UTAO duvida das contas do OE (mas admite que Centeno tem uns milhões na manga)

António Cotrim / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Muitas dúvidas e mais um lapso com números. Eis os resultados da análise feita pela Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO), entidade especializada que apoia os deputados, à proposta de Orçamento de Estado de 2020 (OE2020) apresentada pelo Governo, nesta segunda-feira, no Parlamento. Os peritos admitem, contudo, que Mário Centeno pode ter na manga um saldo orçamental ainda mais positivo do que o já anunciado.

A diferença entre os valores dos limites de despesa que o Governo solicita ao Parlamento e a estimativa de défice orçamental prevista para o próximo ano é um dos pontos focados pela UTAO que aponta uma divergência de 590 milhões de euros. Uma avaliação que levou o deputado do PSD, Afonso Oliveira, a considerar que o Orçamento “furta-se ao escrutínio parlamentar”. “Pelo segundo ano consecutivo, o saldo orçamental é incompatível com os limites de despesa sobre os quais a Assembleia se pronuncia. Pede uma autorização para despesa que já sabe que não vai executar” referiu no Parlamento, aquando da apresentação da proposta do Governo.

Mário Centeno reagiu considerando que a diferença de valores tem sido habitual em todos os Orçamentos de Estado, notando que resulta da passagem da contabilidade de caixa para a contabilidade em contas nacionais. A título de exemplo, o ministro das Finanças referiu a lei de programação militar, considerando que as despesas em caixa só são contabilizadas nas contas quando os bens adquiridos ficam efectivamente à disposição das administrações públicas.

A UTAO também fala de “indícios de suborçamentação” no capítulo das despesas com pessoal, considerando que “o valor estimado para estas medidas é superior ao acréscimo orçamentado” e que “em falta poderão estar 149 milhões de euros, já que as medidas anunciadas valem 715 milhões de euros, mas o aumento de despesa estimado é de 566 milhões de euros”, conforme cita o Eco.

A unidade parlamentar especializada também manifesta dúvidas quanto à real intenção do Governo de reforçar o investimento público, como tem anunciado, notando que encara “com alguma reserva o realismo da previsão“, exemplificando que em Orçamentos anteriores se verificou uma fraca taxa de execução neste âmbito, apesar das mesmas promessas.

Detectado mais um erro no OE2020

A UTAO aponta também uma lacuna com os valores da poupança esperada no âmbito da revisão da despesa do Estado. A entidade fala de uma “contradição no valor da medida “Exercício de revisão de despesa”, reforçando que “existem dois valores no relatório do Ministério das Finanças para a poupança na despesa resultante deste exercício”. Em causa está “uma pequena diferença de 8,8 milhões de euros“, segundo os peritos.

O ministério das Finanças já reconheceu a lacuna, situando o valor correcto da revisão de despesa nos 190 milhões de euros, como destaca o Dinheiro Vivo, ao invés dos 181,2 milhões de euros que estão inscritos numa das tabelas do documento.

Antes já tinham sido detectados erros nas tabelas da carga fiscal para 2019 e 2020, nos quadros alusivos ao Imposto Sobre Veículos e no valor do investimento previsto, entre outros lapsos.

226 milhões a mais para negociar com a Esquerda

Por outro lado, os peritos do Parlamento referem que o OE2020 pode apresentar um saldo orçamental ainda mais positivo do que o já anunciado pelo Governo. Isto devido aos aumentos da Função Pública que podem garantir uma receita adicional de 226 milhões de euros. Desse modo, o excedente subirá dos 0,2% do PIB (Produto Interno Bruto), como foi anunciado pelo Executivo, até aos 0,3% do PIB.

A UTAO fala na “omissão de algumas receitas decorrentes da implementação de medidas previstas pelo Ministério das Finanças”, o que pode constituir um trunfo para o Governo, dando-lhe alguma margem de negociação no sentido de aprovar medidas que sejam do agrado de partidos como Bloco de Esquerda e PCP, ou outros, par, assim, conseguir aprovar o OE2020.

