Trump tem “interesse financeiro” em farmacêutica que produz hidroxicloroquina (a sua “cura” para a Covid-19)

Donald Trump falou da hidroxicloroquina como uma potencial “cura milagrosa” para a Covid-19, apesar das recomendações contrárias de especialistas e da falta de estudos científicos válidos que confirmem os benefícios da substância. O The New York Times avança, agora, que o Presidente dos EUA pode ter “interesses financeiros” no processo.

A hidroxicloroquina tem sido notícia, nos últimos tempos, como potencial medicamento contra a Covid-19, mas não há ainda estudos científicos reconhecidos que aprovem que pode ter os efeitos desejados.

Trump tem insistido no uso do medicamento nos EUA, apesar de o especialista mais reputado do país no domínio das doenças infecciosas, o médico Anthony S. Fauci, não o recomendar.

Uma peça do The New York Times (NYT) avança que as reais motivações de Trump por trás da insistência na hidroxicloroquina podem ser financeiras. É que se o medicamento for vendido massivamente, como solução contra a Covid-19, várias empresas farmacêuticas com accionistas com ligações a Trump vão lucrar com isso, avança o jornal.

O próprio Trump tem uma pequena participação financeira na Sanofi, farmacêutica francesa que produz o medicamento Plaquenil, a versão comercial da hidroxicloroquina, ainda de acordo com o NYT.

Os maiores accionistas da Sanofi incluem a Fisher Asset Management, sociedade gerida por Ken Fisher que é “o maior doador dos Republicanos“, com especial ênfase em Trump. E o Fundo Invesco que é gerido por Wilbur Ross, o Secretário de Estado do Comércio de Trump, é accionista da Sanofi e da Mylan, outra farmacêutica.

O próprio Trump e a família têm investimentos num fundo – Dodge & Cox – que também tem participação na Sanofi, como acrescenta o NYT.

A publicação apurou ainda que várias farmacêuticas que produzem genéricos, incluindo a Mylan, a Teva e a Amneal, estão a mobilizar-se para fazer comprimidos de hidroxicloroquina. A Amneal Pharmaceuticals foi fundada por Chirag Patel que integra um clube de golfe de Trump em Nova Jérsia, e um dos responsáveis da Teva Pharmaceutical Industries, Roberto Mignone, tem ligações ao genro de Trump, Jared Kushner.

Vários especialistas médicos têm alertado que a hidroxicloroquina, que é usada contra a malária e o lúpus, tem contra-indicações graves, incluindo cegueira e paragem cardíaca.

Ao longo dos últimos tempos, têm sido notícia vários estudos que falam da sua alegada eficácia contra a Covid-19 e tem sido usada em diversos hospitais pelo mundo para tratar pacientes com a infecção provocada pelo coronavírus.

Em Portugal, a Ordem dos Médicos estará a estudar a possibilidade de a usar a título preventivo em profissionais de saúde e outros grupos de risco, como idosos.

Todavia, a eficácia da hidroxicloroquina contra a Covid-19 não está comprovada. E na Suécia, alguns hospitais terão deixado de a administrar aos doentes devido aos efeitos secundários verificados.

Em Março passado, uma análise feita pela agência noticiosa AFP chegou a associar a origem da associação da hidroxicloroquina à Covid-19 a um esquema fraudulento com origem na Nigéria. Mensagens divulgadas no WhatsApp, citando alegados estudos científicos, acabaram por ser disseminadas pela Internet e terão permitido ao autor do esquema ganhar dinheiro com a venda de comprimidos de hidroxicloroquina.

Na Nigéria, o medicamento usado contra a malária está proibido desde 2005, depois de a Organização Mundial de Saúde ter alertado para “elevadas falhas de tratamento e resistência” à substância em algumas partes do mundo, como aponta a AFP.

Ora, Trump tem alegado que não há tempo para mais estudos em torno da hidroxicloroquina porque há “pessoas a morrer”, defendendo que mais vale arriscar porque não há “nada a perder”.

O NYT cita um médico que entende que o papel de Trump como presidente dos EUA é “projectar esperança”, admitindo que ele faz bem em falar da possibilidade de o medicamento ser a solução para a pandemia. Mas a “esperança falsa pode ser má”, alerta outro médico ouvido pelo jornal.

Certo é que há hospitais dos EUA que estão a usar hidroxicloroquina, juntamente com outras substâncias, como a azitromicina, um antibiótico prescrito contra bronquites bacterianas, pneumonia e gonorreia, entre outras doenças. Um cocktail de remédios cujos reais efeitos nos pacientes são desconhecidos.

Temos estado a atirar a pia da cozinha a estes pacientes“, salienta ao NYT o médico Adhi Sharma, de um hospital em Long Island. “Não sei dizer se alguém melhorou por conta própria ou por causa da medicação”, conclui.

