SIRESP ameaça cortar comunicações se o Governo não pagar dívida

Elvis Gonzalez / EPA

A apenas uma semana do aumento do nível de perigo dos fogos, os satélites de comunicações podem ser desligados por falta de pagamento do Estado.

A SIRESP, S.A. está a ameaçar desligar os satélites de comunicação, que funcionam como alternativa e asseguram a transmissão das comunicações em caso de falha dos outros meios, caso o Governo não pague os mais de 11 milhões de euros que deve à empresa.

A notícia é avançada esta sexta-feira pelo Jornal de Notícias, que adianta que estes sistemas de redundância foram instalados após as falhas de comunicação que ocorreram nos incêndios de 2017 e fazem parte de um investimento que o consórcio quer que o Governo pague, mas que o Tribunal de Contas chumbou por duas vezes.

O valor da dívida, de mais de 11 milhões de euros, diz respeito a investimentos feitos no ano passado a pedido do Governo: nove milhões de euros em sistemas de redundância determinados em Conselho de Ministros, oito rendas mensais de 200 mil euros e outros custos relativos à manutenção de antenas e uso de satélite. A dívida pode ditar a insolvência da empresa já em setembro.

Se o Governo não pagar a dívida, a empresa ameaça desligar os equipamentos com recurso a satélite. Esta situação acontece a apenas uma semana da subida do estado de alerta da Proteção Civil relativamente a fogos rurais.

O Jornal de Notícias realça que ainda não é claro de que forma o investimento vai ser pago. O Governo comprometeu-se a assegurá-lo, mas o Tribunal de Contas chumbou por duas vezes a possibilidade de ser o Estado a cumprir esses custos por falta de documentação e pareceres.

O sistema de redundância foi proposto pela comissão técnica independente que avaliou os incêndios de 2017 e consiste na ativação de estações base com ligação a satélite sempre que há uma falha noutra estação.

Nos últimos meses, a SIRESP, S.A., empresa que é controlada maioritariamente pela Altice, reuniu com as Secretarias de Estado das Finanças, do Tesouro e da Proteção Civil e alertou para as dificuldades da empresa. O Executivo tem até esta sexta-feira para apresentar uma solução.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O SIRESP falhou redondamente quando foi mais necessário, e não foi só uma vez, mas não foi responsabilizado.
    Agora querem que o povo pague mais para essa aberração disfuncional?
    Quem é que anda a meter dinheiro ao bolso que não lhe deveria pertencer?
    Rico desgoverno este que paga tudo o que lhe pedem, eu também quero uns milhões…

  2. Aí está mais uma bela PPP!…
    Falharam em vários momentos de emergência e, em vez de corrigir e indemnizar o Estado, ainda querem mais dinheiro!

RESPONDER

Governo quer rever norma da dádiva de sangue que exclui homossexuais

O Governo determinou, esta segunda-feira, a constituição de um grupo de trabalho para rever a norma que exclui dadores "por comportamento sexual". De acordo com o SAPO24, o Ministério da Saúde determinou a constituição de um …

Governador de Nova Iorque volta a ser acusado de assédio sexual

O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, foi acusado por outra ex-assessora de assédio sexual, que foi sua assistente executiva e conselheira de políticas de saúde até novembro do ano passado. Segundo noticiou no sábado o New …

Francisco Assis alerta Governo para riscos das raspadinhas

O presidente do Conselho Económico e Social (CES), Francisco Assis, vai promover um estudo sobre o impacto social do vício da raspadinha e informar o Governo, na esperança de que este repondere o lançamento da …

Mais de 75% dos refugiados sírios podem sofrer de stress pós-traumático

Mais de três quartos dos refugiados sírios podem estar a sofrer de distúrbios mentais, como transtorno de stress pós-traumático (TEPT), dez anos após o início da guerra civil no país. De acordo com um artigo do …

AVC foi a principal causa das 112.334 mortes em 2019

As doenças circulatórias foram as principais causas das 112.334 mortes verificadas em Portugal em 2019, divulgou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística, assinalando que a mais mortífera foi o acidente vascular cerebral (AVC). Em 2019, …

Iémen irá enfrentar a pior fome já vista nas últimas décadas. Guterres implora por generosidade

De acordo com a ONU, a situação humanitária no Iémen é muito grave e o país irá enfrentar a pior fome à qual o mundo já assistiu. Esta situação pode ser revertida se os seus …

"Um erro histórico". Tratado assinado em Portugal incentiva aquecimento global

Um tratado assinado em Lisboa concede um grande poder às empresas de energia para processar os Estados caso se sintam prejudicadas por políticas climáticas. O Tratado da Carta da Energia (TCE) é um acordo internacional assinado …

Jornalistas estrangeiros denunciam "declínio da liberdade" na China

A China utilizou as medidas para controlar o coronavírus, a intimidação e restrições de visto para limitar a cobertura jornalística estrangeira em 2020, dando início a um "rápido declínio da liberdade na media", denunciou o …

Sindicato dos chefes da PSP interpôs ação judicial por causa da pré-aposentação

O Sindicato Nacional da Carreira de Chefes da PSP indicou este domingo que interpôs uma ação judicial para impugnar um despacho da direção nacional da Polícia Segurança Pública sobre a lista de pedidos da passagem …

"A agricultura em Montalegre vai acabar". Praga de javalis destrói culturas

Os agricultores do concelho de Montalegre andam desesperados com o facto dos javalis andarem a destruir as culturas. A população destes animais tem aumentado muito nos últimos anos e as medidas de controlo têm sido …