Três lusodescendentes entre os mais de 100 detidos na Venezuela

andresAzp / Flickr

Manifestações na Venezuela

Manifestações na Venezuela

Pelo menos três lusodescendentes foram detidos, esta quarta-feira, pela Guarda Nacional Bolivariana (GNB, polícia militar), no final de uma marcha de estudantes opositores em Caracas, indicaram à agência Lusa fontes da comunidade portuguesa local.

Segundo as fontes, Samuel André Ferreira, Daniela Isabel Casal D’Ávila e Christian Gabriel de Sousa de Abreu, foram detidos em Los Palos Grandes, a leste de Caracas, e levados para o comando da GNB em El Paraíso, a oeste da capital.

Os três lusodescendentes fazem parte de um grupo de 105 pessoas, entre elas 11 menores de idade, que, foram detidas na quarta-feira no final de uma marcha de estudantes que exigiam a libertação de vários companheiros detidos desde 12 de fevereiro pelas autoridades.

Os estudantes pretendiam marchar desde Chacaíto (leste de Caracas) até à sede do Ministério Público (centro) mas, uma vez mais, foram impedidos de avançar por um forte cordão policial e militar, optando por ir até à sede do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, em Chacao (leste).

Segundo o diário venezuelano El Universal, agentes “espancaram quatro fotógrafos” que cobriam a manifestação e com uma “metra” (pequena esfera de vidro ou metal) “romperam uma máscara antigás” de um deles.

“Testemunhas asseguram que os guardas estavam muito violentos com os repórteres gráficos”, afirma o diário.

O ministro do Turismo venezuelano, Andrés Izarra, denunciou que um grupo de “vândalos” atacou a sede do seu Ministério.

Segundo o diário Últimas Notícias três jornalistas – Gabriela González (da rádio FM Center), Mildred Manrique (do diário 2001) e Johanna Álvarez (correspondente de um jornal mexicano)- “foram atacadas pela guarda” junto da sede do Ministério do Turismo e “feridas com ‘perdigones’ (tiros de borracha)”.

Segundo a agência noticiosa francesa AFP, a polícia interveio, recorrendo ao uso de gás lacrimogéneo para dispersar a multidão e procedendo a detenções.

A Venezuela é palco há mais de três meses de protestos quase diários, os quais provocaram 43 mortos, 6.081 feridos, milhares de detidos e avultados danos materiais.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Morreu o prefeito de São Paulo que venceu a covid-19, mas que perdeu a batalha para o cancro

O prefeito da cidade brasileira de São Paulo, Bruno Covas, morreu este domingo, aos 41 anos, vítima de cancro, segundo a imprensa brasileira e várias personalidades que nas redes sociais têm lamentado a sua morte. Bruno …

China não está a conseguir macacos de laboratório suficientes para responder à procura da comunidade científica

A proibição do comércio de animais selvagens e o crescimento da investigação científica estão a causar uma escassez de macacos de laboratório na China. A oferta cada vez menor de macacos de laboratório, amplamente usados em …

Câmara do Porto recusa hastear bandeira LGBT no dia contra a homofobia

A Câmara Municipal do Porto recusou hastear a bandeira LGBTI+ na próxima segunda-feira, dia 17 de Maio, data em que se assinala o Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. Segundo o Público, a autarquia …

E se fosse possível passar um mês no Palácio de Buckingham? O preço não seria para qualquer bolso

Viver num palácio pode ser o sonho de muitos, mas não é para a carteira de qualquer um. Agora, já se sabe quanto custaria alugar, durante um mês, uma das casas reais mais conhecidas da …

Cavaco Silva considera que seria "chocante" PSD aprovar reforma das Forças Armadas

O ex-Presidente da República defende que é "um erro grave" a reforma das Forças Armadas que o ministro da Defesa pretende fazer, afirmando que seria para si "chocante" ver o PSD aprová-la. "Considero um erro grave …

Risco de ser hospitalizado ou morrer de covid diminui 90% após vacinação

O risco de um adulto ser hospitalizado ou morrer por covid-19 diminui 90% a 95% passados 35 dias sobre o início da vacinação, conclui um estudo divulgado este sábado pelo Instituto Nacional de Saúde de …

No Japão, combater a pandemia implica pedir ajuda a um grande gato cor-de-rosa

Um super-herói mascarado patrulha dois dos distritos mais movimentados de Tóquio para ajudar os cidadãos japoneses a derrotar o coronavírus. O seu nome é Koronon e é um gato cor-de-rosa. O cruzado é um mascote com …

Portugal regista mais uma morte e 334 novos casos. Internamentos voltam a subir

Nas últimas 24 horas, foram confirmados 334 novos casos e registou-se mais um óbito. O boletim deste domingo dá ainda conta de mais 229 recuperados. Segundo o boletim epidemiológico deste domingo, dia 16 de maio, atualmente …

Romualda Fernandes - PS

"Senti alguma dor". Romualda Fernandes fala sobre a atitude racista da qual foi vítima

Romualda Fernandes pronuncia-se pela primeira vez sobre a notícia da Lusa para dizer que aquilo que a define não é a cor da pele, mas os seus valores. Em causa está uma notícia da Agência Lusa, …

Elefantes encontrados mortos numa reserva florestal. Envenenamento pode ser a causa

As autoridades estão a tentar perceber de que forma é que os 18 elefantes selvagens asiáticos morreram no nordeste da Índia. Os elefantes, que incluíam cinco filhotes, foram encontrados mortos na reserva florestal protegida de Kondali, …