Resultados preliminares mostram que vacina Sputnik V tem eficácia de 92%

PAHO / WHO

A primeira análise de dados provisória da terceira fase dos ensaios clínicos realizados na Rússia revelou que a taxa de eficácia da vacina contra a covid-19 Sputnik V é de 92%.

Segundo o site oficial da vacina russa, “a eficácia da Sputnik V equivaleu a 92%, um cálculo com base nos 20 casos confirmados de covid-19 divididos entre indivíduos que foram vacinados e aqueles que receberam o placebo”.

“A eficácia foi comprovada com base na primeira análise de dados provisória obtida 21 dias depois de 16 mil voluntários terem recebido a primeira injeção”, acrescenta a mesma nota, ressalvando que “não houve eventos adversos inesperados durante os ensaios”.

“O estudo não revelou quaisquer eventos adversos inesperados. Alguns dos vacinados apresentaram eventos adversos de curto prazo, como dor no local da injeção, síndrome semelhante à gripe, incluindo febre, fraqueza, fadiga e dor de cabeça”, revelou a análise.

Atualmente, 40 mil voluntários estão a participar nos ensaios clínicos da Fase III da vacina russa, dos quais mais de 20 mil foram vacinados com a primeira dose e mais de 16 mil com a primeira e a segunda doses, pode ler-se no mesmo comunicado.

Além de estar a ser testada em território russo, esta vacina também está a ser testada na Bielorrússia e deverão começar em breve ensaios clínicos nos Emirados Árabes Unidos, Venezuela e Índia.

Mikhail Murashko, ministro da Saúde russo, congratulou-se com estes resultados. “O uso da vacina e os resultados dos ensaios clínicos demonstram que é uma solução eficaz para impedir a propagação da infeção do coronavírus, uma ferramenta de saúde preventiva, e esta é a forma mais bem-sucedida de derrotar uma pandemia.”

A publicação dos resultados provisórios “demonstram de forma convincente a eficácia da vacina Sputnik V, o que possibilita o início da vacinação em massa na Rússia contra a covid-19 nas próximas semanas”, declarou, por sua vez, Aleksandr Gintsburg, diretor do Centro Gamaleya.

De acordo com a agência Sputnik News, depois da publicação destes resultados, a vice-primeira-ministra russa, Tatiana Golikova, informou que estão a planear produzir, ainda este mês, 500 mil doses da vacina.

Já no próximo ano, espera-se a produção de 1,5 milhões em janeiro, três milhões por mês a partir de fevereiro e seis milhões a partir de abril, acrescentou.

O anúncio da eficácia da vacina russa foi feito dois dias depois de a farmacêutica norte-americana Pfizer, que está a trabalhar com a alemã BioNTech, ter revelado que os dados provisórios da sua vacina indicaram uma eficácia de 90%.

Em agosto deste ano, a Rússia tornou-se o primeiro país do mundo a registar uma vacina contra o novo coronavírus. Na terça-feira, o Presidente russo, Vladimir Putin, garantiu que todas as vacinas contra a covid-19 desenvolvidas pelo país são eficazes, acrescentando que irá ser registada em breve uma terceira, recorda o jornal Público.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Agora é a competição das vacinas. Tenham juízo isso sim, é andar a brincar c a vida / saúde da pessoas.
    Venham a publico somente quando tiverem tudo preto no branco. Não é andar no disse que disse.

      • Não tenho bem a certeza mas lá em casa tenho uma vacina… que tenho tomado com bastante regularidade desde o confinamento e aparentemente tem gerado resultados fantásticos. É o vinhotol. Recomendo.

RESPONDER

Meteorito atinge casa de homem indonésio e transforma-o em milionário

O caso insólito aconteceu em Kolang, na Sumatra do Norte, Indonésia. Um fabricante de caixões de 33 anos encontrou um meteorito no seu jardim, depois deste atingir o telhado da sua casa em agosto. O protagonista …

Há 20 anos que ninguém sabe do paradeiro de dois cadernos de Charles Darwin

Dois dos cadernos do naturalista Charles Darwin, um dos quais com o rascunho da “Árvore da Vida” (1837), estão desaparecidos há cerca de 20 anos e terão sido muito provavelmente roubados, anunciou esta terça-feira a …

Cientistas reconstruiram explosão de Beirute através das redes sociais

Cientistas forenses recorreram a imagens partilhadas nas redes sociais para reconstruirem a explosão de Beirute, em agosto, que matou 191 pessoas. A 4 de agosto, uma série de explosões causadas por 2.750 toneladas de nitrato de …

Professor alemão do ensino básico é suspeito de canibalismo e homicídio

Depois de uma pilha de ossos ter sido encontrada por transeuntes no parque de Berlim, as autoridades alemãs descobriram que se tratava de uma vítima de canibalismo. As pistas conduziram-nas, mais tarde, à casa do …

Marselha 0-2 FC Porto | Dragão vence e abre porta dos "oitavos"

Basta apenas um ponto para que o FC Porto carimbe uma vaga nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Na noite desta quarta-feira, os “dragões” venceram o Marseille por 2-0 – com os contributos de Zaidu …

Mais de 100 mil crianças morreram com VIH e 320 mil ficaram infetadas. A pandemia pode piorar o cenário

De acordo com um relatório da UNICEF, a cada 100 segundos uma criança ou jovem com menos de 20 anos foi infetado pelo VIH no ano passado. Com os novos dados, o número total de …

Animação mostra como foram construídas as pontes do século XIV

Construir uma ponte sobre a água parece uma tarefa complicada e a verdade é que, apesar dos inúmeros avanços tecnológicos, os fundamentos pouco alteraram desde os tempos medievais. A Ponte Carlos tem 618 anos, mas não …

Médicos sem Fronteiras deixam hospital da Venezuela devido a restrições

A Médicos sem Fronteiras (MSF) vai se retirar de uma colaboração com um hospital venezuelano que visa tratar pacientes com covid-19 devido a restrições na entrada de especialistas no país, informou a organização na terça-feira. A …

O novo amplificador de guitarra tem maior capacidade de encaixe (e é mais poderoso)

Em 2016, o engenheiro eletrónico Chris Prendergast lançou um projeto Kickstarter para o amplificador de guitarra portátil JamStack. Este encaixava-se num pino de correia e emitia sons gerados por um smartphone. Agora foi lançada a …

Etiópia. Comissão de direitos humanos denuncia massacre de 600 civis na região de Tigré

A organização independente que investiga acusações de violência contra civis na Etiópia corroborou o relatório da Amnistia Internacional que denunciou a chacina de pelo menos 600 pessoas na região de Tigré, no Norte do país. Segundo …