Santos Silva vai refutar acusação de lavar dinheiro para Sócrates

Rodrigo Antunes / Lusa

O empresário Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates

O empresário e amigo de longa data do antigo primeiro-ministro começa, esta quarta-feira, a ser ouvido na instrução do processo Operação Marquês, na qual deverá invocar nulidades e refutar a acusação de 33 crimes económico-financeiros.

Carlos Santos Silva é considerado na acusação do Ministério Público (MP) como “testa-de-ferro” de José Sócrates para lavar dinheiro de alegadas “luvas” recebidas pelo antigo primeiro-ministro para facilitar ou encaminhar negócios.

Segundo o MP, Santos Silva alega que a prova obtida na averiguação preventiva no âmbito de processos administrativos é nula por intromissão na sua vida privada, falta de controlo do MP e pela não exportação de toda a prova para a fase de inquérito.

A defesa do empresário argumenta que a acusação do MP se muniu de prova ferida de nulidade ou mesmo proibida para acusar o seu cliente, de 58 anos, e a sua estratégia passa por alegar que a quebra do sigilo bancário, as escutas (migradas do processo Monte-Branco e autorizadas no processo Operação Marquês), a localização celular, o varrimento eletrónico e a recolha de imagem são ilegais.

“O arguido descobriu ter sido investigado durante mais de uma década em processos administrativos que devassaram por completo a sua vida pessoal, societária e financeira, fazendo tábua rasa das exigências legais prescritas no Código de Processo Penal”, declarou a advogada Paula Lourenço, citada pelo Expresso.

Após o pedido de instrução de Santos Silva, o juiz Ivo Rosa decidiu solicitar ao processo Monte Branco a junção aos autos de todas as informações dos órgãos de polícia criminal, as promoções do MP e todas as autorizações judiciais relativas a interseções telefónicas que diretamente se refiram ao empresário, o interrogatório dos inspetores tributários Luís Flora e Paulo Silva e o relatório da inspeção aos serviços do Departamento Central de Investigação e Ação penal (DCIAP), realizado entre setembro de 2013 e março de 2014.

Esta quarta-feira, o empresário começa a sua defesa contra a acusação de de 33 crimes económico-financeiros: corrupção passiva e ativa (três crimes), branqueamento de capitais (17 crimes), falsificação de documentos (10), fraude fiscal e fraude fiscal qualificada (3).

Santos silva tinha uma empresa de projetos e “prestava serviços e vendia serviços, vendia conhecimentos” ao grupo de construção civil Lena, nas palavras do antigo administrador do grupo, Carlos Barroca.

Para o MP, o Grupo Lena obteve benefícios comerciais graças à atuação de Sócrates enquanto primeiro-ministro e Santos Silva “interveio como seu intermediário em todos os contactos com o referido grupo”.

O empresário disponibilizou “sociedades por si detidas” para receber quantias destinadas a Sócrates. Durante o seu interrogatório na fase de instrução, em outubro passado, o ex-primeiro-ministro tentou desmontar a tese do MP que sustenta que o dinheiro que foi entregue a Sócrates por Santos Silva era do ex-secretário-geral do PS e que resultou de atos de corrupção cometidos enquanto primeiro-ministro.

O ex-primeiro-ministro foi interrogado ao longo da semana passada, tendo garantido ao juiz que a mãe lhe emprestava dinheiro com frequência, uma vez que teria recebido uma fortuna como herança do avô, além de ter também herdado bens de outros dois familiares.

Sócrates também assegurou que o seu amigo de longa data era “honestíssimo” e que lhe emprestou dinheiro e que já lhe devolveu 250 mil euros.

Em novembro de 2014, porém, Santos Silva terá dito no interrogatório, aquando da sua detenção, que os empréstimos que terá feito a Sócrates se destinariam também a sustentar as despesas de “subsistência” da sua mãe.

A Operação Marquês teve início a 19 de julho de 2013 e culminou na acusação a 28 arguidos — 19 pessoas e nove empresas — pela prática de quase duas centenas de ilícitos económico-financeiros.

A acusação sustenta que Sócrates recebeu cerca de 34 milhões de euros, entre 2006 e 2015, a troco de favorecimentos a interesses do ex-banqueiro Ricardo Salgado no Grupo Espírito Santo e na PT, garantir a concessão de financiamento da Caixa Geral de Depósitos ao empreendimento Vale do Lobo, no Algarve, e por favorecer negócios do Grupo Lena.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Tão lentamente quanto humanamente possível". Site simula como era usar a Internet nos anos 90

Se é jovem e gostaria de experimentar as velocidades lentas da Internet dos anos 90, está com sorte. Um novo site simula a experiência dolorosa à qual já não estamos habituados com as redes atuais. Nos …

Novembro vai ser “muito duro e muito exigente” (e fechar escolas seria uma "grande falta de respeito")

O primeiro-ministro, António Costa, avisou hoje que “convém não criar falsas expectativas”, porque novembro vai ser “muito duro e muito exigente”, sendo maior a probabilidade de, daqui a 15 dias, acrescentar mais concelhos à lista …

O Torsus Praetorian é o autocarro mais radical de sempre (e não permite faltas à escola)

Cheias, árvores caídas ou tempestades. Há muitas razões para faltar à escola ou, neste caso, haviam. É que a Torsus lançou um novo autocarro capaz de enfrentar todos os obstáculos e transportar as crianças até …

Spot, o cão-robô, visitou Chernobyl (e analisou os seus níveis de radiação)

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Bristol visitou a Central Nuclear de Chernobyl na semana passada para testar Spot, um robô de quatro patas feito pela empresa norte-americana Boston Dynamics. O Spot é o robô …

Sangue de porco é mais proteico do que qualquer proteína do mercado (e pode ser consumido em smoothies)

Uma equipa de investigadores do departamento de ciência alimentar da Universidade de Copenhaga desenvolveu um método para extrair proteínas do sangue de porco. O resultado é um pó fino, branco, com sabor neutro e com …

Costa anuncia cinco medidas restritivas para 121 concelhos "de elevado risco" e reforços da capacidade de resposta

Após um Conselho de Ministros extraordinário que durou mais de 8 horas, o primeiro-ministro anunciou este sábado novas "medidas imediatas" de combate à pandemia de covid-19. Concelhos "de elevado risco" estão sujeitos a medidas restritivas, …

Escola na China transformou-se num "edifício andante" para evitar a demolição

Os residentes da cidade chinesa de Xangai que, no início deste mês, passaram pelo distrito de Huangpu podem ter encontrado uma visão incomum: um "edifício andante". De acordo com a cadeia de televisão CNN, uma escola primária …

Joke Boon, a chef holandesa que não tem olfato nem paladar

Joke Boon perdeu o paladar e o olfato quando ainda era criança, mas isso não a impediu de viver da culinária, área na qual estes requisitos são, à partida, essenciais.  "Como seria a minha vida se …

Portugal com mais 39 mortos, mais 4007 casos e recorde de internamentos graves

Portugal registou hoje 39 mortos e mais 4.007 casos de novas infeções pelo novo coronavírus, tendo alcançado um novo recorde de 286 doentes internados nos cuidados intensivos por covid-19, segundo a Direção-Geral da Saúde. Registou-se este …

Leiloada carta de Nobel antissemita a desprezar Einstein e os judeus

Uma carta escrita em 1927 pelo Prémio Nobel Philipp Lenard a um colega a reclamar das conquistas de Einstein e do suposto domínio judaico da ciência foi a leilão no Nate D. Sanders Auctions, em …