Sites do SNS e do Governo fornecem dados dos cidadãos à Google (e não só)

As principais páginas do Serviço Nacio­nal de Saúde disponibilizaram dados dos cidadãos para exploração comercial da Google e outras marcas ligadas à publicidade.

A notícia é avançada pelo Expresso, e indica que os sites da Assembleia da República, SIRP, GNR e PSP, ivaucher.pt e autenticação.gov.pt fornecem dados de navegação para exploração comercial.

O Expresso concluiu, com recurso a algumas ferramentas de monitorização de tráfego, que a recolha de dados “também contempla áreas que o SNS.gov.pt disponibiliza para utentes, agendamento de vacinas covid-19 e solicitação de medicamentos para o VIH”.



A Google é a marca com maior presença nos serviços que recolhem dados de navegação dos sites do Estado, mas nas ferramentas especializadas é possível encontrar referências ao Facebook ou à Amplitude.com.

“O Estado está a entregar de mão beijada a gigantes da internet dados sensíveis dos cidadãos. Este caso assume particular gravidade em sites relacionados com serviços essenciais do Estado, como o SNS, Finanças e justiça, que recorrem a serviços de tracking externos para otimizarem a gestão desses sites”, refere Eduardo Correia, professor na Universidade do Porto.

Os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde garantem que os dados servem apenas para tratamento estatístico e são anonimizados, sendo que “não há partilha de dados pessoais com a Goo­gle ou com qualquer outra entidade externa”, em resposta à publicação. Ainda assim, após as questões feitas pelo jornal, decidiram suspender a utilização do Google Analytics.

“Na sequência das perguntas formuladas, decidimos suspender a utilização da ferramenta Google Analytics”, escrevem os SPMS, numa resposta citada pelo Expresso. Apesar da anonimização, Eduardo Correia aponta que “pode haver fuga de dados pessoais para entidades externas”.

O antigo vogal da Comissão Nacional de Proteção de Dados frisa também que os “serviços públicos sem atividade empresarial não podem enviar informação recolhida através das cookies para exploração comercial“, o que viola a legislação nacional e comunitária.

A Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) ainda não reagiu, mas Alexandre Sousa Pinheiro admite que a entidade de supervisão possa ter de intervir caso haja suspeita de partilha de dados indevida.

  ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Vamos ver se alguem de demite ou é demitido por causa desta partilha de dados?
    Não pode só haver consequencias se os dados forem partilhado com o Governo Russo como foi o caso de Lisboa!!!

    E depois como é possivel que estes “gigantes” que não pagam impostos cá e fazer de tudo para fugir ao seu pagamento ainda recebam de mão beijada informação relevante para promover a sua atividade comercial!!!

  2. Penso eu que a culpa deve ser do Salazar! Isto juntando a este caso o agora tão badalado dos dados entregues pela CML a governos estrangeiros e outros à mistura. Meditem bem, revejam a situação e depois façam comparações, será que ele terá chegado a tanto?

RESPONDER

Rorhwerk, o maior instrumento musical do mundo

Rohrwerk, uma obra de arte efémera, é a maior "fábrica do som" do mundo

Uma espécie de "pavilhão do som". Alunos da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, criaram um novo instrumento musical, o maior alguma vez construído. Com 45 metros de altura, a obra de arte imponente …

Costa já pediu desculpas às confederações patronais. "Houve um lapso"

O primeiro-ministro afirmou, esta sexta-feira, que já apresentou um pedido de desculpas às confederações patronais por o Governo ter aprovado duas medidas na área do trabalho sem antes as ter apresentado em Concertação Social. À chegada …

Luxemburgo torna-se o primeiro país da Europa a legalizar o cultivo e consumo de canábis

O Governo luxemburguês anunciou, esta sexta-feira, que o país será a primeira nação do Velho Continente a legalizar o cultivo e o consumo de canábis. De acordo com a nova legislação, explica o jornal The …

Prisão preventiva para suspeitos da morte de jovem no metro das Laranjeiras

Os quatro suspeitos da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa, ficaram em prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial. Os quatro arguidos, com idades entre os …

Cristiano vs. Salah: Klopp não queria comparar mas comparou

Treinador do Liverpool não acredita que vai encontrar um adversário debilitado: "Eles são capazes de fazer coisas incríveis". É o grande jogo de futebol no Reino Unido e um dos mais aguardados em todos os países: …

Bastonário dos Médicos considera direção executiva do SNS "um disparate"

O bastonário da Ordem dos Médicos considera que a criação da direção executiva do Serviço Nacional de Saúde, proposta no Estatuto do SNS aprovado esta quinta-feira, é "um disparate" e que há estruturas que podem …

João Leão no Parlamento: "A alternativa é um Orçamento apresentado pelo PSD"

O ministro das Finanças afirmou, esta sexta-feira, na Assembleia da República, que a alternativa à viabilização à esquerda da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) é um Orçamento feito pelo PSD. "A alternativa que …

Mais de 30 mil mulheres polacas recorreram a métodos de aborto ilegais ou no estrangeiro desde a alteração na lei

Proibição à interrupção voluntária da gravidez entrou em vigor no início deste ano e as  exceções só se aplicam a casos de violações, incestos ou quando a saúde da mãe está em risco. Pelo menos 34 …

Fenprof anuncia nova greve no dia 12 e concentração em frente ao Parlamento

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou, esta sexta-feira, a realização de uma concentração em frente à Assembleia da República no dia 5 de novembro e a adesão à greve nacional da Administração Pública marcada …

Luis Díaz será a prioridade do Newcastle

Valor de mercado será agora inacessível para os clubes italianos, escreve-se... em Itália. O novo Newcastle deverá atacar o mercado do futebol com estrondo, possivelmente já daqui a pouco mais de dois meses, e a prioridade …