Sauditas vão assumir morte de jornalista. Foi um interrogatório que correu mal

Erdem Sahin / EPA

As autoridades sauditas, que negaram ter dado ordens para matar o jornalista Jamal Khashoggi, estão a elaborar um relatório em que admitem a morte do jornalista e a justificam como resultado de um interrogatório que correu mal.

De acordo com a CNN, que avançou a notícia nesta segunda-feira e cita duas fontes não identificadas, a operação foi levado a cabo sem autorização e sem transparência. O relatório garante ainda que os envolvidos serão responsabilizados.

Uma das fontes anónimas revelou também que o documento ainda está a ser realizado, pelo que o seu conteúdo poderá sofrer alterações.

A CNN adiantou ainda, segundo as mesmas fontes, que o interrogatório tinha como objetivo final proceder ao rapto de Khashoggi de território turco para a Arábia Saudita.

Jamal Khashoggi, jornalista crítico do poder saudita e colaborador do diário norte-americano The Washington Post, não deu mais sinais de vida desde que entrou, a 2 de outubro, no consulado da Arábia Saudita em Istambul, na Turquia, para tratar da documentação necessária para casar com a namorada, cidadã turca.

Após o seu desaparecimento, investigadores turcos disseram a responsáveis norte-americanos que tinham de gravações vídeo e áudio que comprovam que o jornalista tinha sido interrogado, torturado, assassinado e desmembrado no interior do edifício por uma equipa da segurança saudita, revelou o Washington Post no passado 12 de outubro.

Dias depois, os chefes das diplomacias do Reino Unido, França e Alemanha exigiram uma “investigação credível” ao desaparecimento de Jamal Khashoggi.

Também Donald Trump revelou nesta segunda-feira ter falado com o rei Salman da Arábia Saudita, tendo-lhe este dito para “ignorar” o que aconteceu ao jornalista saudita desaparecido. O Presidente norte-americano anunciou também que o secretário de Estado, Mike Pompeo, iria à Arábia Saudita para se encontrar diretamente com o rei Salman.

Trump, grande aliado do reino dos sauditas, tinha já anunciado no sábado que a Arábia Saudita poderia estar por detrás do desaparecimento do jornalista e advertiu que, se fosse esse o caso, haveria um “castigo severo”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Pois correu mal para o jornalista e de que maneira, entrou numa armadilha a pensar estar a entrar numa representação diplomática.

RESPONDER

A maior parte dos produtos de maquilhagem está contaminada com superbactérias perigosas

Nove em cada 10 produtos cosméticos atualmente em uso estão contaminados com superbactérias potencialmente prejudiciais, incluindo E. coli e Staphylococci. Beauty blender, rímel e brilho labial são os produtos que contêm os mais altos níveis …

NASA gravou acidentalmente a explosão de um cometa a aproximar-se do Sol

Astrónomos usaram dados do telescópio espacial TESS para estudar a explosão de um cometa durante a sua aproximação ao Sol. A investigação resultou num artigo publicado em novembro na revista científica Astrophysical Journal Letters. Foi a …

Objeto de Hoag é uma galáxia dentro de uma galáxia (que está dentro de outra galáxia)

Se observar atentamente a Constelação da Serpente poderá ver uma galáxia dentro de uma galáxia que, por sua vez, está dentro de outra galáxia. Este grande mistério do Universo é conhecido como Objeto de Hoag. Descoberto …

Parker Solar Probe lança nova luz sobre o Sol

Em agosto de 2018, a Parker Solar Probe da NASA foi lançada para o espaço, tornando-se pouco tempo depois a sonda mais próxima do Sol. Com instrumentos científicos de ponta para medir o ambiente em …

Encontrado no mar das Malvinas navio alemão da I Guerra Mundial 105 anos depois de naufragar

O naufrágio de um cruzador alemão da I Guerra Mundial foi identificado nas Ilhas Malvinas, onde foi afundado pela Marinha britânica há 105 anos. O SMS Scharnhorst foi o principal ativo da esquadra alemã na Ásia …

Boavista 1-4 Benfica | Águia goleia no xadrez do Bessa

O Benfica deu o pontapé de saída da 13ª jornada com uma vitória competente na visita ao Boavista, por 4-1. Num jogo potencialmente perigoso para as aspirações “encarnadas”, frente a um adversário com somente uma derrota …

Cientistas desenvolvem técnica para determinar o humor através da caligrafia

Uma equipa de cientistas estudou a biomecânica dos movimentos das mãos a escrever e a desenhar, e desenvolveu um método para avaliar as propriedades individuais da velocidade de escrita e da pressão do lápis no …

Quase seis mil denúncias de agressões sexuais em viagens da Uber nos EUA

A plataforma de transporte de passageiros Uber divulgou na quinta-feira um relatório, revelando quase seis mil denúncias de agressões sexuais a utilizadores, motoristas e terceiros nos Estados Unidos (EUA), em 2017 e 2018. No relatório de …

Polícia de Los Angeles vai usar dispositivo "ao estilo Batman" para prender suspeitos

A polícia de Los Angeles, nos Estados Unidos, vai adotar, no início do próximo ano, um novo dispositivo, conhecido como BolaWrap 100, que dispara um cinto de fibra sintética a uma velocidade de 200 metros …

Corriere dello Sport defende-se das acusações e garante ser "inimigo do racismo"

O jornal desportivo italiano Corriere dello Sport afirmou esta sexta-feira ser “inimigo do racismo”, defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título “Black Friday” e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku …