Suspeito do assassinato de Marielle recebeu 100 mil reais depois do homicídio

(dr) Nossa Política

O organismo que controla as movimentações financeiras no Brasil descobriu que foi feito um depósito de 100 mil reais (23.136,90 euros) na conta de um suspeito de assassinar Marielle Franco e o seu motorista Anderson Gomes.

A transferência foi feita a partir de um banco no dia 9 de outubro, sete meses depois do tiroteio que tirou a vida à vereadora brasileira e ao seu motorista.

Depois da detenção de dois dos suspeitos do crime, o Ministério Público pediu o bloqueio das contas e a apreensão dos seus bens, de maneira a garantir a indemnização dos familiares da vereadora e do motorista. Esta sexta-feira, os dois acusados vão depor, sendo depois levados para Bangu 1, prisão estadual, antes de serem transferidos para uma cadeia federal.

Os dois suspeitos foram detidos no âmbito da Operação Lume – assim batizada devido à praça Buraco do Lume, no Rio de Janeiro, onde Marielle desenvolvia um projeto chamado Lume Feminista. Os investigadores acreditam que estava uma terceira pessoa no carro utilizado pelos suspeitos.

“Parece-me óbvio que um crime desta envergadura não foi cometido por razões pessoais desses PM [polícias militares]. É fundamental chegarmos aos mandantes desse crime político”, disse o vereador Tarcísio Motta, colega de Marielle na bancada do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) no Rio de Janeiro, citado pelo Globo.

“É incontestável que Marielle Francisco da Silva foi sumariamente executada em razão da atuação política na defesa das causas que defendia“, afirma a acusação. “A barbárie praticada na noite de 14 de março foi um golpe ao Estado Democrático de Direito”.

Defensora dos direitos humanos, Marielle Franco foi assassinada na noite de 14 de março do ano passado, quando viajava de carro pelo centro do Rio de Janeiro e depois de participar num ato político com mulheres negras.

Os suspeitos são Ronnie Lessa, um ex-polícia militar de 48 anos, e Élcio Queiroz, um militar expulso do exército de 46 anos, que será quem guiava o carro. A investigação ainda tenta esclarecer, no entanto, quem foram os mandantes do crime e a motivação.

De acordo com os promotores do Gaeco, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, o crime foi meticulosamente planeado durante os três meses que o antecederam. A investigação aponta que Ronnie fez pesquisas na Internet sobre locais que a vereadora frequentava.

Segundo a investigação, desde outubro de 2017 o polícia também pesquisava a vida do deputado estadual Marcelo Freixo, o padrinho político de Marielle.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Benfica 2-0 Vitória SC | "Águia" vence e adia festa do Porto

Não foi esta terça-feira que o FC Porto festejou o 29º título de campeão nacional. Na recepção ao Vitória Sport Clube, o Benfica venceu por 2-0, num embate relativo à 32ª jornada da Liga NOS, …

Elon Musk lança concurso para ver quem consegue bater um caracol

O multimilionário, através da sua empresa especializada em construção de túneis, lançou um concurso mundial para ver quem é capaz de bater um caracol. De acordo com o jornal Daily Mail, Elon Musk lançou um concurso …

Covid-19. Tóquio quer pagar até quatro mil euros a bares que fiquem fechados

As autoridades de Tóquio, no Japão, estão a ponderar pagar um subsídio, que pode chegar aos quatro mil euros, aos bares que se mantenham fechados para conter a propagação da covid-19 na cidade. De acordo com …

Médicos franceses detetaram primeiro caso de bebé infetado no útero

Médicos em França pensam ter identificado aquele que será o primeiro caso confirmado de um bebé infetado com covid-19 no útero materno. De acordo com o site Business Insider, a equipa médica conta que a …

17 anos depois, Estados Unidos voltam a aplicar a pena capital a nível federal

Os Estados Unidos procederam, esta terça-feira, à primeira execução federal de um prisioneiro no "corredor da morte" em 17 anos, através de uma injeção letal. Daniel Lewis Lee, 47 anos, natural de Yukon (Oklahoma), foi executado …

Com o pretexto de paz, "senhor da guerra" vai ganhando poder na República Centro-Africana

O "senhor da guerra" Ali Darassa foi pago pelo presidente da República Centro-Africana e já influenciou a demissão de um ministro numa tentativa de manter a paz no país. A República Centro-Africana é um país atormentado …

Ministério Público acusa 25 arguidos pela queda do BES

O Ministério Público deduziu acusação, esta terça-feira, contra 25 arguidos, 18 pessoas singulares e sete pessoas coletivas, no âmbito do processo sobre a queda do Universo Espírito Santo. "O Ministério Público do Departamento Central de Investigação …

Agora, até o Toyota Corolla é um crossover

O Toyota Corolla Cross é o mais recente SUV da marca japonesa. Apesar de a marca estar a reforçar a sua gama de SUV, Portugal terá de esperar mais um pouco. Na semana passada, a Toyota …

Da Escócia à Grécia, Kleon pedalou durante 48 dias para regressar a casa

Um jovem grego, "preso" na Escócia devido ao cancelamento dos voos por causa da pandemia de covid-19, decidiu pedalar durante 48 dias consecutivos para conseguir regressar a casa. De acordo com a CNN, Kleon Papadimitriou, de …

Após fugirem da Venezuela, milhares foram obrigados a regressar por causa da pandemia (mas não é assim tão fácil)

Desde 2016, quase cinco milhões de venezuelanos deixaram o país, fugindo da pobreza e dos serviços sociais e de saúde em colapso. Agora, a pandemia de covid-19 forçou-os a regressar à Venezuela - se o …