Valentim foi “obrigado a arrendar” os dois apartamentos

José Coelho / Lusa

Valentim Loureiro, ex-presidente da Câmara de Gondomar

O ex-presidente da Câmara de Gondomar Valentim Loureiro refutou a acusação do Ministério Público de benefício à mãe de dois filhos seus ao arrendar apartamentos desta no Porto para acolher estudantes que a autarquia suportou entre 2001 e 2013.

Em conferência de imprensa em Gondomar, o agora vereador negou a acusação de participação económica em negócio afirmando “não ter feito nada para obter benefício nem beneficiar ninguém”, argumentando que a renda paga pelos dois apartamentos alugados por Deolinda Silva “era uma contrapartida” e que “não havia valores exorbitantes” envolvidos.

No processo do qual disse ter “sido constituído arguido em 2013“, mas que só agora veio a público, Valentim Loureiro afirmou decorrer da geminação, em 2001, entre as cidades de Gondomar e da Praia, em Cabo Verde, que depois avançou para o apoio da câmara “à vinda de dez estudantes (quatro rapazes e seis raparigas) para a Universidade Portucalense”, responsabilizando-se pelo seu alojamento no Porto.

Vincando que a geminação e o apoio aos estudantes foi “aprovado por unanimidade” na autarquia, o agora vereador sem pelouro em Gondomar explicou que os quatro rapazes “ficaram instalados numa casa na Rua Costa Cabral” e que “a dificuldade em encontrar alojamento para as raparigas pelo vereador Pacheco da Silva” fê-lo “ter de intervir para solucionar o problema”.

Dando conta de uma sugestão do primo da mulher com quem na altura “já não mantinha uma relação extraconjugal”, que lhe sugeriu falar com ela “porque tinha dois apartamentos no Porto para alugar”, Valentim Loureiro disse ter “conseguido, a custo, persuadi-la para arrendar a casa às estudantes”, vincando que anteriores tentativas “noutras casas pararam assim que as pessoas souberam ser para africanos”.

“Fui obrigado a arrendar, in-extremis, aqueles dois apartamentos à D. Deolinda”, sustentou Valentim Loureiro, confrontado “no final de outubro de 2001” com a necessidade de “arranjar uma solução” estando a “chegada dos estudantes prevista para 3 de novembro”.

Com o apartamento em Costa Cabral, para os rapazes, “alugado por 120 contos (cerca de 550 euros), os outros, em Nevogilde, “no 1.º e 2.º andar de um prédio”, ficaram à “câmara de Gondomar por 100 contos (cerca de 500 euros) e por 180 contos (cerca de 825 euros)”, Valentim Loureiro disse que a Polícia Judiciária, em relatório posterior, considerou tratarem-se de rendas “dentro do valor de mercado”.

Ainda citando o mesmo relatório, Valentim Loureiro disse que a PJ “comprovou aquando das buscas em outubro de 2013, que os apartamentos não estavam vazios“.

Afirmando-se convencido de que a “carta anónima” que espoletou a investigação “surgiu após em novembro de 2012 ter anunciado durante uma Assembleia Municipal que seria Fernando Paulo e não ele o próximo candidato” do movimento independente à câmara gondomarense, o major questionou a “confiança da procuradora-geral adjunta na PJ”.

No final do seu último mandato como presidente, em outubro de 2013, Valentim Loureiro disse ter instruído a vereadora com o pelouro da Habitação para “transferir os estudantes das casas de Nevogilde – como o número havia diminuído, desde 2006 que não habitavam em Costa Cabral – para casas em Gondomar”, assim cessando uma ligação “com que até o PS concordou quando pediu informações em 2013”, concluiu.

Valentim Loureiro foi eleito presidente da câmara em 1993, pelo PSD, renovando os mandatos em 1997 e 2001.

Em 2005, na sequência do seu envolvimento no processo judicial Apito Dourado, o PSD recusou-lhe o apoio, invocando falta de credibilidade, mas, mesmo assim, Valentim Loureiro acabaria por renovar o mandato em 2005 e 2009, com a lista independente Gondomar no Coração.

Nas últimas eleições autárquicas de 2017, Valentim Loureiro recandidatou-se, mas acabou derrotado pelo PS, conseguindo, contudo, eleger dois vereadores.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Este “foi” á tropa (depois do 25A) para ser promovido a major quando tinha sido expulso (o famoso capitão batata) por causa do negócio das batatas e das rações.
    Se fosse eu que mandasse agora chamava-o á tropa e promovia-o a GENERAL.
    Sem margens para dúvidas este é um exemplo a seguir na nossa súcia_dade.

  2. Este e como os outros, corrupto aldrabao,sabem como foi que o boavista ganhou um campeonato? o Valintim loureiro era o presidente da Liga, e o filho presidente do boavista,

O Ártico pode ficar sem gelo no verão de 2044

As mudanças climáticas provocadas pelo Homem estão muito perto de tornar o Ártico livre de gelo, já a partir do verão de 2044. Um artigo científico, publicado recentemente na Nature Climate Change por investigadores da Universidade …

Estamos sozinhos no Universo? Cientistas detalham que exoplanetas poderiam albergar vida

Através da modelagem climática, uma equipa de cientistas da Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, apontou que tipo de planetas têm maior probabilidade de serem habitáveis. A descoberta pode ajudar os astrónomos a selecionar áreas …

Viagens ao Espaço têm um novo perigo desconhecido para os astronautas

Há um perigo inerente às longas viagens espaciais dos astronautas desconhecido até aos dias de hoje. Um novo estudo aponta que os cosmonautas podem ver o seu fluxo sanguíneo revertido na parte superior do corpo. A …

Macrocilix maia, a misteriosa traça que tem moscas a comer fezes nas suas asas

Macrocilix maia é uma espécie de traça que se destaca pela forma como se camufla dos seus predadores. Nas suas asas vê-se duas moscas a comer excrementos de pássaro. A natureza nunca falha em surpreender-nos e …

Há provas que ligam misteriosa doença que paralisa crianças a vírus raro

Pela primeira vez, foram encontradas provas da associação do Enterovírus D68, um vírus raro até há algum tempo, à Mielite Flácida Aguda, uma doença semelhante à poliomielite que tem afectado centenas de crianças, provocando a …

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …