/

Rússia anuncia eficácia de 95% da vacina Sputnik V

1

PAHO / WHO

A Rússia anunciou, esta terça-feira, que sua vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Centro Nacional de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya, tem uma eficácia de 95%, segundo resultados preliminares.

Em comunicado no site oficial da vacina russa, o Centro de Pesquisas informou que a eficácia de 95% foi registada em voluntários, 42 dias após a injeção da primeira dose.

A 11 de novembro, o organismo também já tinha anunciado os resultados da primeira análise de dados provisória da Fase III dos ensaios clínicos realizados na Rússia, que revelaram uma taxa de eficácia de 92%.

Atualmente, 40 mil voluntários estão a participar nos ensaios clínicos da Fase III da vacina russa, dos quais mais de 22 mil foram vacinados com a primeira dose e mais de 19 mil com a primeira e a segunda doses.

Recentemente, a Pfizer e a BioNTech também anunciaram que a sua vacina é 95% eficaz na prevenção da covid-19. Também a empresa de biotecnologia anunciou este mês que dados provisórios indicam que a sua vacina tem uma eficácia de 94,5% na redução do risco de contrair a doença.

Esta segunda-feira, o laboratório AstraZeneca e a Universidade de Oxford anunciaram que a sua vacina tem uma taxa média de eficácia de 70%.

Em agosto deste ano, a Rússia tornou-se o primeiro país do mundo a registar uma vacina contra o novo coronavírus. O Presidente russo, Vladimir Putin, garantiu que todas as vacinas contra a covid-19 desenvolvidas pelo país são eficazes, tendo acrescentado que irá ser registada em breve uma terceira.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.388.590 mortos resultantes de mais de 58,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa France-Presse.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado, no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade no centro da China.

  ZAP // Lusa

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.