Uma multidão homenageou em Barcelona os mortos no desastre dos Alpes

Alberto Estevez / EPA

Sagrada Família, Barcelona, cerimónia fúnebre das 150 vítimas do acidente do avião Germanwings nos Alpes

Sagrada Família, Barcelona, cerimónia fúnebre das 150 vítimas do acidente do avião Germanwings nos Alpes

Uma multidão de quase 1500 pessoas assistiu hoje à cerimónia fúnebre celebrada na Sagrada Família, em Barcelona, para prestar homenagem às 150 vítimas do despenhamento do avião da Germanwings, a 24 de março nos Alpes franceses.

À cerimónia fúnebre, oficiada pelo arcebispo-cardeal de Barcelona, Lluís Martínez Sistach, assistiram os reis de Espanha, o primeiro-ministro, Mariano Rajoy, e o presidente da Generalitat, Artur Mas, acompanhados das respetivas mulheres, além dos presidentes de outras regiões autónomas espanholas e dos presidentes do Congresso, do Senado e do Tribunal Constitucional.

Cerca de 600 familiares das 52 vítimas que residiam em Espanha, a maioria na Catalunha, assistiram à cerimónia, bem como os alunos do Instituto Giola de Llinars del Vallès (Barcelona), onde esteve um grupo de estudantes alemães de Haltern am See que morreram quando regressavam a casa após o intercâmbio escolar.

Os alunos levaram 150 velas, uma por cada vítima, que depositaram na escadaria do altar da basílica da Sagrada Família.

Na cerimónia, em que foram faladas cinco línguas – catalão, castelhano, francês, alemão e inglês -, além de um cântico em grego, estiveram também presentes, em representação da Alemanha, a vice-presidente da Renânia Norte-Vestefália, Sylvia Löhrmann, e o ministro federal dos Assuntos Especiais alemão, Peter Altmaier.

O procurador-geral de Marselha, França, e muitos embaixadores, de Reino Unido, Estados Unidos, França, Alemanha, Dinamarca, Holanda, Cazaquistão, Bélgica, Japão, Chile, México e Colômbia, bem como elementos das equipas de emergência e da polícia encontravam-se igualmente entre a assistência, tal como o presidente da Lufthansa, Carsten Sphor, e o diretor-geral da Germanwings, Thomas Winkelmann.

Ao fim de mais de uma hora de homilia e cânticos, a cerimónia terminou com a intervenção dos representantes das comunidades evangélica, judaica e muçulmana da Catalunha, que transmitiram o seu pesar às famílias das vítimas.

Os reis de Espanha, Felipe VI e Letícia, cumprimentaram um por um os 600 familiares presentes, detendo-se especialmente junto dos mais emocionados, com quem conversaram, tentando transmitir-lhes a sua solidariedade.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Restos mortais de morcego-vampiro podem desvendar mistérios sobre a espécie extinta

A descoberta da mandíbula de um morcego que viveu há 100 mil anos pode ajudar a responder a algumas incógnitas sobre a espécie extinta. Os restos mortais foram encontrados numa caverna na Argentina. De acordo com …

Vacinação de crianças saudáveis está aberta à "livre escolha dos pais"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, salientou este sábado que as autoridades de saúde não proibiram a vacinação contra a covid-19 para crianças saudáveis, considerando que “esse espaço continua aberto à livre escolha …

Tal como nos humanos, a cafeína ajuda as abelhas a aumentar o foco e a eficácia

Um novo estudo indica que, tal como em muitos humanos, uma injeção de cafeína ajuda as abelhas a manterem-se mais concentradas e a realizarem o trabalho com mais eficiência. Uma equipa da Universidade de Greenwich percebeu …

Astrónomos detetam, claramente e pela primeira vez, um disco a formar satélites em torno de exoplaneta

Com o auxílio do ALMA, do qual o ESO é um parceiro, os astrónomos detetaram pela primeira vez de forma clara a presença de um disco em torno de um planeta fora do nosso Sistema …

E se a Terra parasse subitamente de girar?

O nosso planeta demora 23 horas e 56 minutos a completar uma volta em torno do seu eixo, movendo-se a cerca de 1.770 quilómetros por hora. Aprendemos estes pormenores sobre o planeta azul na escola, …

Sporting 2 - 1 Braga | Leão entra em 2021/22 a rugir

O Sporting parece querer manter a senda de sucesso da época passada e entrou em 2021/22 com o pé direito. Os “leões” bateram o Sporting de Braga por 2-1, num jogo que valeu, sobretudo, pela primeira …

Ensinar crianças a dizer palavrões? Uma cientista acha que é boa ideia

A auto-intitulada "cientista dos palavrões" acredita que ensinar as crianças a usá-los de forma eficiente ajuda os mais novos a perceber como este palavreado afecta outras pessoas. Já se sabia que dizer palavrões é um sinal …

Fósseis misteriosos podem ser uma das provas mais antigas de vida animal na Terra

Elizabeth Turner, cientista numa universidade do Canadá, poderá ter encontrado a prova mais antiga de vida animal na Terra. Uma cientista encontrou possíveis sinais de vida animal multicelular em restos de recifes microbianos de há 890 …

E se o mundo entrasse em colapso? Cientistas descobrem qual o país onde há maior probabilidade de sobreviver

Caso a civilização entre em colapso - uma possível consequência das alterações climáticas - os cientistas já descobriram qual o lugar do mundo onde há maior probabilidade de sobreviver: é na Nova Zelândia. Numa pesquisa, dois …

"Dança quem está na roda", responde Marcelo sobre ausência de Bolsonaro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse este sábado que "dança quem está na roda" quando questionado pelos jornalistas sobre a ausência do homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro, da cerimónia de reinauguração do Museu …