“Milhares de processos por pagar”. Segurança Social volta a falhar prazo do lay-off

Mário Cruz / Lusa

Milhares de empresários continuam sem receber a comparticipação da Segurança Social referente ao regime de lay-off simplificado.

Na semana passada, o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, garantiu que iriam ser efetuados pagamentos até 5 de maio, respeitantes aos pedidos de lay-off que entraram antes de 10 de abril.

Mas, de acordo com o semanário Expresso, 5 de maio chegou e continua a haver empresas que ainda não receberam a comparticipação da Segurança Social, para além de não saberem em que fase se encontra o seu processo.

Em declarações ao jornal, a bastonária da Ordem dos Contabilistas Certificados (OCC), Paula Franco, assegurou que, relativamente aos lay-offs iniciais [submetidos até 10 de abril], os processos não estão todos pagos”.

“Existem milhares de processos por pagar. A mensagem que podemos passar aos empresários é que o seu caso não é caso único“, afirmou a bastonária.

“Os empresários tentam ligar para a Segurança Social mas é tudo uma questão de sorte. Conseguir ser atendido é uma questão de sorte. E o atendimento presencial, sendo diferido no tempo e para datas posteriores ao prazo do lay-off não serve. O atendimento físico não é solução”, disse ainda Paula Franco.

Pagamento já chegou a 64.500 empresas

Esta terça-feira, em comunicado, o Ministério do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social referiu que o pagamento da medida extraordinária de apoio à manutenção dos contratos de trabalho (lay-off simplificado) já foi feito a um total de 64.500 empresas, abrangendo 492 mil trabalhadores.

“O prazo médio de deferimento deste apoio é de 16 dias“, acentua o ministério, adiantando que, até ao momento, foram pagos cerca de 190 milhões de euros.

O comunicado indica também que, somando os apoios à redução da atividade dos trabalhadores independentes, o apoio excecional à família, as baixas por isolamento profilático e as prorrogações extraordinárias das prestações de desemprego ou RSI, o total já pago ascende a 257 milhões de euros, abrangendo 98 mil empresas e um total de 781 mil trabalhadores.

O Ministério reitera que até ao final da primeira quinzena de maio, a Segurança Social irá proceder ao pagamento de todos os pedidos aprovados que deram entrada até dia 30 de abril.

O Governo estima que o lay-off das mais de 100 mil empresas que já recorreram a este regime, que empregam 1,2 milhões de trabalhadores, custe entre 300 a 400 milhões de euros por mês.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. A incompetencia é generalizada e a mentira vulgarizada.
    Só quem passa dias em frente ao PC para tentar decifrar o “simplex” como sao os contabilistas que conheço, é que tomam consciencia da real situacao das empresas e complicacao dos processos que quando dao um passo á frente recuam dois a seguir.

    • É isso mesmo Ana. O Costa é mestre em embrulhar o povo com falsas promesas, mentiras, omissões da verdade, burocracia intransponível. Quem conhece o mundo empresarial sabe bem o que a casa gasta.

  2. Mais uma mentira do Costa, ouvi à momentos na A.R. dizer que os processos lay off entrados até 7 de Abril estão´todos pagos; na minha empresa em que o processo entrado em 30 de Abril e segundo informação da S.S. está devidamente formalizado, após horas ao telefone para ser atendido e não sabem porque não foi pago, aguarde foi a resposta. Se calhar é o governo que merecemos

  3. Isto é uma grande vergonha ao data que já estamos e eu ainda nao recebi do lay off tenho uma filha pra criar e contas pra pagar tenham mas é vergonha pah andam a brincar com a vida das pessoas!!!! Só dá vontade de lhes ofender e com razão!!!!! Sim eu sou uma das pessoas que ainda nao recebeu !!!! E daki a nada estou a passar fome.

RESPONDER

Espanha sem mortes pelo segundo dia consecutivo. Há 41 mil profissionais de saúde infetados

Espanha registou esta terça-feira o segundo dia consecutivo sem mortes associadas à covid-19, mantendo-se o total 27.127 de óbitos desde o início da pandemia, anunciaram as autoridades de saúde. O ministério da Saúde de Espanha informou …

Petição pela "anulação imediata" do Avante já conta com mais de 16 mil assinaturas

Uma petição online para a "anulação imediata" da Festa do Avante!, a festa anual organizada pelo PCP, conta já com mais de 16 mil assinaturas. Às 10:30 desta quarta-feira, a petição, disponível no portal Petição Pública, …

Venda de Wendel ao Everton sofre revés. Nápoles e Nice entram em jogo

A licença de trabalho pode deitar por terra uma eventual transferência de Wendel para o Everton. O Nápoles é o favorito na corrida à sua contratação, mas o Nice também está atento. As negociações entre o …

Celebrações do 10 de junho só terão oito pessoas. “É como achei que devia ser o 25 de abril e o 1º de maio”

A “cerimónia simbólica” comemorativa do Dia de Portugal que se realizará no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, terá apenas oito presenças, incluindo o chefe de Estado e o presidente desta edição do 10 de Junho, …

O futebol português está de volta. Uma corrida de dois cavalos e a montra para Amorim

A bola volta hoje a rolar em Portugal após a interrupção devido à pandemia de covid-19. Regresso o futebol que tão bem conhecemos, mas de uma forma como nunca vimos antes. Estádios desertos e jogos quase …

Cientistas identificam fóssil do inseto mais antigo do mundo

Um fóssil de um milípede descoberto em 1899 é o inseto mais antigo do mundo, concluiu um novo estudo. O espécime em causa tem 425 milhões de anos. Uma equipa de investigadores da Universidade do Texas …

Jorge Jesus renova com o Flamengo por mais uma época

O treinador português anunciou, esta quarta-feira, que vai ficar mais uma época nos brasileiros do Flamengo, até junho de 2021. "Digam à nação que fico!". É esta a frase que acompanha a fotografia publicada, esta quarta-feira, …

Governo deixa cair lay-off simplificado. Novo apoio vai variar em função da quebra de faturação

O apoio às empresas em lay-off que retomarem a atividade será diferenciado em função da quebra de faturação, com vista a direcionar as ajudas públicas “a quem mais precisa”, afirmou esta terça-feira a ministra do …

Grupo de precários da Casa da Música dispensado de serviço via e-mail "meia hora depois" de uma vigília de protesto

Cerca de 13 trabalhadores "precários" da Casa da Música, no Porto, foram dispensados dos concertos que tinham alocados para o mês de junho. Em declarações à Lusa, Hugo Veludo, um dos 13 assistentes de sala …

Sete detidos em operação na Quinta da Fonte ficam em prisão preventiva

Os sete homens que foram detidos numa operação policial no bairro da Quinta da Fonte, em Loures, na segunda-feira, ficaram em prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa, revelou à agência Lusa a Polícia …