“Milhares de processos por pagar”. Segurança Social volta a falhar prazo do lay-off

Mário Cruz / Lusa

Milhares de empresários continuam sem receber a comparticipação da Segurança Social referente ao regime de lay-off simplificado.

Na semana passada, o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, garantiu que iriam ser efetuados pagamentos até 5 de maio, respeitantes aos pedidos de lay-off que entraram antes de 10 de abril.

Mas, de acordo com o semanário Expresso, 5 de maio chegou e continua a haver empresas que ainda não receberam a comparticipação da Segurança Social, para além de não saberem em que fase se encontra o seu processo.

Em declarações ao jornal, a bastonária da Ordem dos Contabilistas Certificados (OCC), Paula Franco, assegurou que, relativamente aos lay-offs iniciais [submetidos até 10 de abril], os processos não estão todos pagos”.

“Existem milhares de processos por pagar. A mensagem que podemos passar aos empresários é que o seu caso não é caso único“, afirmou a bastonária.

“Os empresários tentam ligar para a Segurança Social mas é tudo uma questão de sorte. Conseguir ser atendido é uma questão de sorte. E o atendimento presencial, sendo diferido no tempo e para datas posteriores ao prazo do lay-off não serve. O atendimento físico não é solução”, disse ainda Paula Franco.

Pagamento já chegou a 64.500 empresas

Esta terça-feira, em comunicado, o Ministério do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social referiu que o pagamento da medida extraordinária de apoio à manutenção dos contratos de trabalho (lay-off simplificado) já foi feito a um total de 64.500 empresas, abrangendo 492 mil trabalhadores.

“O prazo médio de deferimento deste apoio é de 16 dias“, acentua o ministério, adiantando que, até ao momento, foram pagos cerca de 190 milhões de euros.

O comunicado indica também que, somando os apoios à redução da atividade dos trabalhadores independentes, o apoio excecional à família, as baixas por isolamento profilático e as prorrogações extraordinárias das prestações de desemprego ou RSI, o total já pago ascende a 257 milhões de euros, abrangendo 98 mil empresas e um total de 781 mil trabalhadores.

O Ministério reitera que até ao final da primeira quinzena de maio, a Segurança Social irá proceder ao pagamento de todos os pedidos aprovados que deram entrada até dia 30 de abril.

O Governo estima que o lay-off das mais de 100 mil empresas que já recorreram a este regime, que empregam 1,2 milhões de trabalhadores, custe entre 300 a 400 milhões de euros por mês.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. A incompetencia é generalizada e a mentira vulgarizada.
    Só quem passa dias em frente ao PC para tentar decifrar o “simplex” como sao os contabilistas que conheço, é que tomam consciencia da real situacao das empresas e complicacao dos processos que quando dao um passo á frente recuam dois a seguir.

    • É isso mesmo Ana. O Costa é mestre em embrulhar o povo com falsas promesas, mentiras, omissões da verdade, burocracia intransponível. Quem conhece o mundo empresarial sabe bem o que a casa gasta.

  2. Mais uma mentira do Costa, ouvi à momentos na A.R. dizer que os processos lay off entrados até 7 de Abril estão´todos pagos; na minha empresa em que o processo entrado em 30 de Abril e segundo informação da S.S. está devidamente formalizado, após horas ao telefone para ser atendido e não sabem porque não foi pago, aguarde foi a resposta. Se calhar é o governo que merecemos

  3. Isto é uma grande vergonha ao data que já estamos e eu ainda nao recebi do lay off tenho uma filha pra criar e contas pra pagar tenham mas é vergonha pah andam a brincar com a vida das pessoas!!!! Só dá vontade de lhes ofender e com razão!!!!! Sim eu sou uma das pessoas que ainda nao recebeu !!!! E daki a nada estou a passar fome.

  4. Estou entrar em situaçao dificil…tenho uma filha de 5 anos e estou a ver isto mal parado faz 2 meses que nao recebo nada da segurança social por causa layoff…estamos a 1 julho e ate data nada …so recebi mes abril.

Afinal, empresas que não estiveram em lay-off também podem pedir apoio à retoma

Mesmo que não tenham estado em regime de lay-off simplificado, as empresas que tenham uma quebra de faturação de, pelo menos, 40% também podem aderir ao apoio à retoma progressiva. Em junho, o Governo indicou que …

Italianos afastam rumores. Ronaldo de "pedra e cal" na Juventus

A imprensa italiana afasta esta sexta-feira os rumores de que Cristiano Ronaldo estará para deixar a Juventus, frisando que o internacional português de de 35 anos está de "pedra e cal" na Vecchia Signora. Depois …

Seis concelhos da Grande Lisboa vão ter reforço das equipas de combate à covid-19

Seis concelhos da Grande Lisboa vão ver reforçadas as suas equipas multidisciplinares de combate à covid-19, avança o jornal Público.  Em causa estão os concelhos de Almada, Seixal, Barreiro, Moita e Setúbal e Vila Franca de …

Guarda-redes Cláudio Ramos assina pelo FC Porto até 2024

O guarda-redes, que defendia a baliza do Tondela, assinou um contrato válido até 2024 com o FC Porto, anunciou, esta quinta-feira, o campeão português. Cláudio Ramos chega ao Dragão como jogador livre, depois do vínculo com …

"Os russos precipitaram-se". Cientistas preocupados com a Sputnik V

A preocupação tem aumentado por parte da comunidade científica, em torno da vacina russa Sputnik V. Especialistas afirmam que o desenvolvimento pouco transparente e a falta de testes em massa pode ser um problema ainda …

Governo propôs proteção policial a deputadas ameaçadas

O Governo contactou as deputadas bloquistas Mariana Mortágua e Beatriz Gomes Dias, bem como a parlamentar não inscrita Joacine Katar Moreira, com uma proposta de proteção policial depois das ameaças de que foram alvo. Em …

Espanhóis elogiam João Félix após eliminação da Champions. "Só se salvou o que não foi titular"

O Leipzig qualificou-se esta sexta-feira para as meias-finais da Liga dos Campeões de futebol, ao vencer o Atlético de Madrid, por 2-1, nos quartos de final, no Estádio José Alvalade, em Lisboa. Estreante nas rondas a …

França, Malta e Países Baixos passam para a "lista negra" do Reino Unido

O Reino Unido impôs uma quarentena obrigatória, nesta quinta-feira, para aqueles que chegam ao território britânico a partir de França e dos Países Baixos, após um aumento dos casos de covid-19 nesses dois países. Portugal …

Em 100 anos, não foram encontradas grandes diferenças entre cérebros de homens e mulheres

Em mais de 100 anos de estudos, diferentes equipas de investigadores não encontraram grandes diferenças entre cérebros de homens e mulheres. Desde o século XIX, que se procuram diferenças nos cérebros de homens e mulheres. Gustave …

Há uma galáxia semelhante à Via Láctea no Universo primitivo. É uma "arca do tesouro"

Uma equipa de astrónomos observou uma galáxia muito distante e, consequentemente, muito jovem, semelhante à Via Láctea. A galáxia está tão distante que a sua luz demorou mais de 12 mil milhões de anos a …