Terminou o apagão que deixou a Venezuela às escuras durante uma semana

Rayner Pena / EPA

A energia elétrica na Venezuela foi reposta após o apagão que afetou o país desde a passada quinta-feira, dia 7 de março. O anúncio foi feito por Jorge Rodríguez, ministro de Comunicação e Informação venezuelano.

Em declarações à televisão estatal Venezuelana de Televisão (VTV), Jorge Rodríguez informou que a energia foi restabelecida, mas que ainda há alguns problemas pontuais, como é o caso “dos transformadores que foram sabotados, em Baruta e El Hatillo” , e que “o serviço foi restaurado em 60%” nessas áreas.

O ministro adiantou ainda que o governo de Caracas deu ordem para as atividades laborais no país sejam retomadas já esta quinta-feira. Ainda assim, as escolas mantêm-se suspensas por mais 24 horas, por isso, os alunos só voltarão a ter aulas na sexta-feira.

Além da interrupção dos serviços, como é o caso dos transportes públicos, o corte de energia afetou hospitais, comunicações fixas e móveis, os terminais de pagamentos, o acesso à Internet e a distribuição de água no país. A restituição da água potável também está assegurada em 80% do território venezuelano e 70% em Caracas.

O apagão fez com que Juan Guaidó, autoproclamado Presidente interino da Venezuela, entregasse esta segunda-feira um pedido à Assembleia Nacional para ser decretado o estado de emergência no país.

A organização não-governamental Codevida revelou que 15 doentes renais morreram nos últimos dias no país, por falta de condições para realizar diálise. Juan Guaidó diz que o número de mortos chega aos 17.

A Venezuela estava às escuras na sequência de uma avaria na central hidroelétrica de El Guri, a principal do país, que afetou ainda dois sistemas secundários e a linha central de transmissão. O apagão atingiu Caracas e 22 dos 23 estados venezuelanos.

As autoridades venezuelanas disseram tratar-se de uma “guerra elétrica”. O ministro do Poder Popular para a Comunicação e Informação, Jorge Rodríguez, qualificou a ocorrência como um “ato criminoso”.

“Sabotaram a geração em El Guri. Isso é parte da guerra elétrica contra o Estado. Não o permitiremos. Estamos a trabalhar para recuperar o serviço”, escreveu Motta Domínguez.

Nos últimos anos, segundo a imprensa venezuelana, milhares de empregados da estatal Corporação Elétrica Nacional da Venezuela abandonaram a empresa, devido aos baixos salários e à crise económica no país.

Anos de apagões

Esta não é a primeira vez que a Venezuela fica às escuras. Nos últimos anos, o país registou inúmeros apagões, oficialmente justificados pela seca, mau tempo, corte e roubo de cabos, incêndios e animais selvagens.

Em dezembro de 2013, um apagão deixou metade do país às escuras, interrompendo um discurso de Nicolás Maduro, que sugeriu que teria sido um ato de sabotagem.

Em março do ano seguinte, um novo apagão causou um colapso do trânsito na Venezuela, com as ruas a registarem uma inusitada afluência de pessoas que tentavam chegar aos seus empregos e longas filas para apanhar autocarros. Segundo o ministro venezuelano de energia elétrica, Jesse Chacón, foi ocasionado por um incêndio.

Em junho de 2014, um outro apagão interrompeu novamente um discurso do presidente Maduro. A falha teria tido origem nos cabos elétricos situados entre San Gerónimo e La Arenosa, na região central do país.

O último grande apagão registado na Venezuela ocorreu em agosto do ano passado, quando uma falha elétrica voltou a deixar Caracas às escuras depois de, ao longo do dia, terem ocorrido várias quebras de energia elétrica no país.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Incêndios na Austrália permitiram descobrir canal mais antigo do que as Pirâmides do Egipto

Depois de a vegetação ter sido devastada pelos incêndios em Victoria, na Austrália, investigadores descobriram que este sistema de canais é significativamente maior do que se pensava. Desde setembro do ano passado que a Austrália enfrenta uma …

Sírios estão a vender os seus bens pessoais para que os filhos possam comer

O coordenador do projeto Médicos Sem Fronteiras na Síria diz que muitas famílias estão a ser forçadas a vender os seus bens pessoais para que os filhos possam comer. Bombardeamentos aéreos na Síria são uma constante. …

Casa Branca prepara medidas para travar "turismo de parto"

A Casa Branca prepara-se para endurecer as medidas que permitem a emissão de vistos para mulheres estrangeiras que vão aos Estados Unidos dar à luz para que os seus filhos recebem automaticamente cidadania norte-americana. A …

Eletrões e quarks podem experimentar consciência, defende professor

O filósofo Philip Goff defende, num livro que publicou recentemente, uma teoria milenar que sustenta que todas as formas de matéria - incluindo os eletrões e até os quarks - podem experimentar consciência. Tal como observa …

Lego lança réplica da Estação Espacial Internacional

A Lego anunciou um novo conjunto para todos os entusiastas de exploração espacial. A Estação Espacial Internacional está a muitos quilómetros de distância da Terra mas, agora, quem quiser pode ter uma reprodução nas sua …

HBO anuncia sátira de animação sobre família real britânica

A plataforma de streaming HBO encomendou uma série de comédia do género de "Family Guy" em versão realeza, inspirada nos membros mais famosos da família real britânica.  De acordo com a AFP, a série vai chamar-se …

Salário mínimo sobe para 950 euros em Espanha

O Governo de Espanha anunciou, esta quarta-feira, um aumento do salário mínimo nacional para 950 euros. A ministra do Trabalho e da Economia Social, Yolanda Díaz, anunciou, esta quarta-feira, a subida do salário mínimo para os …

O Relógio do Juízo Final avança 20 segundos. Faltam 100 para o Apocalipse

O Boletim de Cientistas Atómicos anunciou, esta quinta-feira, que o Relógio do Julízo Final está mais próximo do apocalipse. Especialistas avançaram o relógio 20 segundos para alertar líderes e cidadãos de todo o mundo que …

Juiz que pediu escusa por ser benfiquista continua com o caso dos emails

O presidente do Tribunal da Relação do Porto decidiu julgar improcedente o pedido de escusa do juiz. Em causa estava o facto de ser adepto do Benfica. Segundo o jornal Público, o juiz desembargador Eduardo Pires, …

Portugal piorou no Índice de Perceção de Corrupção

Mais de dois terços dos países, juntamente com muitas das economias mais avançadas do mundo, estão estagnados ou mostram sinais de retrocesso nos seus esforços de combate à corrupção. Segundo o Índice de Perceção de Corrupção …