Uma multidão homenageou em Barcelona os mortos no desastre dos Alpes

Alberto Estevez / EPA

Sagrada Família, Barcelona, cerimónia fúnebre das 150 vítimas do acidente do avião Germanwings nos Alpes

Sagrada Família, Barcelona, cerimónia fúnebre das 150 vítimas do acidente do avião Germanwings nos Alpes

Uma multidão de quase 1500 pessoas assistiu hoje à cerimónia fúnebre celebrada na Sagrada Família, em Barcelona, para prestar homenagem às 150 vítimas do despenhamento do avião da Germanwings, a 24 de março nos Alpes franceses.

À cerimónia fúnebre, oficiada pelo arcebispo-cardeal de Barcelona, Lluís Martínez Sistach, assistiram os reis de Espanha, o primeiro-ministro, Mariano Rajoy, e o presidente da Generalitat, Artur Mas, acompanhados das respetivas mulheres, além dos presidentes de outras regiões autónomas espanholas e dos presidentes do Congresso, do Senado e do Tribunal Constitucional.

Cerca de 600 familiares das 52 vítimas que residiam em Espanha, a maioria na Catalunha, assistiram à cerimónia, bem como os alunos do Instituto Giola de Llinars del Vallès (Barcelona), onde esteve um grupo de estudantes alemães de Haltern am See que morreram quando regressavam a casa após o intercâmbio escolar.

Os alunos levaram 150 velas, uma por cada vítima, que depositaram na escadaria do altar da basílica da Sagrada Família.

Na cerimónia, em que foram faladas cinco línguas – catalão, castelhano, francês, alemão e inglês -, além de um cântico em grego, estiveram também presentes, em representação da Alemanha, a vice-presidente da Renânia Norte-Vestefália, Sylvia Löhrmann, e o ministro federal dos Assuntos Especiais alemão, Peter Altmaier.

O procurador-geral de Marselha, França, e muitos embaixadores, de Reino Unido, Estados Unidos, França, Alemanha, Dinamarca, Holanda, Cazaquistão, Bélgica, Japão, Chile, México e Colômbia, bem como elementos das equipas de emergência e da polícia encontravam-se igualmente entre a assistência, tal como o presidente da Lufthansa, Carsten Sphor, e o diretor-geral da Germanwings, Thomas Winkelmann.

Ao fim de mais de uma hora de homilia e cânticos, a cerimónia terminou com a intervenção dos representantes das comunidades evangélica, judaica e muçulmana da Catalunha, que transmitiram o seu pesar às famílias das vítimas.

Os reis de Espanha, Felipe VI e Letícia, cumprimentaram um por um os 600 familiares presentes, detendo-se especialmente junto dos mais emocionados, com quem conversaram, tentando transmitir-lhes a sua solidariedade.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Lavar as mãos". Vídeo da DGS é o mais popular do ano no YouTube

2020 foi um ano atípico em vários aspetos do quotidiano, obrigando à introdução de novas rotinas e ao reforço de outras por muitos já descuradas. Reflexo dessa disrupção é o ranking anual do YouTube, divulgado esta …

Drenthe falido: "Não é muito importante"

Antigo futebolista do Real Madrid não está preocupado com a declaração feita por um tribunal dos Países Baixos. Drenthe joga numa equipa da terceira divisão nacional. Royston Ricky Drenthe foi, enquanto adolescente, considerado um dos melhores …

Sonda espacial chinesa conclui recolha de amostras da superfície lunar

A sonda chinesa Chang'e 5 concluiu a recolha e armazenamento de rochas e detritos da superfície lunar, e prepara-se para voltar à Terra, informou esta quinta-feira a Administração Espacial Nacional da China. "Às 22 horas de …

Seca obriga Namíbia a por à venda 170 elefantes

A Namíbia, que se encontra em risco de seca, pôs à venda 170 elefantes vivos para reduzir o seu número no território, em parte devido ao crescente conflito entre humanos e animais desta espécie ameaçada …

Benfica 4 - 0 Lech Poznań | “Saco cheio” rumo ao apuramento

Um, dois, três e quatro. Foram estes os golos – apontados por Vertonghen, Darwin Núñez, Pizzi e Weigl – que o Benfica marcou na goleada que aplicou na noite desta quinta-feira ao Lech Poznań, num …

Cientistas encontram evidências de uso de drogas psicadélicas numa caverna com arte rupestre

Uma flor vermelha redemoinhada rabiscada numa parede de uma caverna há cerca de 400 anos é a primeira evidência definitiva de que os nativos norte-americanos consumiam drogas psicadélicas em locais de arte rupestre. Descoberta na caverna …

Musk queria batizar a sua tequila de "Teslaquila", mas o México disse que não

O multimilionário Elon Musk, CEO da Tesla e da Space X, quis batizar a sua tequila de "Teslaquila", mas as autoridades mexicanas impediram a utilização do nome, invocando os direitos do uso da palavra e …

Namíbia acaba de eleger um deputado chamado Adolf Hitler. É ativista e "anti-apartheid"

A Namíbia acaba de eleger nas eleições regionais um deputado chamado Adolf Hitler, um conhecido ativista e "anti-apartheid" em Uunona, a sua cidade natal, localizada no norte do país africano. "Adolf Hitler teve uma vitória …

Empresário de media pró-democracia preso por acusação de fraude em Hong Kong

O dono do jornal antigoverno Apple Daily, Jimmy Lai, conhecido pela luta pela democracia em Hong Kong, foi detido sem fiança, acusado de irregularidades no contrato de 'leasing' do edifício onde está o órgão de …

Novos drones de resgate usam Inteligência Artificial para encontrar pessoas perdidas na floresta

Em situações em que as pessoas se perdem na floresta, o tempo é essencial para resgatá-las, pois quanto mais tempo ficam perdidas mais perigosa a situação se torna. Mas será que existem todas as ferramentas …