SIRESP ameaça cortar comunicações se o Governo não pagar dívida

Elvis Gonzalez / EPA

A apenas uma semana do aumento do nível de perigo dos fogos, os satélites de comunicações podem ser desligados por falta de pagamento do Estado.

A SIRESP, S.A. está a ameaçar desligar os satélites de comunicação, que funcionam como alternativa e asseguram a transmissão das comunicações em caso de falha dos outros meios, caso o Governo não pague os mais de 11 milhões de euros que deve à empresa.

A notícia é avançada esta sexta-feira pelo Jornal de Notícias, que adianta que estes sistemas de redundância foram instalados após as falhas de comunicação que ocorreram nos incêndios de 2017 e fazem parte de um investimento que o consórcio quer que o Governo pague, mas que o Tribunal de Contas chumbou por duas vezes.

O valor da dívida, de mais de 11 milhões de euros, diz respeito a investimentos feitos no ano passado a pedido do Governo: nove milhões de euros em sistemas de redundância determinados em Conselho de Ministros, oito rendas mensais de 200 mil euros e outros custos relativos à manutenção de antenas e uso de satélite. A dívida pode ditar a insolvência da empresa já em setembro.

Se o Governo não pagar a dívida, a empresa ameaça desligar os equipamentos com recurso a satélite. Esta situação acontece a apenas uma semana da subida do estado de alerta da Proteção Civil relativamente a fogos rurais.

O Jornal de Notícias realça que ainda não é claro de que forma o investimento vai ser pago. O Governo comprometeu-se a assegurá-lo, mas o Tribunal de Contas chumbou por duas vezes a possibilidade de ser o Estado a cumprir esses custos por falta de documentação e pareceres.

O sistema de redundância foi proposto pela comissão técnica independente que avaliou os incêndios de 2017 e consiste na ativação de estações base com ligação a satélite sempre que há uma falha noutra estação.

Nos últimos meses, a SIRESP, S.A., empresa que é controlada maioritariamente pela Altice, reuniu com as Secretarias de Estado das Finanças, do Tesouro e da Proteção Civil e alertou para as dificuldades da empresa. O Executivo tem até esta sexta-feira para apresentar uma solução.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O SIRESP falhou redondamente quando foi mais necessário, e não foi só uma vez, mas não foi responsabilizado.
    Agora querem que o povo pague mais para essa aberração disfuncional?
    Quem é que anda a meter dinheiro ao bolso que não lhe deveria pertencer?
    Rico desgoverno este que paga tudo o que lhe pedem, eu também quero uns milhões…

  2. Aí está mais uma bela PPP!…
    Falharam em vários momentos de emergência e, em vez de corrigir e indemnizar o Estado, ainda querem mais dinheiro!

RESPONDER

Governo dá tolerância de ponto nos dias 9 e 13 de abril

O primeiro-ministro assinou um despacho a conceder tolerância de ponto nos próximos dias 9 e 13, no período da Páscoa, a todos os trabalhadores que exercem funções públicas nos serviços da administração direta do Estado. “É …

Depois do papel higiénico, vendas de snacks e bebidas alcoólicas disparam

A Associação Espanhola de Supermercados fez um estudo sobre as alterações de consumo desde que foi decretado o estado de emergência. A procura por papel higiénico disparou meados de março, mas os produtos mais procurados …

Bloco quer proibir banca de distribuir lucros (e pede ajuda ao PSD)

O Bloco de Esquerda quer proibir os bancos de distribuírem dividendos em 2020 e pede ajuda ao PSD para o conseguir. Em videoconferência, Mariana Mortágua lançou um desafio ao líder social-democrata. O Bloco de Esquerda anunciou …

Ordens duvidam dos números de infetados (e admitem fazer o seu próprio levantamento)

Segundo os números anunciados na quarta-feira, havia 1.124 profissionais de saúde e oito deles estavam internados em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI). Mas estes números não convencem as Ordens. De acordo com o Observador, o bastonário …

Europa tem que ser o seu "próprio Plano Marshall". Centeno defende solução sem o "estigma" da austeridade

Mário Centeno continua a incentivar uma solução conjunta assente na ideia da solidariedade europeia perante "uma crise inesperada e sem precedentes" devido à pandemia de Covid-19. Como presidente do Eurogrupo, o ministro das Finanças de …

Há mais de 10 mil infetados em Portugal. DGS vai fazer testes de imunidade à população

O boletim epidemiológico da Direção-geral da Saúde deste sábado regista 10.524 casos de infeção por covid-19 em Portugal. Há mais 20 mortes, num total de 266 óbitos. Nas últimas 24 horas, até à meia-noite, foram registados …

Quase meio milhão de portugueses estão em lay-off. "Sistema é errado", diz Francisco Louçã

Uma semana depois de o Governo ter aberto a porta ao lay-off simplificado, mais de 22 mil empresas já recorreram a este novo regime. Atualmente, há 425.287 trabalhadores nessa situação. Francisco Louçã considera este sistema …

Costa "chocado" com caso da morte no aeroporto. Enfermeira, médico e polícias também investigados

Além dos três inspectores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) que são suspeitos de terem agredido um cidadão ucraniano, que acabou por morrer, também há outros elementos do SEF, um médicos e uma enfermeira, …

Reino Unido ultrapassa número de óbitos da China. Itália ainda não conseguiu inverter a curva

O Reino Unido regista agora um número de óbitos superior ao número registado na China. Em Itália, embora o pico já possa ter sido ultrapassado, o país ainda não conseguiu inverter a curva epidemiológica. Nas últimas …

Keir Starmer substitui Jeremy Corbyn e é o novo líder do Labour

Keir Starmer, de 57 anos, que tem feito parte da equipa de topo de Jeremy Corbyn nos últimos três anos, no papel de secretário sombra do Brexit, é o novo líder do Partido Trabalhista. De acordo …