/

Rio já tem candidatos pensados, mas não abre o jogo. Paulo Rangel apontado à Câmara do Porto

1

Paulo Novais / Lusa

Apesar de já ter candidatos pensados para as eleições autárquicas, o líder do PSD, Rui Rio, não abre o jogo, garantindo não ter compromissos com ninguém.

“Não tenho compromisso com rigorosamente ninguém, até porque eu próprio defini que, até ao dia 1 de janeiro, há zero [candidatos]. É zero no Porto, é zero em Lisboa, é zero em Vila Flor, é zero em Miranda do Douro, é zero em Vinhais, é zero em Cuba (no Alentejo), é zero em Faro. É tudo zero”, declarou Rio, em declarações ao jornal Público, à margem de um encontro com a Federação Nacional de Educação, no Porto.

“Uma coisa é não ter compromisso com rigorosamente ninguém, outra é eu tomar café com alguém e perguntar o que é que esse alguém acha para o seu concelho. Isso pode acontecer, mas é uma coisa completamente informal, não tem a ver com uma estratégia completamente montada”, esclareceu o líder social-democrata.

Rui Rio admitiu que tem nomes pensados, mas nada está definido. “Terei na minha cabeça, mas não é quero A ou quero B ou quero C. Tenho na minha cabeça nomes possíveis para as câmaras mais relevantes politicamente”, disse o presidente do PSD.

Segundo o Público, o eurodeputado social-democrata Paulo Rangel é um dos nomes com mais apoio nas estruturas do partido no Porto.

“Paulo Rangel é considerado um dos melhores quadros do partido a nível nacional e tem características pessoais que fazem dele um nome forte para o Porto”, disse uma fonte social-democrata, em declarações ao jornal.

O PSD também não mostra pressa em relação à Câmara do Porto, uma vez que o atual autarca, Rui Moreita, está implicado numa acusação feita pelo Ministério Público (MP) por causa do caso Selminho – e  ainda não se sabe qual vai ser o desfecho do caso.

Alberto Machado, que preside à distrital do partido, considera que “Paulo Rangel seria um excelente candidato”, mas ressalva que “neste momento isso não passa de uma especulação porque o timing da escolha do candidato ainda não é este”.

Se é um mistério quem será o candidato social-democrata para o Porto, também o é em Lisboa. Este mês, o Jornal de Notícias avançou que Pedro Santana Lopes poderia estar de volta ao partido de Rui Rio, após um jantar num restaurante de Lisboa com o líder cor-de-laranja. O JN avançou mesmo que o PSD estaria a equacionar o antigo primeiro-ministro para cabeça de lista por Lisboa nas eleições autárquicas de 2021.

No entanto, o atual líder do PSD e o seu antigo presidente negaram que o encontro entre os dois tenha tido algum intuito relacionado com as eleições autárquicas de 2021. Santana Lopes assegurou que não houve qualquer convite sobre autárquicas ao jantar – apesar de o tema ter sido abordado – e disse ainda não querer ser candidato.

No dia seguinte, o semanário Expresso adiantou que Gonçalo Reis, presidente do Conselho de Administração da RTP, será o preferido da direção do PSD para candidato à Câmara Municial de Lisboa.

  Maria Campos, ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.