Vídeo mostra batalha na rua por um litro de leite na Venezuela

Circula esta quinta-feira na internet um vídeo captado na Venezuela que mostra dezenas de populares a lutar na rua por um litro de leite.

O episódio terá ocorrido esta manhã na Praça Bolívar de Ejido, em Mérida. As imagens retratam uma enorme batalha campal, na qual dezenas de populares se agridem e empurram na disputa de um pacote de leite junto a uma carrinha de distribuição de alimentos.

No sábado milhares de opositores do regime de Nicolás Maduro manifestaram-se ao som de panelas vazias, contra a escassez de produtos na Venezuela. A falta de bens de primeira necessidade tem sido uma das principais causas dos protestos que diariamente se têm feito sentir no país.

Segundo a imprensa venezuelana, a “marcha das panelas vazias” realizou-se em 14 cidades da Venezuela, entre as quais Puerto La Cruz, Barquisimeto e Maracaibo.

Um manifestante explicou aos jornalistas que, no mercado estatal Éxito, também não havia “carne, peixe, leite, açúcar, óleo, farinha de milho, farinha de trigo nem café“.

Protestos anti-Maduro na Venezuela já causaram 28 mortos e 365 feridos

Os protestos que têm ocorrido desde fevereiro na Venezuela, contra o Governo do Presidente Nicolás Maduro, causaram já 28 mortos e 365 feridos, afirmou hoje a Procuradora venezuelana, Luisa Ortega Diaz.

Falando em Genebra, à margem do Conselho das Nações Unidas para os Direitos Humanos, a mesma responsável avançou com estes números, lamentando o cenário “de violência e caos” no país.

“O que começou por ser uma manifestação pacífica na Venezuela, transformou-se em violência e caos. O direito ao protesto não é absoluto”, declarou, insistindo que “os cidadãos têm o direito de se manifestarem de forma pacífica e sem armas”.

andresAzp / Flickr

Manifestações na Venezuela

Manifestações na Venezuela

Desde há um mês que se registam diariamente protestos em várias localidades da Venezuela, entre manifestações pacíficas e atos de violência, que levaram à detenção de mais de 1.300 pessoas.

Entre as vítimas mortais estão um procurador de justiça e três guardas nacionais e entre os 265 feridos contam-se 109 elementos da polícia nacional.

O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, deu ordens às forças de segurança para controlarem os focos de violência no país e deterem quem financia os grupos violentos.

ZAP/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não quero estar a generalizar, mas penso que a Venezuela há já algumas decadas, principalmente durante o “governo” de Hugo Chavez, habituou-se apenas a comprar e não a produzir. Agora que precisa preocupa-se o actual “governo” em preseguir a oposição, quando deveria preocupar-se em resolver a situação do país. Isto faz-me lembrar um certo país… Tenho pena é que os venezuelanos tiveram a ilusão de que Hugo Chavez iria “democratizar” a Venezuela permitindo que ele governasse por tanto tempo. Se Maduro fizer o mesmo, não tenho dúvidas que haverá uma guerra civil na Venezuela, pois quando as pessoas começam a passar fome já não há nada aperder…

RESPONDER

"Sinto que desci ao inferno". Polícias recordam ataque ao Capitólio

"É assim que vou morrer", "sinto que desci ao inferno" e "corri o risco de ser morto" são alguns dos relatos de polícias que estavam na invasão ao Capitólio. Começaram as audiências na comissão da Câmara …

Pandemia aumentou o preço dos carros usados. Venda de veículos novos caiu a pique

A procura por usados aumentou com a pandemia. Com menos carros novos a saírem dos concessionários, também por causa da crise dos chips, a oferta de usados é escassa, levando os preços a subirem. Um choque …

Jogos Olímpicos: três polémicas de arbitragem em 24 horas

Depois da pontuação controversa no surf, uma decisão que quase ninguém entendeu, no basquetebol e no judo. A arbitragem não é, ou não é suposto ser, o foco de qualquer edição dos Jogos Olímpicos. E não …

Rui Vitória quer levar Manafá para o Spartak Moscovo

O Spartak Moscovo, treinado por Rui Vitória, desistiu da contratação de Gabriel e apresentou agora uma proposta por Wilson Manafá. Desde que chegou a Moscovo para treinar o Spartak, Rui Vitória tem sondado alguns jogadores que …

Centro de Migrantes de Caxias seria pago pelo SEF com carros apreendidos e obras eram feitas por presos

As obras feitas para a construção de um Centro de Migrantes no complexo prisional de Caxias terão sido pagas pelo SEF com carros apreendidos. O Centro de Instalação Temporária de migrantes no complexo prisional de Caxias …

Afinal, declaração de pertença à maçonaria ou Opus Dei não será obrigatória

A obrigatoriedade de os políticos e altos cargos públicos declararem a sua pertença e funções em associações como as desportivas, políticas e de carácter secreto foi aprovada no Parlamento este mês. Jorge Lacão esclareceu que a …

Futebol: Alemanha já está fora dos Jogos Olímpicos

Alemães chegaram à final em 2016 mas, desta vez, nem passaram da fase de grupos. Campeão Brasil continua no torneio masculino. Brasil e Alemanha foram as seleções finalistas da edição anterior dos Jogos Olímpicos, em 2016. …

Portugal perto de surpresa no andebol e Ana Catarina Monteiro faz história na natação

No andebol, a equipa olímpica portuguesa esteve muito perto de surpreender a vice-campeã mundial Suécia. Na natação, Ana Catarina Monteiro teve um resultado histórico. A seleção portuguesa de andebol perdeu por 29-28 frente à vice-campeã mundial …

Portugal nunca teve tantos migrantes a obter nacionalidade portuguesa. Maioria são do Brasil e Israel

Em 2020, mais de 149 mil migrantes passaram a ter o cartão cidadão nacional. Só este ano já há registo de 56 mil. O aumento do número de pessoas a pedir nacionalidade portuguesa deve-se à …

Patrões, UGT e Governo assinam acordo de Concertação, num "sinal de desagravamento" das tensões

Esta quarta-feira, será assinado o acordo de formação profissional, denominado Um Desígnio Estratégico para as Pessoas, para as Empresas e para o País, alcançado na concertação social. Carlos Silva, secretário geral da UGT, encara a assinatura …