Mulheres de autarcas presos na Venezuela vão a votos e ganham

d.r. larazon.net

Patricia de Ceballos ganhou a autarquia de San Cristóbal

Patricia de Ceballos ganhou a autarquia de San Cristóbal

As mulheres de dois autarcas venezuelanos afastados do poder por não terem desmantelado barricadas em manifestações foram domingo eleitas para presidir às câmaras municipais de San Cristóbal e San Diego, respetivamente.

Apoiada pela coligação opositora MUD, Mesa de Unidade Democrática, Patrícia de Ceballos foi eleita presidente da Câmara Municipal de San Cristóbal com 88.799 dos votos, ou 73.62%, superando os 82.794, ou 67,67% dos votos obtidos pelo marido, Daniel Ceballos, nas municipais de 2013.

Por outro lado e também apoiada pela MUD, Rosa Scarano foi eleita com 33.603 votos, ou 87,86%, para substituir o marido, Enzo Scarano, na presidência da Câmara Municipal de San Diego que este tinha conquistado nas municipais de 2013 com 29.665 votos, ou 75,24%.

Segundo as Juntas Eleitorais Regionais, em San Cristóbal a abstenção foi de 41,41%, dos 208.183 cidadãos inscritos. O candidato Jesús Alejandro Méndez do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV, o partido de Governo) ficou em segundo lugar, com 30.787 votos (25.52%).

Em San Diego a abstenção foi de 36,49%, dos 60.614 cidadãos inscritos e Alexis Rafael Abreu, do PSUV, ficou em segundo lugar, com 4.459 votos (11.63%).

O coordenador nacional do PSUV, Jorge Rodríguez, reconheceu a derrota dos socialistas em ambos municípios, vincando que “todos devemos ler nestes resultados a lição que dão (os cidadãos) aos fatores políticos”.

Domingo, antes de serem conhecidos os resultados, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, garantiu que reconheceria os autarcas que fossem eleitos e recordou que os municípios sempre estiveram nas mãos da oposição.

rosabrandonisiodescarano / Facebook

Enzo e Rosa Scarano: o autarca foi preso, a mulher concorreu e ganhou

Enzo e Rosa Scarano: o autarca foi preso, a mulher concorreu e ganhou

A 20 de março o presidente da Câmara Municipal de San Diego, Enzo Scarano e o chefe da polícia regional Salvatore Lucchese Scaletta foram condenados pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ) a dez meses e 15 dias de prisão por não terem desmantelado as barricadas de manifestantes naquela localidade.

Segundo o STJ, nenhum deles cumpriu uma sentença daquele organismo, de 12 de fevereiro, que ordenava as ações necessárias para evitar a colocação de barricadas na jurisdição.

Por outro lado, a 25 de março, o STJ condenou o presidente da Câmara Municipal de San Cristóbal, Daniel Ceballos, a 12 meses de prisão por “desacato”, por não ter cumprido uma ordem judicial que obrigava a desmantelar barricadas das manifestações no município.

Há mais de três meses que se registam protestos diários na Venezuela, devido à crise económica, inflação, escassez de produtos, insegurança, corrupção, alegada ingerência cubana e a repressão por parte de organismos de segurança do Estado.

Alguns protestos degeneraram em confrontos violentos, durante os quais morreram pelo menos 42 pessoas, dez dos quais funcionários policiais ou militares.

Quase duas centenas de pessoas estão detidas, incluindo uma dezena de polícias, e estão em curso 180 investigações por alegadas violações de direitos humanos fundamentais dos manifestantes.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Rio Ave 0 - 2 Sporting | Leão invicto com uma garra no “caneco”

O Sporting registou o 31º jogo consecutivo sem perder na Liga NOS. Na visita ao Rio Ave, os “leões” venceram o Rio Ave por 2-0 e estão muito perto de conquistar o ceptro de campeões …

Taylor's lança vinho do Porto produzido na vindima de 1896 (e custa uma pequena fortuna)

A Taylor's vai lançar um "raro" vinho do Porto produzido na vindima de 1896, na Região Demarcada do Douro, e que tem uma edição limitada de 1.700 decantadores de cristal, embalados numa luxuosa caixa de …

"Este calendário pode ser muito mais perigoso do que finalizar o campeonato"

Dois treinadores de equipas femininas de andebol analisaram a sucessão de jornadas duplas em fins-de-semana consecutivos. Diogo Guerra avisa: "Este calendário é uma irresponsabilidade enorme. Só espero que ninguém se aleije". A primeira divisão nacional feminina …

Mulher dá à luz nove bebés, mais dois do que mostraram as ecografias

Uma mulher de 25 anos deu à luz nove bebés, mais dois do que mostraram as várias ecografias realizadas ao longo da gravidez. O caso aconteceu no Mali. Este está a ser considerado um recorde mundial …

Andrea Bocelli dá dois concertos em Coimbra em 25 e 26 de junho

O tenor italiano Andrea Bocelli vai atuar no Estádio Cidade de Coimbra em 25 e 26 de junho, em dois concertos que contam com a participação da fadista Mariza. "Em cumprimento das normas de segurança e …

Califórnia vai ter o maior sistema de armazenamento de energia não hidrelétrica do mundo

A empresa canadiana Hydrostor, que fornece soluções de armazenamento de energia de longa duração, revelou esta semana que irá desenvolver 1.000 MW de CAES na Califórnia, de acordo com um comunicado. O CAES é um tipo …

Seis anos e mil milhões de links depois, cientistas concluem que a Internet está a crescer (e a encolher)

Uma equipa de investigadores analisou mil milhões de links ao longo de seis anos e concluiu que a Internet está tanto a crescer como a encolher. O mundo online está em constante expansão — sempre agregando …

Há estranhas rádios-fantasma na Rússia (e exploradores entraram numa delas)

Aos 14 anos, um jovem comprou um rádio de ondas curtas e estava a testá-lo quando encontrou a transmissão errada - uma rádio fantasma. Imagine que é um entusiasta da rádio, sozinho à noite, a trabalhar …

Dinheiro e refeições grátis. A Sérvia vai recompensar os cidadãos que forem vacinados

O Presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, anunciou esta quarta-feira que serão pagos 25 euros aos cidadãos já vacinados contra a covid-19 e aos que se vão vacinar até final de maio, uma iniciativa original no …

Ivã, o (não tão) Terrível. Aliado de Putin reescreve história para reabilitar reputação do primeiro czar da Rússia

Segundo um alto funcionário russo, Ivã, o Terrível, não era terrível e a sua reputação de tirano cruel é o resultado de uma campanha de difamação realizada pelo Ocidente no século XVI. Nikolai Patrushev, o poderoso …