Governo suspende atividade não urgente nos hospitais de Lisboa. Mais de 60 mil cirurgias urgentes estão em atraso devido à pandemia

Giuseppe Lami / EPA

Numa altura em que o número de casos de covid-19 não pára de aumentar, são muitos os hospitais que estão prestes a pisar a linha vermelha. O Governo já tomou medidas.

Portugal registou ontem 10.027 novos casos de infeção com o novo coronavírus, o valor diário mais elevado desde o início da pandemia, e 91 mortes relacionadas com a covid-19, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Neste sentido, o Governo suspendeu a atividade não urgente nos hospitais de Lisboa. O objetivo é que os hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo elevem os planos de contingência para o nível máximo.

A ministra da Saúde, Marta Temido, enviou uma circular para a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo com indicações para que se suspenda de imediato toda a atividade não urgente dos hospitais.

A decisão surge após a recomendação da Comissão de Acompanhamento da Resposta Nacional em Medicina Intensiva para a covid-19, na sequência de uma reunião realizada na terça-feira para analisar a situação epidemiológica e a ocupação de camas nesta região.

Segundo avança o DN, o Centro Hospitalar Lisboa Norte está a avaliar o reforço da sua capacidade, uma vez que tem 140 doentes internados, sendo que a capacidade máxima é de 160 camas.

De acordo com dados oficiais, o Centro Hospitalar Lisboa Central (CHLC)tinha na tarde desta quarta-feira 204 internamentos, estando assim perto da capacidade máxima, que é de 219 camas.

Marta Temido admitiu ontem no parlamento, durante o debate sobre o novo estado de emergência, que a situação epidemiológica atual mostra necessidade de “medidas excecionais”.

Também no Hospital de Évora, o afluxo de doentes com covid-19 subiu 40% entre o início e o fim de dezembro e deverá agravar-se, alertou hoje a responsável hospitalar, apelando ao transporte só de infetados que efetivamente necessitem.

“O apelo” é para que, “quem está positivo, mas que não necessita de cuidados hospitalares”, permaneça na sua residência, seja domicílio privado, seja lar, “até efetivamente ter sintomas que justifiquem a necessidade de vir à Urgência do hospital”, afirmou a presidente do conselho de administração do Hospital do Espírito Santo de Évora.

Mais de 60 mil cirurgias em atraso

Segundo o Jornal de Notícias, o número de cirurgias em atraso tem vindo a aumentar nos últimos meses, sendo que se registaram em outubro 67.121 utentes a aguardar operação já fora do tempo recomendado, o que equivale a um terço do total de 209.385 operações em lista de espera.

De acordo com os dados do Portal da Transparência do Sistema Nacional de Saúde (SNS), 20,5% dos doentes esperavam por operação fora dos prazos recomendados em janeiro de 2019, enquanto que em outubro do ano passado a taxa subiu para os 32,1%.

Contudo, é preciso recuar quatro anos para encontrar um valor tão baixo de inscritos para cirurgias, fruto da diminuição das cirurgias programadas.

“Os recursos não são elásticos e foram redimensionados para a covid-19, o que teve efeito no atraso da atividade cirúrgica, além de que tudo hoje se faz mais lentamente: proteções individuais, circuitos alterados, testes aos utentes”, explicou Alexandre Lourenço, presidente da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares, ao JN.

Lourenço alerta para a urgência de reabilitar os cuidados de saúde primários, que não estão a referenciar doentes para cirurgias, o que se reflete no baixo número de operações marcadas. “Não estão a ser diagnosticadas patologias que seriam depois referenciadas para os hospitais para plano terapêutico, incluindo cirurgia”, explica.

Ana Isabel Moura Ana Moura, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Como é possivel não ver mais longe??
    quantos cancros vao ficar por diagnosticar nas consultas de rotina, quantos seguimentos de doença não serão feitos e mais uma vez adiados!
    O Covid é um problema mas não é o unico. Fala-se muito mas tudo fica na mesma. Depois os politicos falam que assumem toda a responsabilidade mas isso são palavras vazias.

RESPONDER

“É como ser queimado com ácido quente“. Planta venenosa australiana causa dores que podem durar anos

Os "cabelos" da planta gympie-gympie causam uma picada tão tóxica que a dor pode durar anos. Esta pode ser encontrada nas florestas australianas. A gympie-gympie, ou dendrocnide moroides, é um tipo de arbusto que recebe o …

Sporting 1-1 Famalicão | Leão volta a tremer e vê Porto a 6

Segundo empate consecutivo do Sporting na Liga NOS, e pelo mesmo resultado, 1-1. Na recepção ao Famalicão, o líder do campeonato começou bem, marcou, mas sofreu um golo de imediato e nunca mais se encontrou …

Arqueólogos descobrem túnel medieval na Polónia. Tinha restos mortais de 18 carmelitas

Uma equipa de arqueólogos descobriu um cemitério medieval onde estava sediado um mosteiro do século XIV. No local foi ainda encontrado um túnel com dezoito esqueletos de padres carmelitas. A descoberta ocorreu em Jaslo - uma …

Militantes apoiados pelo Al-Qaeda defendem uso de mel contra a covid-19

O Al-Shabaab, um grupo rebelde islâmico apoiado pela Al-Qaeda, apela ao boicote à vacina da AstraZeneca contra a covid-19. A alternativa é "cominho preto e mel". A vacina da AstraZeneca não está apenas a levantar preocupações …

Em menos de um ano, a polícia foi chamada a intervir pelo menos nove vezes na mansão dos Sussex

A vida nos Estados Unidos não tem sido fácil para os duques de Sussex. No último ano, a polícia da Califórnia foi chamada pelo menos nove menos à mansão onde o casal habita desde que …

Rivalidade entre China e Índia é obstáculo à maior aproximação entre os BRICS, diz especialista

Apesar de os BRICS representarem "o tipo de relações entre países que queremos no século XXI", a rivalidade entre a Índia e a China ainda é um obstáculo a uma maior integração, dizem os especialistas. Na …

Variante sul-africana pode resistir à Pfizer. China pondera misturar vacinas

A variante do coronavírus descoberta na África do Sul pode "romper" a vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech até certo ponto, concluiu um estudo em Israel, embora a sua prevalência no país seja baixa e …

Rússia garante que não haverá guerra com Ucrânia. EUA desconfiam e prometem consequências

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, descartou este domingo a possibilidade de uma guerra com a Ucrânia, depois de Kiev ter manifestado preocupação com o reforço de tropas russas nas suas fronteiras. “Ninguém está a embarcar …

Inspetores do SEF rejeitam extinção sem aval do Parlamento (e dizem estar em causa o Espaço Schengen)

O sindicato dos inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) rejeitou este domingo a extinção daquele organismo sem a aprovação formal da Assembleia da República e considerou que está em causa a permanência de …

Testes rápidos registaram maior número de sempre. APED defende venda nos super e hipermercados

O recurso a testes rápidos de antigénio à covid-19 está a aumentar em Portugal, tendo atingido o maior número a 7 de abril, com mais de 34 mil realizados nesse dia, segundo dados do Instituto …