Testemunha arrolada por Sócrates serve de “trunfo” para a acusação

Manuel De Almeida / Lusa

Mário Lino, antigo ministro das Obras Públicas do Governo de José Sócrates (2005-2009), negou esta segunda-feira ter sido instrumentalizado pelo então primeiro-ministro para favorecer os interesses do Grupo Lena.

Segundo o semanário Expresso, o antigo Governante, arrolado na Operação Marquês como testemunha de Sócrates, manteve o que tinha já dito quando a acusação foi conhecida.

Mário Lino reiterou que não foi usado por José Sócrates para favorecer os interesses do Grupo Lena, mais mais concretamente na adjudicação da construção de um troço de comboio de alta velocidade (TGV) para ligar Poceirão a Caia.

Em declarações ao mesmo jornal, o antigo ministro disse que os governantes “não são mentecaptos”, negando ter sido instrumentalizado.

Os procuradores do Ministério Público têm outra versão: sustentam que o antigo primeiro-ministro “instrumentalizou” os seus governantes ligados ao setor das obras públicas para que a empreitada da construção de um troço que ia ligar Poceirão a Caia através de um comboio de alta velocidade beneficiasse o grupo Lena.

O grupo Lena, por sua vez e de acordo com a acusação, corrompeu José Sócrates quase desde o primeiro dia em que este tomou posse depois de vencer as eleições de 2005. “Quer a obra avançasse ou não, o grupo teria sempre lucro porque o contrato garantia uma indemnização no caso de o projeto não ir para a frente, como veio a acontecer”, esclarece ainda o semanário Expresso.

Testemunha de Sócrates é trunfo da acusação

O jornal Expresso escreve ainda esta segunda-feira feira que uma outra testemunha arrolada por José Sócrates foi utilizada pelo procurador Rosário Teixeira como trunfo.

Foi durante o terceiro interrogatório a José Sócrates que o procurador questionou Sócrates sobre Raul Vilaça Moura, presidente do júri do concurso que atribuiu a concessão do TGV a um consórcio liderado pela Brisa e pela Soares da Costa e de que fazia parte o Grupo Lena. Trata-se do alegado corruptor-mor de Sócrates.

Rosário Teixeira confrontou Sócrates sobre a confissão de Raul Vilaça Moura, que admitiu ter estado no gabinete do ex-ministro socialista, acompanhado por Mário Lino, para debater os eventuais riscos de uma recusa do projeto pelo Tribunal de Contas – tal como veio mais tarde a acontecer.

Terá sido com esta questão que Sócrates hesitou durante os seus interrogatórios conduzidos por Ivo Rosa, num momento raro, segundo relata o Expresso.

“Agora que o acabei de ouvir, a minha ideia é que isso tinha que ver com a terceira ponte… Mas, eh pá, talvez ele tenha uma memória mais fresca do que eu. Ele só se ocupava disso”, começou por dizer antes de afastar responsabilidade perante a insistência do procurador Rosário Teixeira. “É muito simples. Tem de chamar o engenheiro Mário Lino. Eu nunca intervim em nenhum concurso”.

O Expresso apurou ainda que Mário Lino não só foi chamado como testemunha por José Sócrates durante a instrução, mas também por Raul Vilaça Moura.

28 arguidos e quase duas centenas de crimes

O inquérito da Operação Marquês, que está agora na fase de instrução, culminou na acusação a 28 arguidos – 19 pessoas e nove empresas – e está relacionado com a prática de quase duas centenas de crimes de natureza económico-financeira.

José Sócrates, que chegou a estar preso preventivamente durante dez meses e depois em prisão domiciliária, está acusado de três crimes de corrupção passiva de titular de cargo político, dezasseis de branqueamento de capitais, nove de falsificação de documentos e três de fraude fiscal qualificada.

A acusação sustenta que Sócrates recebeu cerca de 34 milhões de euros, entre 2006 e 2015, a troco de favorecimentos a interesses do ex-banqueiro Ricardo Salgado no Grupo Espírito Santos (GES) e na PT, bem como por garantir a concessão de financiamento da Caixa Geral de Depósitos ao empreendimento Vale do Lobo, no Algarve, e por favorecer negócios do Grupo Lena.

ZAP //

PARTILHAR

21 COMENTÁRIOS

  1. Quem lê o titulo pasquinado, fica com a ideia de que o Ministério Público, finalmente, encontrou algo que prova que o ex-primeiro ministro foi corrompido! O modo de “”papaguear” o testemunho de alguém que está envolvido num projecto e tem uma reunião de trabalho com os responsaveis superiores é notável!! O encontro entre estas entidades e o assunto discutido prova alguma coisa??? Só prova que estiveram reunidos e discutiram o assunto, mas ao que parece! não discutiram o valor das ” luvas” a receber!! Onde é que está o “trunfo”????? O dito “trunfo” só existe nas mentes opacas que querem, a todo o custo, encontrar algo palpável, concreto e sólido, mas infelizmente para o Tex & Alex não aparece nada de nada. Cada vez mais se percebe que a “dupla” escreveu um livro de ficção, onde as personagens fazem papeis de “faz de conta”!!! “O Pensamos, acreditamos, estamos convencidos”, não passa de um “embuste para idiota acreditar”!!!

