Apagão interrompe discurso de Maduro sobre falta de luz na Venezuela

 

Diversas cidades venezuelanas, incluindo Caracas, a capital do país, estão sem luz desde a tarde desta sexta-feira.

Um discurso ao vivo na TV do presidente, Nicolas Maduro, chegou a ser interrompido duas vezes pela falta de energia.

“Vamos investigar os problemas no sistema eléctrico que estamos a enfrentar em algumas partes do país”, disse o presidente durante um discurso numa cerimónia com jornalistas locais.

As televisões do país congelaram por vários segundos durante a transmissão.

A frase “parece que a luz caiu“, dita por alguém nos bastidores, chegou a ser ouvida pelos tele-espectadores, relatam as agências de notícias. O problema teria afectado 10 dos 23 Estados da Venezuela.

Segundo fontes não oficiais, a falha terá tido origem nos cabos elétricos situados entre San Gerónimo e La Arenosa, na região central do país, afetando, além do Distrito Capital, os Estados de Maracaibo, Miranda, Mérida, Portuguesa, Barinas, Lara, Carabobo, Trujillo e Guárico.

O jornal El Universal diz que uma falha no sistema eléctrico afectou as principais fábricas hidro-elétricas do país.

As linhas 1, 2 e 3 do metro da capital ficaram paralisadas pelo problema.

No Twitter, a hashtag #VenezuelaSinLuz é uma das cinco mais partilhadas no país. Em primeiro lugar está a hashtag #VzlaenOscuridadPorCulpaDeMaduro (“Venezuela no escuro por culpa de Maduro”).

“Há 15 anos, vendíamos electricidade à Colômbia e ao Brasil. Agora damos pena ao mundo”, escreveu o utilizador Romulo Isaias.

“A incompetência é tão grande que transborda por qualquer brecha”, diz a utilizadora Juliana_PM.

À Reuters, representantes da companhia estatal de petróleo PDVSA disseram que não há informações sobre os efeitos da falta de luz na produção de petróleo do país.

Uma falha no fornecimento de energia elétrica deixou, no passado mês de Dezembro, metade da Venezuela às escuras, interrompendo também um discurso  do presidente ao país.

Já em Março deste ano, um outro apagão eléctrico provocou o colapso do trânsito e do serviço do Metropolitano de Caracas, com as ruas a registarem uma inusitada afluência de pessoas que tentavam chegar aos seus empregos e longas filas para apanhar autocarros.

As falhas de energia são comuns na Venezuela, mas raramente afectam a capital, Caracas. Embora o país tenha grandes reservas de petróleo, depende de centrais hidro-elétricas para o abastecimento de energia.

ZAP / BBC / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Tia de Kim Jong-un faz a primeira aparição pública em mais de seis anos

Kim Kyong-hui, tia paterna do líder norte-coreano Kim Jong-un, reapareceu em público este sábado pela primeira vez em mais de seis anos, escreve a BBC. A emissora britânica, que avança a notícia citando a Agência Central …

Coronavírus. Madeira está a preparar-se para eventual surto

Região da Madeira “já está a delinear” quartos com pressão negativa e áreas isoladas, além de “fármacos, oxigénio, fatos protetores, máscaras e capacidade laboratorial”. O presidente do Instituto de Saúde (Iasaúde) da Madeira anunciou esta segunda-feira …

Luanda Leaks. Isabel dos Santos vai processar o consórcio de jornalistas

Depois de Rui Pinto ter assumido a autoria da divulgação dos documentos do caso Luanda Leaks, Isabel dos Santos avança que vai processar o consórcio de jornalistas. A empresária angolana Isabel dos Santos vai processar o …

Portugal vende cinco F-16 à Roménia por 130 milhões de euros

O ministério da Defesa Nacional oficializou hoje, na Base Aérea de Monte Real, no distrito de Leiria, a venda de cinco aviões militares F-16 à Roménia, num negócio de 130 milhões de euros. "Com este processo …

Pedro Proença e a violência no futebol: "É chegada a altura de o Governo assumir responsabilidades"

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol (LPFP), Pedro Proença, disse esta segunda-feira, depois de uma reunião no Ministério da Administração Interna (MAI), que o governo deve assumir responsabilidades sobre os recentes casos de violência …

Reconhecimento facial vai ser testado no acesso a serviços públicos online

O Governo quer criar um sistema de reconhecimento facial para usar a chave móvel digital, ferramenta que já permite aceder a vários serviços online do Estado. O Governo está a planear criar um sistema de reconhecimento …

Sem voz no clube, Raul José pondera abandonar o Sporting

Sem voz na pasta das contratações e construção do plantel, Raul José, líder do departamento de scouting do Sporting, pode estar de saída do clube. Raul José, líder do departamento de scouting do Sporting CP, estará …

António Costa vai responder por escrito a 100 perguntas sobre Tancos

Apesar de sempre ter defendido que o testemunho devia ser presencial, o Juiz Carlos Alexandre aceitou que António Costa possa depor por escrito sobre o caso do furto e recuperação das armas de tantos. O …

ERC regista como "publicação de informação" site de propaganda

A ERC registou o Notícias Viriato como "publicação de informação", em novembro do ano passado, quando o projeto do Medialab diz que se trata, na verdade, de um "site de propaganda". Segundo o Diário de Notícias, a …

Conselho da Europa pede que polícia portuguesa tenha mais treino sobre direitos humanos

O Conselho da Europa (CE) acredita que teria sido uma boa ideia incluir no próximo recenseamento da população portuguesa, marcado para 2021, uma questão sobre a origem étnica. A proposta chegou a ser avaliada por …