No Parlamento, perante os deputados, Centeno fez a defesa do seu segundo Orçamento no Executivo, vincando que “o país não se pode cansar de cumprir” as contas públicas equilibradas, deixando recados à esquerda e à direita.

“Aqueles que querem desafiar o caminho da responsabilidade têm apenas de dizer quais as despesas que querem cortar ou quais os impostos que querem subir, ou ambos. A estabilidade e a confiança dos portugueses não podem ser sacrificadas pela tentativa de ganho político imediato”, alertou o ministro das Finanças na Comissão de Orçamento e Finanças.

“Não podemos voltar ao tempo em que projectos paravam. Atingimos o saldo equilibrado com a certeza de quem sabe que não pode dar passos maiores que a perna”, apontou ainda, concluindo que “investir requer tempo e estabilidade, preparação e financiamento”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Claro que duvida, têm de fazer valer o posto de trabalho! Além de que sabemos bem que não são apartidários, têm um piquinho laranja e como tal gostam sempre de lançar a desinformação.
    o normal portanto…

  2. Mais não seja tem sempre as cativações que em muitos serviços públicos começam logo em fevereiro ou março. Isto é tudo uma palhaçada. E depois admiram-se que as administrações hospitalares e dos serviços médicos por todo o país se demitam em conjunto. Que haja violência nos hospitais e centros de saúde… Com pessoas a aguardarem anos por intervenções cirúrgicas e meses por simples consultas até estranho ainda não terem ocorrido mortes. As pessoas pagam impostos e não veem qualquer retorno da parte do Estado. Esta é a triste realidade deste país de m$%&

RESPONDER

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …

Apple e Google removem das suas lojas de aplicações um dos jogos mais populares do mundo

As gigantes tecnológicas Apple e Google removeram esta semana das suas lojas de aplicações, a App Store e a Google Play Store, respetivamente, o Fortnite, um dos jogos mais populares de todo o mundo. As …

Encontrado tesouro de artefactos nazis no "Covil do Lobo", o quartel-general ultrassecreto de Hitler

Quando os nazis se prepararam para invadir a União Soviética, em 1941, construíram um quartel-general militar secreto na floresta Masúria, na Polónia, ao qual chamaram "Wolfsschanze" ou "Covil do Lobo". Desde a sua descoberta após a …

Itália vai construir um túnel submarino para unir Sicília ao continente

Itália está a planear construir um túnel para ligar a região insular da Sicília ao continente italiano. O projeto de cinco mil milhões de euros vai ser pago com a parte do Fundo de Recuperação …

Point Roberts tinha um pé nos EUA e outro no Canadá (mas agora não "pertence" a nenhum)

Point Roberts, em Washington, está numa posição única. Localizada na ponta da Península de Tsawwassen, a cidade fica totalmente abaixo do paralelo 49, a linha que separa o Canadá dos Estados Unidos. Agora, a cidade …

Milhares de processadores quebraram um trilião de chaves para resgatar um Zip com bitcoins

Um misterioso homem perdeu o acesso a um ficheiro Zip onde estavam encriptadas as suas chaves privadas de bitcoins. Os 300 mil dólares foram resgatados por dois especialistas em criptografia — e por muitos milhares …

Reino Unido com mais de mil novas infeções pelo quarto dia consecutivo

O Reino Unido registou mais 11 mortos e 1.441 infeções de covid-19 nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde britânico, que manteve restrições sobre a área metropolitana de Manchester e parte do norte …

Governo não pondera (para já) proibição de fumar ao ar livre

O Governo não está a ponderar, neste momento, proibir fumar ao ar livre como foi decretado em Espanha, mas há “muitos aspetos em aberto” que serão acompanhados, disse esta sexta-feira a ministra da Saúde, Marta …