    • Querem ver que o “engenheiro num domingo” ainda vai receber mais do Estado e vai ter uma estátua ! Dois cofres repletos faziam girar todos estes bandidos. Porquê todos este movimentos de milhões ? Ainda há muito e muito que apurar.

    • Certamente há que explicar o rio de dinheiro que lhe chegou “por baixo da mesa”, nomeadamente enquanto viveu em Paris, e que, come foi já verificado, não foi época de poupanças.

      Como bem diz o povo: “quem cabritos vende e cabras não tem, de algures lhe vem…”.

    • Certamente há que explicar o rio de dinheiro que lhe chegou “por baixo da mesa”, nomeadamente enquanto viveu em Paris, e que, como foi já verificado, não foi época de poupanças.

      Como bem diz o povo: “quem cabritos vende e cabras não tem, de algures lhe vem…”.

    • o caso e muito estranho quando so ha teorias e pouco ou nada de provas mas seja como for todos os partidos tem trafulhas olhe so o partido novo chega ja tem 1 ganda trafulha

    • Oh Verdades
      Querias que discutissem as “luvas” numa reunião de trabalho? Não estamos no Brasil, onde se quebra o “galho” com toda a facilidade. Parece que tens alguma dúvida que os sacos azuis ou de outra cor existem e que as “luvas” são combinadas em locais sem câmaras, sem telemóveis e sem testemunhas!!!

      • Sofres de demência pois já te esqueceste dos grandes vígaros como o Passitos que aldrabou o Estado e o Porcas que foi subornado no caso submarinista à vista de todos já para não falar da múmia cavaquista que aldrabou tudo e todos. Se gostas de partidos e políticos leva-os todos para tua casa que na minha esses vígaros não têm lugar.

  2. Viva o socialismo… o tal ‘clube’ onde quem o habita zela pelos interesses do trbalhador!
    Um logro, uma hipocrisia! Abram os olhos!

    • PS português foi sempre uma miséria. Como é que há tanto povo que vota neste partido demagogo e sempre incompetente? Abram os olhos. Com esta tralha Portugal não passa disto. É altura de escorraçar esta gente, para ver se o martirizado povo, com tantos impostos, começa a ter uma vida mais digna.

  3. https://m.youtube.com/watch?v=hwieIQzlFpo
    Vi esse video e é que não me perguntei onde estão os 300 milhões de euros de lucros do estado para levar este barco para a frente
    Esta justica como o jornalismo estão muito atrasados na investigação
    É tudo ajudar o rico mas o ze povinho cada vez mais pobre a pagar os desfalques que os outros fazem

RESPONDER

"Contra tudo e contra todos". Moedas fez história em Lisboa

O cabeça de lista da coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM/Aliança à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, afirmou hoje ter vencido “contra tudo e contra todos”, porque “a democracia não tem dono”, agradeceu o “voto de confiança” e comprometeu-se …

Ventura admite que “vitória não foi total” ao falhar objetivo de ficar em terceiro

O líder do Chega admitiu hoje que a “vitória não foi total” nas autárquicas de domingo, ao falhar o objetivo de ser a terceira força política, mas defendeu que se “fez história” em Portugal, recusando …

Liveblog Autárquicas. Carlos Moedas ganha Lisboa

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Contra a "vigarice" das sondagens, "o PSD teve um excelente resultado"

O PSD conseguiu todos os objectivos a que se propôs nestas eleições autárquicas, segundo Rui Rio. O presidente do PSD considera que o partido teve "um excelente resultado" contra a "vigarice" das sondagens e "contra …

Medina assume derrota em Lisboa. "É uma indiscutível vitória de Carlos Moedas"

Fernando Medina acaba de assumir a derrota nas eleições autárquicas, felicitando Carlos Moedas pela vitória na Câmara de Lisboa. "É uma indiscutível vitória pessoal e política de Carlos Moedas", sublinha Medina. "Foi um privilégio servir esta …

Costa: "PS continua a ser o maior partido autárquico nacional"

António Costa canta vitória nas eleições autárquicas, apesar de ainda não se conhecerem os resultados finais de Lisboa, Sintra e Loures. Para o secretário-geral socialista, não há dúvida de que o "PS continua a ser …

O "primeiro amarelo" para Costa e o "CDS superou todos os objectivos"

"O CDS superou todos os objectivos a que se propôs nestas autárquicas". É assim que Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, canta vitória, considerando que António Costa "viu o seu primeiro cartão amarelo". Na reacção …

Pegadas provam que as Américas foram povoadas milhares de anos antes do que pensávamos

Investigadores descobriram evidências da presença de humanos nas Américas: pegadas com, pelo menos, cerca de 23.000 anos. A nossa espécie começou a migrar para fora de África há cerca de 100.000 anos. Além da Antártida, as …

Jerónimo assume que CDU ficou "aquém", mas não é "determinante para a política nacional"

Jerónimo de Sousa reconhece que os resultados da CDU, nas eleições autárquicas, ficaram "aquém" dos objectivos, mas alerta que não são "determinantes para a política nacional" e rejeita a hipótese de deixar a liderança do …

Geringonça à direita... ou à esquerda? Com Moedas e Medina taco a taco, IL e Bloco entram em jogo

Freguesia a freguesia, eis como Fernando Medina e Carlos Moedas estão a disputar a eleição para a Câmara de Lisboa. As sondagens dão um empate técnico e a Iniciativa Liberal já manifestou que está disponível …