18 horas depois, PSD desmente notícia das viagens ao Euro pagas a deputados

PSD / Flickr

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro

O líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro

O PSD garante que os deputados Luís Montenegro, Hugo Soares e Luís Campos Ferreira pagaram do próprio bolso as respectivas viagens a França, para verem jogos da Selecção Portuguesa no Euro 2016. A reacção do partido surge 18 horas depois de a notícia ter saído no Observador.

A publicação avançou que o dono da Olivedesportos, Joaquim Oliveira, pagou as viagens de Luís Montenegro, líder do grupo parlamentar do PSD, de Hugo Soares, vice-presidente da bancada social-democrata, e de Luís Campos Ferreira, deputado e ex-secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros, a França, para assistirem a jogos de Portugal no Euro 2016.

O Observador adiantou que os três deputados do PSD terão também almoçado no conceituado restaurante Brasserie George a expensas de Joaquim Oliveira.

As viagens terão sido feitas através da agência Cosmos, também propriedade de Joaquim Oliveira. Foi esta mesma agência que cedeu à Galp os bilhetes que a empresa de energia ofereceu aos secretários de Estado Fernando Rocha Andrade e João Vasconcelos.

Este caso envolvendo a Galp e Rocha Andrade está no meio de acesa discussão e já a ser investigado pelo Ministério Público, especialmente por causa do conflito que o governo mantém com a empresa, no domínio da Contribuição Extraordinária de Energia.

PSD garante que a notícia é “falsa”

A JSD de Braga chegou a apontar o dedo aos deputados sociais-democratas que terão viajado a expensas de Joaquim Oliveira, acusando-os de falta de coerência. “Não podemos apregoar um caminho e os nossos representantes fazerem o contrário”, salientou num comunicado publicado pelo jornal i.

Mas, 18 horas depois da notícia do Observador e após os deputados envolvidos terem recusado comentar o caso, o PSD vem garantir que a informação é “falsa”.

Num comunicado citado pelo jornal Sol, o partido frisa que os três deputados “deslocaram-se a França, assumindo por sua conta os custos das respectivas deslocações, tendo assistido, com orgulho e emoção, a jogos da nossa Selecção ao lado das mais altas figuras do Estado.

No texto assinado por Luís Montenegro, Hugo Soares e Luís Campos Ferreira, estes sublinham que não podem ser “usados como cortinas de fumo perante questões legal e eticamente incomparáveis e inconfundíveis”, numa referência ao caso da Galp.

Os deputados sustentam que não se podem situar os dois casos “no mesmo patamar legal e ético”, realçando que no caso de Rocha Andrade estão em causa “viagens oferecidas por empresas privadas qOKue se relacionam directamente com as respectivas tutelas e com as quais o Estado tem presentemente litígios judiciais“.

Passos Coelho também viajou para França, para ver a Selecção jogar, durante o Euro 2016, juntamente com o secretário-geral do PSD, Matos Rosa, mas ambos suportaram das contas pessoais aos gastos inerentes.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Cabeceamentos no futebol podem ser proibidos ou limitados. O problema é o risco de demência

A Federação escocesa de futebol prepara-se para proibir os cabeceamentos nos escalões com menores de 12 anos.  Em Inglaterra, fala-se em limitar este gesto futebolístico que foi associado a doenças neuro-degenerativas em vários estudos científicos. …

Fenómeno cerebral desvenda enigma sobre as casas do Neolítico

O comportamento humano está influenciado por aspetos inconscientes. Um deles é um fenómeno da perceção conhecido entre psicólogos como a negligência espacial cerebral. Este fenómeno refere-se à observação de que as pessoas saudáveis preferem o seu …

Justiça do Mónaco investiga José Eduardo dos Santos e Isabel dos Santos

As autoridades do Mónaco estarão a investigar a empresária angolana, assim como o seu pai e o seu marido, pelo crime de branqueamento de capitais. De acordo com o semanário Expresso, as autoridades judiciais do Mónaco …

Depressão Glória atinge Portugal continental com vento forte

A depressão Glória está a caminho. Segundo o Instituto Português do Mar e Atmosfera, no domingo, esperam-se rajadas de vento que podem atingir os 110 quilómetros por hora nas terras altas. A depressão Glória vai passar …

Governo não renova PPP do Hospital de Loures

O Estado não vai renovar a atual parceria público-privada (PPP) do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, que é gerido pelo grupo Luz Saúde, anunciou a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo …

Cientistas podem ter descoberto por que Beethoven ficou surdo

Ludwig van Beethoven começou a notar dificuldades de audição em 1798, com 28 anos. Com 44 ou 45, estava totalmente surdo. Aos 56 anos, o músico morreu e, até hoje, ainda não se sabe …

Tochas em Alvalade. Liga pede reunião de urgência ao MAI

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) solicitou, esta sexta-feira, uma reunião de urgência ao ministro da Administração Interna, na sequência dos incidentes no encontro entre Sporting e Benfica. "A Liga Portugal lamenta profundamente …

Moody’s mantém rating de Portugal acima do "lixo"

A agência de rating norte-americana manteve, esta sexta-feira, a notação financeira de Portugal em “Baa3”, acima de lixo, e a perspetiva em positiva. De acordo com um comunicado no site da agência, a Moody's assinala que …

Suspeitos da morte de jovem cabo-verdiano ficam em prisão preventiva

Os cinco suspeitos da morte do estudante cabo-verdiano vão aguardar julgamento em prisão preventiva, indiciados pelos crimes de homicídio qualificado e três tentativas de homicídio. A decisão, lida aos jornalistas cerca das 23h30 de sexta-feira por …

Cientistas descobriram o ponto fraco dos tardígrados

Os tardígrados, também chamados ursos de água, são conhecidos pela sua resistência. Mas um novo estudo revela agora que estes pequenos organismos também têm um ponto fraco: exposição de longo prazo a altas temperaturas. Em 2018, …