viagens de Luís Montenegro, líder do grupo parlamentar do PSD, de Hugo Soares, vice-presidente da bancada social-democrata, e de Luís Campos Ferreira, deputado e ex-secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros, a França, para assistirem a jogos de Portugal no Euro 2016.

O Observador adiantou que os três deputados do PSD terão também almoçado no conceituado restaurante Brasserie George a expensas de Joaquim Oliveira.

As viagens terão sido feitas através da agência Cosmos, também propriedade de Joaquim Oliveira. Foi esta mesma agência que cedeu à Galp os bilhetes que a empresa de energia ofereceu aos secretários de Estado Fernando Rocha Andrade e João Vasconcelos.

Este caso envolvendo a Galp e Rocha Andrade está no meio de acesa discussão e já a ser investigado pelo Ministério Público, especialmente por causa do conflito que o governo mantém com a empresa, no domínio da Contribuição Extraordinária de Energia.

PSD garante que a notícia é “falsa”

A JSD de Braga chegou a apontar o dedo aos deputados sociais-democratas que terão viajado a expensas de Joaquim Oliveira, acusando-os de falta de coerência. “Não podemos apregoar um caminho e os nossos representantes fazerem o contrário”, salientou num comunicado publicado pelo jornal i.

Mas, 18 horas depois da notícia do Observador e após os deputados envolvidos terem recusado comentar o caso, o PSD vem garantir que a informação é “falsa”.

Num comunicado citado pelo jornal Sol, o partido frisa que os três deputados “deslocaram-se a França, assumindo por sua conta os custos das respectivas deslocações, tendo assistido, com orgulho e emoção, a jogos da nossa Selecção ao lado das mais altas figuras do Estado.

No texto assinado por Luís Montenegro, Hugo Soares e Luís Campos Ferreira, estes sublinham que não podem ser “usados como cortinas de fumo perante questões legal e eticamente incomparáveis e inconfundíveis”, numa referência ao caso da Galp.

Os deputados sustentam que não se podem situar os dois casos “no mesmo patamar legal e ético”, realçando que no caso de Rocha Andrade estão em causa “viagens oferecidas por empresas privadas qOKue se relacionam directamente com as respectivas tutelas e com as quais o Estado tem presentemente litígios judiciais“.

Passos Coelho também viajou para França, para ver a Selecção jogar, durante o Euro 2016, juntamente com o secretário-geral do PSD, Matos Rosa, mas ambos suportaram das contas pessoais aos gastos inerentes.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Ex-embaixadora dos EUA na Ucrânia acusa Trump de intimidação

Marie Yovanovitch, antiga embaixadora dos Estados Unidos na Ucrânia, denunciou esta sexta-feira a existência de uma campanha para a descredibilizar levada a cabo por Donald Trump com ajuda de ucranianos, no inquérito para a destituição …

Subida do Salário Mínimo Nacional vai aumentar as propinas

A subida do Salário Mínimo Nacional para os 635 euros em 2020, vai ter influência em valores a pagar ou a receber, nomeadamente nas propinas mínimas do Ensino Superior público e nos tectos do Fundo …

É essencial um acordo internacional para taxar “gigantes” tecnológicos, defende Costa

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou esta sexta-feira insustentável do ponto de vista social a situação em que classes médias e pequenas empresas suportam a maior parte do esforço fiscal e defendeu um acordo …

Lisboa entre as cidades com trânsito mais caótico do mundo

Um estudo da Mister Auto - marca líder de mercado na venda de peças para automóveis - agora divulgado revelou que Lisboa está na 74.ª posição no 'ranking' das cidades mais circuláveis. Ou seja, muito …

Parlamento rejeita reforçar subsídio de doença para doentes crónicos e oncológicos

A Assembleia da República rejeitou esta sexta-feira, na generalidade, reforçar o subsídio de doença para doentes crónicos, oncológicos ou graves. Em causa estavam dois projetos de lei de Bloco de Esquerda e PCP e um projeto …

Vacas levadas pelo furacão Dorian aparecem dois meses depois

Três vacas desapareceram de uma ilha na Carolina do Norte, em setembro, na sequência do furacão Dorian. Nas últimas semanas, foram encontradas a oito quilómetros de distância. As três vacas desaparecidas de uma ilha na Carolina …

Criptomoedas são "péssima ideia" e interferem com a política monetária

O Nobel da Economia de 2007, Eric Maskin, afirmou, em entrevista à Lusa, que as criptomoedas são uma "péssima ideia", alertou que interferem com as medidas de política monetária e partilhou que tem esperança que …

PSD aponta Rio e Pinto Balsemão para Conselho de Estado. PS indica Louçã e Carlos César

PS e PS revelaram esta sexta-feira quais os nomes que vão indicar para o Conselho de Estado. O antigo governante Francisco Pinto Balsemão, o líder do PSD, Rui Rio, e o bloquista Francisco Louçã são …

Empresário de Schumacher diz que foi proibido de visitar o antigo piloto

O antigo empresário de Michael Schumacher, Willi Weber, disse não saber qual é o estado de saúde do antigo piloto, revelando ainda que a sua mulher, Corinna Schumacher, o proibiu de o visitar por temer …

Nevões em França causam um morto e deixam 300 mil famílias sem energia

Os fortes nevões que afetam França desde quinta-feira causaram a morte a uma pessoa e cortes de energia que estão a privar de eletricidade 300 mil famílias, sobretudo no sudeste do país. Um motorista de 63 …