“Resultados fantásticos”. Vacina de Oxford tem 70% de eficácia

A vacina que está a ser desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca tem uma eficácia média de 70%.

De acordo com a BBC, os resultados foram revelados esta segunda-feira, em comunicado conjunto, e têm por base um estudo que envolveu cerca de 20 mil voluntários, metade no Reino Unido e outra metade no Brasil.

Segundo a emissora britânica, houve 30 casos de infeção por covid-19 em pessoas que receberam a vacina e 101 casos em pessoas que estiveram envolvidas no estudo, mas receberam placebo.

Assim, os cientistas chegaram à conclusão que a vacina de Oxford/AstraZeneca tem, em média, 70% de eficácia.

Contudo, um dos dados que suscita dúvidas é o facto de a eficácia ter aumentado para 90% num subgrupo de voluntários que foram vacinados com meia dose na primeira toma e uma segunda dose dada na quantidade normal.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, aplaudiu o anúncio dos resultados dos ensaios clínicos da vacina da Universidade de Oxford. “São notícias incrivelmente empolgantes que a vacina Oxford tenha provado ser tão eficaz nos testes”, escreveu Boris no Twitter, ressalvando que ainda faltam verificações de segurança pela frente. “Mas esses resultados são fantásticos”.

Na semana passada, a vacina que está a ser desenvolvida pela Universidade de Oxford mostra ser segura e provocar uma resposta imunitária em pessoas mais idosas, segundo um estudo divulgado pela revista científica Lancet.

De acordo com os resultados preliminares da segunda fase de testes clínicos, “a vacina britânica contra o SARS-CoV-2 mostra resultados de segurança e imunidade em adultos saudáveis com 56 anos ou mais semelhantes aos demonstrados em pessoas com idades entre os 18 e os 55 anos”.

Apesar de se tratar de um resultado animador, esta vacina tem uma taxa de eficácia menor do que as da Pfizer/BioNTech ou Moderna, que ultrapassam os 90%. A Rússia também afirma que a sua vacina, Sputnik V, tem mais de 90% de eficácia.

Embora os avanços científicos sejam importantes para o combate da pandemia, a Organização Mundial da Saúde (OMS) já alertou que as vacinas não devem ser vistas como uma solução mágica e que os países que lutam contra o ressurgimento do vírus têm de combater esta segunda vaga de infeções sem elas – mesmo que sejam disponibilizadas este inverno.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É muito bom, se nos lembrarmos que a da gripe só tem 50% de eficácia. Além disso, será distribuída gratuitamente enquanto durar a pandemia, o que contraria um bocadinho as teorias conspirativas que circulam nos circuitos doentios dos terraplanistas, néscios e quejandos, não?

RESPONDER

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …

Ramalho Eanes defende que Otelo "tem direito a lugar de proeminência" na História

O ex-presidente da República Ramalho Eanes defendeu esta segunda-feira que Otelo Saraiva de Carvalho, falecido no domingo, tem direito a um "lugar de proeminência histórica", apesar "da autoria" do que considerou "desvios políticos perversos, de …

Hidilyn Diaz dá primeira medalha de ouro de sempre às Filipinas

A filipina Hidilyn Diaz deu esta segunda-feira a primeira medalha de ouro de sempre ao seu país em Jogos Olímpicos, ao conquistar a categoria de -55 kg de halterofilismo em Tóquio2020. Depois de ter sido segunda …

Londres e Paris assinam acordo de segurança marítima para o Canal da Mancha

Os governos britânico e francês assinaram esta segunda-feira um tratado de cooperação em segurança marítima em caso de ameaças, como ataques a navios que operam no Canal da Mancha. O Governo do Reino Unido explicou, em …

Estudantes ingleses deverão estar vacinados contra a covid-19 para assistir a aulas nas universidades

Governo britânico estará a considerar a obrigatoriedade de apresentação de certificado de vacinação contra a covid-19 nas salas de aula, auditórios e residências das universidades, não estando previstas na medida alternativas como um teste negativo …