Consultor Constantino Sakellarides demite-se em divergência com ministro da Saúde

Tiago Petinga / Lusa

O Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes

O consultor do ministro da Saúde, Constantino Sakellraideser, entregou, na quinta-feira, uma carta de demissão a Adalberto Campos Fernandes devido a divergências de pensamento.

Constantino Sakellarides, o consultor do ministro da Saúde que, há dois anos, coordenava um projeto de modernização do Serviço Nacional de Saúde, apresentou por carta a sua demissão a Adalberto Campos Fernandes. De acordo com o Expresso, que avança a notícia, na origem da decisão terão estado divergências pensamento.

Demiti-me esta sexta-feira. Enviei a carta ontem ao ministro. Acordos e desacordos são naturais na vida. O ministro não ficou surpreendido e eu também não”, explicou na manhã de sexta-feira.

Constantino Sakellarides não quis revelar as razões concretas do seu afastamento, justificando que “não estaria a ser decente ao comentar”. Ainda assim, explica que “o processo foi evoluindo e que foram surgindo limitações“, tornando-se “difícil fazer coisas com utilidade” como era seu objetivo.

Sakellarides coordenava a iniciativa SNS Saúde + Proximidade, um processo para modernizar a oferta pública de cuidados à população garantindo o acesso à assistência adequada e no momento certo. A integração de todos os níveis de cuidados, por exemplo, entre o domicílio, o centro de saúde e o hospital, e o desenvolvimento da literacia em Saúde eram algumas das metas principais.

De acordo com o reconhecido especialista em políticas de saúde, o projeto que liderou até então não deverá parar com a sua saída.

“O projeto tem todas as condições para continuar, pois não o abandonaria se assim não fosse.” Sakellarides reconhece que o complicado trabalho que ministro da Saúde tem pela frente. “A tarefa é terrível e tenho um enorme respeito por quem quer ser ministro, mas há coisas que não são confortáveis, e não vou voltar atrás na demissão.”

Ministro da Saúde desvaloriza demissão

O ministro da Saúde desvalorizou esta sexta-feira a demissão de Constantino Sakellarides, dizendo que o respeita e que compreende as razões invocadas pelo professor de Saúde Pública na carta de demissão.

“O professor Constantino Sakellarides é um velho amigo. O que ele disse, eu subscrevo, nós temos uma boa amizade, temos respeito um pelo outro. Há círculos em que o entendimento sobre os problemas pode coincidir e há ciclos em que não coincide”, disse Adalberto Campos Fernandes.

O ministro, que falava à margem da Cimeira Mundial da Saúde, em Coimbra, anunciou que na segunda-feira será nomeado um novo responsável, que até aqui integrava a equipa de Sakellarides.

“Como o julgamento político é feito sobre quem decide politicamente, eu compreendo as razões. Na segunda-feira, já teremos a dirigir o projeto SNS Saúde + Proximidade uma pessoa, aliás da equipa dele“, frisou o ministro, que evitou fazer mais comentários.

O professor jubilado da Escola Nacional de Saúde Pública saiu por divergências com a governação, mas não quis revelar as razões concretas que motivaram o seu afastamento, invocando apenas “divergências de pensamento”.

O ministro aproveitou a passagem por Coimbra para responder às críticas ao funcionamento do setor da saúde, que têm sido feitas pelo novo líder do PSD, Rui Rio.

“Era bom que o presidente do PSD pudesse fazer uma jornada pela positiva pelo país e não apenas que se ocupasse das questões negativas, que naturalmente existem no sistema de saúde, aqui em Portugal e no resto do mundo”, disse o ministro.

Adalberto Campos Fernandes voltou a dizer, tal como tinha feito em recente entrevista, que “não é sério aquele que diz que resolve os problemas todos num pequeno espaço de tempo. É sério aquele que reconhece que os problemas existem, mas que procura todos os dias solucioná-los”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A consciência pode ser o resultado de física básica

Porque é que a minha consciência está aqui? Porque é que algumas coisas são conscientes e outras aparentemente não? Estas questões são todas aspetos do velho "problema mente-corpo". Em 1996, no livro "The Counscious Mind: In …

Carlos César é o "primeiro apoiante do Governo e do primeiro-ministro"

O líder parlamentar socialista rejeitou esta sexta-feira que a sua proposta para reduzir o IVA da tauromaquia represente uma desautorização do executivo, acentuando que é por convicção e posição institucional o primeiro apoiante do …

NASA acaba de divulgar novos dados sobre o misterioso Oumuamua

A NASA acaba de revelar novas informações sobre Oumuamua, o primeiro asteróide não oriundo do Sistema Solar já detetado. De acordo com uma nova publicação, o corpo interestelar é um "objeto relativamente pequeno e reflexivo.  Oumuamua, …

Espanha está a envenenar o Rio Tejo (é uma "indecência ecológica")

É um "cocktail de desastre" que está a sufocar o rio Tejo. Análises efectuadas à água do rio, desde a nascente em Espanha, até à foz em Portugal, revelam uma situação preocupante, e do outro …

Portuguesa que escondeu filha na mala do carro condenada a 5 anos de prisão

A mulher portuguesa que escondeu a filha na mala do carro, durante os seus primeiros 23 meses de vida, foi condenada a 5 anos de prisão, com 3 anos de pena suspensa, por ter causado …

Ex-primeiro-ministro da Macedónia fugiu do país num carro diplomático húngaro

O ex-primeiro-ministro macedónio Nikola Gruevski, condenado no seu país a dois anos de prisão por corrupção, passou pela Albânia em direção ao Montenegro no passado domingo num carro diplomático húngaro. A Hungria já garantiu não …

Governo avança com mais medidas para incentivar regresso de emigrantes

O Governo vai avançar com medidas “de caráter multidimensional” para apoiar o regresso de portugueses que emigraram e queiram regressar ao país, avançou esta quinta-feira o secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro. À margem …

Sete em cada dez quedas de idosos acontecem em casa (mas é possível evitá-las)

A expressão “lar, doce lar” parece perder algum sentido quando o último relatório da Organização Mundial de Saúde sobre quedas comprova que estas são a principal causa de morte acidental dos idosos e acontecem, maioritariamente, …

Armas, carros, fatos. 90 milhões de euros para equipar polícias

Os polícias vão receber, em 2019, armas, carros, coletes balísticos e fatos de proteção, bem como obras em instalações, no valor de 90,9 milhões de euros. Esta sexta-feira, em Cascais, o ministro da Administração Interna entrega …

Zero oferece galinha ao Governo para reciclar resíduos orgânicos

A associação ambientalista Zero vai oferecer ao Governo a galinha Balbina, um animal reciclador, chamando a atenção para a necessidade de investir em soluções para que cada cidadão possa reciclar os resíduos orgânicos em casa. “A …