SV, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Isto faz lembrar, como em plena crise do H5N1 (gripe das aves) se veio a descobrir uma ligação entre a Gilead Sciences e o Vice-presidente da administração de George Bush, Dick Cheney. Segundo o que foi noticiado, Cheney era um dos principais accionistas da empresa e a Gilead Sciences acabara de apresentar uma vacina contra o vírus. É estranho como na política e na moda o eterno retorno do novo se repete incessantemente…

  2. Isso não é bem assim! Há vários estudos sim (peer reviewed).. e a muitos países usaram com sucesso a cloroquina (china) e a hidroxicloroquina (coreia) simplesmente porque sabem que é segura.. para alem de que os australianos e franceses comprovaram o seu real funcionamento in vitro com o SARS-CoV-2. Alguns estudos clínicos foram também realizados .. os últimos de conhecimento geral foram feitos em franca por epidemiologistas de renome (pela segunda vez) .. e o resultado foi verdadeiramente significativo.. não só funciona in vitro como funciona clin1icamente! A (hidroxi)cloroquina com o Zinco em estado ionico pode de facto inibir a replicação RNA do virus em causa.. e isso é um facto!

    Os efeitos secundários não são como este artigo quer dar a entender… qualquer medico o pode confirmar. Há pessoas com lupus a tomar a hidroxicloroquina nas dosagem indicadas pelos coreanos faz mais de 10 anos sem qualquer efeito nefasto.. (e não estou a dizer que não os há.. por exemplo a retina pode degenerar)..

    A cloroquina existe faz decadas.. e sabemos bem o que ela pode provocar! Não é nada de novo!!

    .. este artigo parece mais algo gerado para denegrir o Trump que outra coisa. Atenção que não sou pró-Trump (nem contra).. parece-me que o Trump olha mais pela população dos EUA que a própria OMS..

  3. Já agora… sabem quanto é que o Trump ganha como presidente? ZERO! (só por curiosidade)

    Foi um dos 4 presidentes Americanos a recusar de ordenado em toda a história Americana.. sendo os restantes John F. Kennedy, Herber Hoover e Gorge Washington … os seus ordenados são inteiramente doados!

    • não reboles mais deixas o pelo todo agarrado à carpete. se tivesses atilhos eras uma marioneta como não tens conclui-se que és o aspirador dos simpson’s. ele há com cada borgeço.

    • O que ainda é mais preocupante!…
      O que anda aquele “bicho” a fazer (além das cenas tristes quase diárias) à frente da maior potência mundial e, com que interesses??

RESPONDER

Homicídio com 32 anos resolvido com a menor amostra de ADN de sempre

Um caso de homicídio ocorrido há 32 anos, que muitos consideraram impossível de ser resolvido, foi finalmente desvendado (e tudo graças à amostra de ADN mais pequena de sempre usada para decifrar um caso). De acordo …

Braços robóticos controlados remotamente podem vir a realizar cirurgias delicadas

Um equipa de investigadores está a trabalhar para eliminar movimentos rígidos nos braços robóticos, de modo a torná-los mais ágeis. O objetivo é que no futuro estes possam empilhar pratos ou até realizar cirurgias delicadas. Os …

Alemão foi forçado a remover estátua do pai por esta se parecer com Hitler

Um alemão foi obrigado a retirar uma figura de madeira de um cemitério, que seria para homenagear o seu falecido pai, por ter semelhanças com o antigo ditador nazi. As autoridades do município de Weil im …

Podcast evita morte de um condenado (seis vezes)

Curtis Flowers foi julgado seis vezes pelo mesmo promotor de justiça. Um programa de investigação mudou o seu destino. O promotor continua a acreditar que Curtis é culpado. A própria equipa responsável pelo 60 Minutes, programa …

EUA venderam álbum único dos Wu-Tang Clan (que pertencia a Martin Shkreli)

O álbum do grupo Wu-Tang Clan, confiscado em 2018 ao antigo gestor de fundos Martin Shkreli, também conhecido como "o empresário mais odiado do mundo", foi agora vendido pelo Governo norte-americano. Num comunicado divulgado esta terça-feira, …

Bezos ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA para entrar na corrida da próxima viagem à Lua

O empresário norte-americano ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA numa tentativa de reacender a batalha espacial entre a sua empresa, a Blue Origin, e a do "rival" Elon Musk, a SpaceX. De acordo com …

Clientes com certificado digital válido impedidos de entrar em restaurantes

Estão a ser reportados vários casos de clientes que, ao apresentarem o certificado digital para poderem entrar num restaurante, não conseguem fazê-lo porque o documento está a ser considerado inválido pelos dispositivos eletrónicos. Segundo a rádio …

Covid-19 trouxe "paranoia" ao mercado

Diretor do Norwich City, da Premier League, acha que os responsáveis por alguns clubes não sabem bem o que estão a fazer nos últimos tempos. O Norwich City iria jogar contra o Coventry City, num encontro …

Israel cria "task force" para reverter boicote da Ben & Jerry's na Cisjordânia

Israel criou uma task force para pressionar a empresa de gelados norte-americana Ben & Jerry's e a sua proprietária, Unilever, a reverterem a decisão de boicotar a ocupação israelita na Cisjordânia. "Precisamos de aproveitar os 18 …

Violência armada. 430 mortos na última semana nos EUA e 2021 pode ser dos piores anos de sempre

Só na semana passada registaram-se cerca de 430 mortos e mais de 1000 feridos associados a tiroteios, num ano que está a ser marcado pelo aumento da violência armada nos Estados Unidos. O ano passado foi …